O grupo de trabalho da ABC sobre Financiamento de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I)  é coordenado pelo vice-presidente da ABC para a região Nordeste e Espírito Santo, Jailson Bittencourt de Andrade (UFBA/Senai-Cimatec).

O conjunto de documentos que este GT vem produzindo faz parte da missão da ABC no século XXI, no sentido de oferecer subsídios a gestores, parlamentares e à sociedade brasileira como um todo, visando ampliar a compreensão sobre a importância das áreas de CT&I para o futuro do país e indicando as condições necessárias para que esse futuro aconteça.

Grupo Núcleo:

  • Jailson Bittencourt de Andrade (coordenador)
  • Helena Bonciani Nader
  • Adalberto Luis Val
  • Ado Jório de Vasconcelos
  • Alvaro Toubes Prata
  • Ruben George Oliven
  • Wanderley de Souza
  • Oswaldo Alves (in memoriam)

 

Grupo de Redação:

  • Adalberto Fazzio
  • Adalberto Luis Val
  • Ado Jório de Vasconcelos
  • Alicia Juliana Kowaltowski
  • Alvaro Toubes Prata
  • Antonio Gomes de Souza Filho
  • Edson Watanabe
  • Elibio Leopoldo Rech Filho
  • Elisa Maria da Conceição Pereira Reis
  • Gianna Sagazzio
  • Glaucius Oliva
  • Helena Bonciani Nader
  • Jailson Bittencourt de Andrade
  • Manoel Barral Netto
  • Marcelo Torres Bozza
  • Marcia Cristina Bernardes Barbosa 
  • Mariangela Hungria 
  • Nadya Araujo Guimarães
  • Oswaldo Luiz Alves (in memoriam)
  • Paulo Arruda 
  • Roberto Kant de Lima
  • Ruben George Oliven 
  • Wanderley de Souza

 

 

2022

ABRIL
Inovação, empreendedorismo, tecnologia e desenvolvimento
O atual avanço das tecnologias de inteligência artificial e automação promete acelerar mudanças disruptivas e em grande escala. Saiba mais!

FEVEREIRO
Biomas e Agro: sinergia para uma bioeconomia pujante e sustentável
Um dos maiores patrimônios do Brasil é a diversidade biológica — e o agronegócio é o setor de maior crescimento no país. Porém, usamos muito pouco da biodiversidade para o agronegócio, perdendo oportunidades de alavancar uma bioeconomia sem precedentes. Neste documento, a Academia Brasileira de Ciências seleciona uma dúzia de ações — entre dezenas de possibilidades — para pronta aplicação. São iniciativas que podem converter o Brasil em potência agrobiodiversa. Confira!


 

2021

DEZEMBRO
Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia: A importância do financiamento competitivo em seus níveis de estruturação
A ciência brasileira tem registrado impactos profundos na economia e no bem-estar social. Para garantir o avanço científico, é preciso fomentar um arranjo complexo, estruturado em grupos de pesquisa. Este é o Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Saiba mais!

DEZEMBRO
Fundos setoriais e as ciências humanas e sociais
Para enfrentar os desafios que se colocam para o Brasil e criar programas eficazes, é preciso compreender a dinâmica da sociedade. É o que fazem os cientistas sociais: pesquisas sobre uma realidade que é complexa e multifacetada. Este campo, porém, não conta com um fundo setorial exclusivo. A publicação mostra que existem programas transversais aos fundos dedicados às demais áreas do conhecimento com espaço para temas das humanidades e lista alguns eixos temáticos considerados de financiamento prioritário.

SETEMBRO
Você sabe o que é o FNDCT? E os Fundos Setoriais?
Saiba mais sobre os fundos criados por lei para garantir que a ciência, a tecnologia e a inovação tenham recursos para garantir o desenvolvimento do Brasil.

JUNHO
Fundo de Infraestrutura:  propostas para um novo tempo
Os grandes avanços da ciência são conhecidos por seus resultados e impactos positivos para a sociedade. Raramente são lembrados os bastidores: para que a ciência seja possível e siga evoluindo, é preciso que a infraestrutura científica — laboratórios, equipamentos e ferramentas — a acompanhe. Para garantir o desenvolvimento da C&T e, consequentemente, do país, são necessários investimentos crescentes. Confira a proposta da ABC!

MARÇO
FNDCT liberado: Rumo ao Desenvolvimento Sustentável do Brasil
Ciência, tecnologia e inovação requerem planejamento e financiamento adequados e de longo prazo, pois envolvem atividades complexas que precisam de continuidade. A partir da garantia do direito ao uso dos recursos do FNDCT, o desafio seguinte será a sua melhor utilização, priorizando os projetos de maior importância para o Brasil – aqueles que vão gerar desenvolvimento e ajudar na resolução de grandes problemas nacionais. Conheça a proposta da ABC!

FEVEREIRO
O FNDCT gera Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento
Este documento foi construído para dar subsídios aos parlamentares com relação à necessária derrubada dos vetos do PLP 135/2020 que inviabilizam o FNDCT. Busca esclarecer a importância deste Fundo para o futuro do país e as condições necessárias para que esse futuro aconteça.