Português > Notícias > Programa ABC na Educação Científica oferece workshop no Chile


Programa ABC na Educação Científica oferece workshop no Chile

  • Compartilhe:

Publicado em 29/06/2017

Gêisa Capistrano e Danielle Grynszpan representaram a equipe do programa no Congresso Nacional e Latino-americano de Educação em Ciências

O Programa ABC na Educação Científica - Mão na Massa/RJ, projeto ligado à ABC e que surgiu da cooperação com a Academia de Ciências Francesa, esteve em Santiago (Chile), neste mês de junho. A viagem foi a convite do Ministério da Educação do Chile, que promoveu o Congresso Nacional e Latino-americano em Educação em Ciências, voltado a professores e educadores.

Coordenadora regional do programa e pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Danielle Grynszpan representou a equipe do projeto, ao lado da colaboradora Gêisa Capistrano. Além de uma apresentação oral sobre a iniciativa e a exposição de um pôster, elas fizeram um workshop, no qual foi realizada uma vivência da abordagem investigativa com os professores locais. "Foi preciso oferecer uma sessão adicional, para atender à demanda e permitir a participação de mais inscritos", conta Danielle

A parceria do Brasil com o Chile na área de Educação Científica é de longa data. Segundo Danielle, a experiência adquirida com os 16 anos do programa, criado em 2001 e que visa a melhoria da educação científica nas escolas públicas do Estado do Rio de Janeiro, é tão reconhecida que o Brasil hoje oferece consultoria ao governo chileno. Os brasileiros dão suporte para que o Chile desenvolva o seu próprio projeto de educação científica: o Indagación Científica para la Educación en Ciencias.

"O programa conquistou, inclusive, a atenção do responsável pelo Programa Ministerial Indagación Científica para la Educación en Ciencias – ICEC, Edgard Hernandez", diz Danielle, que tem mantido parcerias com o Chile e países latino-americanos visando a formação dos professores e educadores.

No Congresso, a equipe brasileira também apresentou dados que mostram o acompanhamento avaliativo do desenvolvimento cognitivo, social e afetivo dos estudantes da rede pública de ensino de Niterói. Os números foram levantados e analisados com base em pesquisa de âmbito municipal sobre a transformação metodológica no cotidiano escolar, realizada com o intuito de oferecer subsídios para políticas públicas futuras. O Programa ABC na Educação Científica - Mão na Massa/RJ já mobilizou escolas de nível fundamental localizadas em 18 municípios do Rio de Janeiro.

Sobre o projeto

Inspirado no projeto La Main à la Pâte (LAMAP), que tem parcerias em vários países do mundo, o projeto brasileiro assumiu a designação de ABC na Educação Científica – Mão na Massa. Esta sigla enfatiza o apoio pioneiro da Academia Brasileira de Ciências bem como a prioridade dada à melhoria da educação científica no ensino fundamental. Este projeto estimula a formulação de questões sobre a realidade concreta, a elaboração de predições e o teste das hipóteses levantadas, ao mesmo tempo em que favorece um ambiente propício ao debate de ideias e ao desenvolvimento da capacidade de argumentação, através da confrontação de opiniões entre os educandos. É um processo de formação continuada com a preocupação de favorecer um ambiente investigativo e um contato direto entre professores das redes de ensino, cientistas e especialistas em didática das ciências. Mais informações em www.ioc.fiocruz.br/abcnaciencia.


(Ascom ABC)


Notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3º
Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Cep: 20030-060

[+55] (21) 3907-8100

[+55] (21) 3907-8101

Fale conosco

webTexto é um sistema online da Calepino