pt_BR

Data: 19 de junho de 2019

Local: Organização das Nações Unidas (ONU) | Nova York (EUA)

O controle e a redução da poluição do ar devem ser uma prioridade para todos, incluindo governos, empresas e a sociedade civil. Para esse fim, a Academia Brasileira de Ciências (ABC), a Academia de Ciências da África do Sul, a Academia Nacional de Ciências da Alemanha Leopoldina, a Academia Nacional de Medicina dos EUA e a Academia Nacional de Ciências dos EUA criaram uma iniciativa sobre “Poluição do Ar e Saúde”. O primeiro resultado dessa iniciativa é uma declaração compacta de política científica (disponível em todos os idiomas oficiais da ONU, além de português e alemão), lançada no dia 19 de junho, na sede da ONU, em Nova York.

Na redação do documento, a ABC foi representada pelos Acadêmicos Paulo Artaxo (Instituto de Física, USP) e Paulo Saldiva (Instituto de Estudos Avançados, USP), e pelos pesquisadores Maria de Fatima Andrade (Departamento de Ciências Atmosféricas, USP), Simone Georges El Khouri Miraglia (Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas, Unifesp) e Nelson Gouveia (Faculdade de Medicina, USP).

A atividade de lançamento teve, pela manhã, uma discussão detalhada sobre a declaração e suas recomendações, que foi realizada no escritório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e contou com a participação de Paulo Saldiva e de importantes cientistas dos outros países ligados à iniciativa, bem como de representantes da ONU e da sociedade civil.

Já na parte da tarde, aconteceu a entrega oficial do documento a altos representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) e diplomatas de alto nível da África do Sul, Brasil, Alemanha e Estados Unidos. O presidente da ABC, Luiz Davidovich, e o representante permanente do Brasil junto às Nações Unidas, Embaixador Mauro Vieira (acompanhado do representante permanente alterno, Embaixador Frederico S. Duque Estrada Meyer), participaram da cerimônia.

Programação
Declaração “Poluição do Ar e Saúde” (português)
Página oficial da iniciativa

 

Confira a repercussão do lançamento da declaração na mídia do Brasil e do mundo:

ABC – Academias lançam declaração sobre poluição do ar e saúde
ABC – ABC participa de reunião sobre poluição do ar e saúde na sede da ONU, em Nova York
Folha de São Paulo – Em uma hora de trânsito em SP, população ‘fuma’ 5 cigarros, diz estudo
SciDev.Net (inglês) – Global pact to stop air pollution
SciDev.Net (espanhol) – 
Un pacto mundial para detener contaminación del aire
ONU-Brasil – Academias de ciência pedem medidas urgentes contra a poluição do ar
ONU-Meio Ambiente – Academias de ciência de quatro países pedem ações urgentes pela qualidade do ar
Unifesp – Docente da Unifesp elabora documento sobre poluição do ar e saúde
Tempo.com – A necessidade de um pacto global sobre a poluição do ar
GaúchaZH – 
Em uma hora de trânsito em SP, população ‘fuma’ 5 cigarros, diz estudo
BreatheLife – Academias Nacionais de Ciências e Medicina emitem um apelo urgente à ação contra a poluição atmosférica nociva
The Lancet – Five national academies call for global compact on air pollution and health
Climate and Clean Air Coalition – National Academies of Sciences and Medicine issue urgent call to action on harmful air pollution
The National Academies (EUA) – Academies Call for Global Action to Reduce Air Pollution
AAAS (EUA) – New international initiative stresses need for global action on air pollution
BusinessLIVE (África do Sul) – Scientists call for global action on air pollution
Engineering News (África do Sul) – Science academies call for increased air pollution mitigation
Phys.org – New international initiative stresses need for global action on air pollution as health impacts remain high
El Espectador (Colômbia) – Proponen un pacto mundial para detener la contaminación del aire
El Nuevo Siglo (Colômbia) – Llamado a acelerar acción contra contaminación del aire

 

Galeria de Fotos