Publicado pelo Programa de Saúde Pública Global da Boston College, os Anais de Saúde Global lançaram, em 16 de dezembro, uma coleção especial sobre a declaração “Poluição do Ar e Saúde“. Esta última é resultado de uma iniciativa homônima da Academia Brasileira de Ciências (ABC) em parceria com a Academia de Ciências da África do Sul, a Academia Nacional de Ciências da Alemanha Leopoldina, a Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos e a Academia Nacional de Medicina dos EUA.

Na redação desse compacto documento de política científica, a ABC foi representada pelos Acadêmicos Paulo Artaxo (Instituto de Física – Universidade de São Paulo, USP) e Paulo Saldiva (Instituto de Estudos Avançados – USP), e pelos pesquisadores Maria de Fatima Andrade (Departamento de Ciências Atmosféricas – USP), Simone Georges El Khouri (Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas – Universidade Federal de São Paulo, Unifesp) e Nelson Gouveia (Faculdade de Medicina – USP). Para mais detalhes sobre seu lançamento, clique aqui.

A coleção dos Anais da Boston College contou com um editorial escrito pelo presidente da ABC, Luiz Davidovich, e o Acadêmico Paulo Saldiva. Nele, os cientistas reforçam que a redução dos danos à saúde causados pela poluição do ar depende das políticas públicas.

Eles lembram que a declaração aponta para diretrizes destinadas a aumentar o uso de fontes e motores de energia mais limpos, novas estratégias para favorecer baixas emissões no transporte individual e público, e planejamento e design urbano inteligentes.

“As políticas para reduzir a poluição do ar extrapolam os limites da ciência da saúde, incluindo os assuntos de equidade social, direitos humanos e sustentabilidade global. Os cientistas fizeram seu trabalho. Está na hora dos políticos subirem ao palco”, defendem os pesquisadores.

Leia a coleção especial completa aqui.