Português > Eventos > Amazônia: Desafios e Perspectivas da Integração Regional


Amazônia: Desafios e Perspectivas da Integração Regional

O desenvolvimento sustentável da Grande Amazônia, que abrange nove países sul-americanos, é um dos grandes desafios atuais. Para enfrentá-lo, é preciso que sejam desenvolvidas estratégias e políticas públicas integradas, envolvendo o esforço conjunto dos países que compartilham essa região de importância planetária.

Diante das escalas envolvidas e da complexidade das características naturais, econômicas e sociais amazônicas, é essencial que essas políticas conjuntas priorizem, ao máximo, investimentos maciços em ciência e tecnologia, para introduzir e consolidar ali as bases de um novo tipo de desenvolvimento.

Os avanços científicos são essenciais para gerar alternativas nos sistemas produtivos e para superar as desigualdades sociais. As inovações tecnológicas, contextualizadas e implementadas de forma apropriada, podem contribuir para conservar os recursos naturais, utilizá-los economicamente de modo racional e contribuir decisivamente para a geração de oportunidades de renda para as comunidades locais da região.

Que modalidades de políticas públicas - e particularmente as científicas - melhor contribuirão para atingir esses objetivos? Que formas de aplicação, descoberta e inovação podem prevenir e reduzir impactos ambientais e, ao mesmo tempo, elevar os padrões de qualidade de vida das populações da região? De que modo os governos nacionais e a comunidade internacional podem empreender esforços visando a plena integração das suas estratégias e ações para a região e com isso torná-las mais eficientes para enfrentar esses desafios?

Essas são algumas das questões que foram abordadas e refletidas durante o seminário organizado pela Academia Brasileira de Ciências e o Centro Brasileiro de Estudos da América Latina, da Fundação Memorial da América Latina, Amazônia: Desafios e Perspectivas da Integração Regional.

Os conferencistas e debatedores convidados apresentaram as suas visões sobre esses temas, a partir das suas experiências como dirigentes e estudiosos de instituições públicas e privadas que tratam de políticas públicas voltadas para a integração regional da Amazônia sul-americana, tendo como foco esforços de cooperação nos campos da ciência, tecnologia, inovação, economia e relações internacionais.

No evento, estiveram presentes diversos Acadêmicos: o ministro de Ciência e Tecnologia Sergio Rezende, o presidente da Capes Jorge Guimarães, o vice-presidente regional da ABC Adalberto Val  e ainda de Bertha Becker, Carlos Nobre, Maria Manuela Carneiro da Cunha e Roberto Dall’Agnol . Também compareceram suas palestras representantes de empresas e instituições como Amata S.A., Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Fundo Brasil de Direitos Humanos, Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Instituto Amazônico de Investigaciones Científicas da Colômbia (SINCHI), Instituto del Bien Común do Peru (IBCPeru), Instituto Sócio Ambiental (ISA), Natura, Organização do Tratado de Cooperação Amazônica (OTCA), Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG), Secretaria de Desenvolvimento de C&T do Pará (Sedect), Universidade de São Paulo (USP), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), entre outros.

O evento ocorreu em São Paulo, na Biblioteca Latino-americana Victor Civita, no Memorial da América Latina, nos dias 16 e 17 de novembro.

Amazônia: diversidade sócio-cultural e integração sul-americana

Arranjos multilaterais e dimensões estratégicas da integração sul-americana

Ciência, tecnologia e inovação na Amazônia

C,T&I como motores de um novo modelo de desenvolvimento para a Amazônia

Desafios e perspectivas para a Amazônia



Eventos


webTexto é um sistema online da Calepino