Português > Notícias > Acadêmico Jairton Dupont é eleito Doutor Honoris Causa da Universidade de (...)


PRÊMIOS E HOMENAGENS

Acadêmico Jairton Dupont é eleito Doutor Honoris Causa da Universidade de Murcia

  • Compartilhe:

Publicado em 17/11/2017

O Acadêmico Jairton Dupont  ao lado do reitor da Universidade de Murcia, José Orihuela.

O químico brasileiro Jairton Dupont , referência mundial na chamada química sustentável, foi nomeado Doutor Honoris Causa da Universidade de Murcia, na Espanha, na última quarta-feira, 15 de novembro.

O decano da faculdade de química Pedro Lozano ressaltou, na data, o trabalho original e criativo desenvolvido pelo pesquisador e sua sólida contribuição para a criação da química verde, no final do século XX.

Em seu discurso de posse, Dupont chamou a atenção para o obscurantismo que vem imperando na sociedade, “exibido por indivíduos que escolhem negar a realidade para fugir de uma verdade incômoda”. Ressaltou que é alarmante o constante aumento de negadores da ciência; defensores do criacionismo, que negam as mudanças climáticas e vacinas e até mesmo defensores da teoria de que a terra é plana.

O químico salientou ainda que “as universidades e os cientistas devem defender com firmeza e orgulho como o conhecimento e a geração dele tem sido e será sempre a essência da qualidade de vida”. O pesquisador ainda completou: “Estamos em um momento muito similar ao vivido por Galileu. A ciência feita por cientistas é a única que, como feito em outros tempos, pode levar a um futuro melhor para a humanidade”.

Reitor Orihuela: “Lutemos juntos por uma universidade mais igualitária, solidária e responsável...”

O reitor da Universidade de Murcia, José Orihuela, expressou seu desejo para o futuro das instituições de pesquisa. “Que lutemos juntos por uma universidade mais igualitária, solidária, responsável, menos mercantilista e mais investigativa. Mas que seja menos tecnólatra, mais estável, verde e ecoeficiente, além de menos patriarcal.”

“Espero que possamos conduzir com inteligência e honestidade a procura de um ambiente mais habitável para nossos herdeiros”, disse, e afirmou estar pronto para seguir com a gestão da sociedade universitária, se posicionando frente às autoridade, algo que, segundo ele, “foi e continuará sendo função fundamental do reitor da universidade”.

Confira aqui a matéria original, em espanhol.


(Adaptado da Universidade de Murcia)



webTexto é um sistema online da Calepino