Na última quarta-feira, 27 de abril, aconteceu o segundo, e último, dia do Fórum BRICS sobre Big Data para Desenvolvimento Sustentável, organizado pela Academia Chinesa de Ciências, país que ocupa atualmente a presidência rotativa do bloco. O evento contou com sessões paralelas sobre aplicações de tecnologia Big Data, nas quais participaram cientistas representantes dos cinco países do bloco. Os participantes brasileiros foram indicados pela Academia Brasileira de Ciências (ABC).

Big Data (ou macrodados, em português) é o nome dado à análise de volumes massivos de informações não estruturadas. Esses dados estão disponíveis em diversos formatos e plataformas, como postagens em redes sociais, pesquisas e compras online, aplicativos de geolocalização, dentre outras ferramentas. A interpretação dessa quantidade imensa e desordenada de informação requer tecnologias mais complexas e inovadoras do que as necessárias para analisar dados estruturado e regulares entre si.

Foram cinco sessões paralelas. Os Diretores da ABC Elibio Rech e Virgílio Almeida participaram, respectivamente, das mesas sobre Segurança Alimentar e Economia Digital. O Acadêmico Paulo Artaxo esteve na sessão sobre Mitigação de Desastres Climáticos, que também contou com Thelma Krug (IPCC). Já nas sessões sobre Desenvolvimento Urbano e Conservação da Biodiversidade, o Brasil esteve representado por Anderson Rocha (Unicamp, membro afiliado ABC 2012 – 2016)  e Antonio Miguel Monteiro (Inpe), na primeira, e Eduardo Dalcin (Jardim Botânico do RJ), na segunda.

Durante o encerramento, Helena B. Nader, que, em breve, assumirá a presidência da ABC, fez uma fala abordando a importância de uma relação próxima entre as Academias do bloco. “Mesmo com a instabilidade geopolítica atual, acredito que o BRICS tem um importante papel a desempenhar no mundo globalizado, e que as tecnologias de Big Data serão fundamentais para atingirmos os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável até 2030”.

O lançamento da Declaração de Pequim das Academias de Ciência dos BRICS sobre Big Data para o Desenvolvimento Sustentável estava previsto para acontecer durante o Fórum, mas, em virtude de entraves burocráticos, mostrou-se necessário adiar a atividade para o mês de maio.

 

Os participantes da Cerimônia de Encerramento do Fórum de Academias de Ciências do BRICS 2022.