Português > Notícias > "Educar ou deseducar: eis a questão"


"Educar ou deseducar: eis a questão"

  • Compartilhe:

Publicado em 15/08/2017

Educar no sentido mais amplo é capacitar o ser humano para um convívio social harmonioso. Em outras palavras é desenvolver e aperfeiçoar as competências físicas, intelectuais e morais, preparando o cidadão para a vida. O processo educacional é baseado em 3 pilares: a família, a escola e a mídia.

A família

Uma família bem estruturada é fundamental no que se refere à formação das crianças e jovens como futuros membros de uma sociedade. Antigamente, a família se alimentava em uma mesa conversando sobre os acontecimentos do dia. Os pais se interessavam pela rotina dos filhos e acompanhavam o seu desenvolvimento.

Esse convívio virtuoso foi desaparecendo ao longo do tempo, como a luz que desaparece ao anoitecer. Hoje pais e filhos se isolam. Cada um no seu espaço privado com sua televisão ligada ou dedilhando seu computador, seu tablete ou seu telefone celular.

Gradativamente também cresceu o número de famílias desestruturadas. Nesse cenário são gerados adultos inseguros, carentes de valores, de afeto, sem força para uma atuação positiva na sua própria vida e também no convívio social. As crianças que convivem nessa realidade são incapazes de aprender a amar. Elas merecem uma atenção especial dos educadores pois é na infância que o caráter do ser humano é moldado por meio da promoção de atitudes e hábitos corretos.

Se forem deixadas sem orientação, essas crianças serão estimuladas a serem egoístas e exerceram um papel negativo na convivência social. A família é a primeira escola. Cabe a família o papel de transmitir os valores como a generosidade, a honestidade e outras virtudes. A família deve sempre ser uma parceira da escola.

A escola

O sistema escolar brasileiro, notadamente o ensino básico (primeira infância, infantil, fundamental e médio) é deficiente produzindo um número grande de analfabetos totais e funcionais. Além disso a promoção de virtudes é incipiente. A escola de hoje não é nem deve ser a mesma de há alguns anos. As práticas, as ferramentas e as metodologias são retrógradas. É preciso considerar que o conhecimento hoje é acessível e as informações mais rápidas.

Os estudantes estão cada vez mais autônomos e conectados e as novas tecnologias e as mídias sócias estão revolucionando a forma de ensinar e aprender. Uma escola contemporânea deve ser atrativa onde os estudantes estejam engajados e motivados com professores bem formados, dedicados e valorizados. As novas tecnologias, particularmente os dispositivos móveis e a internet devem ser coadjuvantes do ensino-aprendizagem.

A escola deve ser um cenário permanente onde o pensamento é exercitado e onde os valores e virtudes são consolidados. Ela deve estimular os estudantes para alçarem voos e conquistar seus sonhos. Nesse contexto é pertinente lembrar o pensamento de nosso saudoso Rubem Alves:

“Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. Porque a essência dos pássaros é o voo. Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em voo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o voo, isso elas não podem fazer, porque o voo já nasce dentro dos pássaros. O voo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado.”

A mídia

Nos tempos atuais a mídia tornou-se um instrumento importante no processo educativo. Ela pode contribuir com a formação cidadã por meio de conteúdos que estimulem as ações coletivas virtuosas e comportamentos éticos. Infelizmente no Brasil a grande mídia não é um parceiro positivo no processo educativo pois produzem e exibem conteúdos inadequados que visam uma audiência para obter lucros. Ela cria falsos heróis, estimula o consumo e constrói uma Sociedade do Ter.

No entanto, nem tudo está perdido. Felizmente temos bons exemplos no Brasil de como a boa mídia pode ser parceira da família e da escola construindo uma educação de qualidade. Podemos citar, entre outras: a TV Escola, o canal Futura, a TV Supren, a TV Cultura, as TVs Universitárias e as TVs Comunitárias. A democratização dos meios de comunicação é uma meta prioritária para que esses bons exemplos possam ser ampliados e acessíveis a todos os brasileiros.

Educar x Deseducar

Neste jogo vamos torcer e contribuir para que a Educação vença de goleada. Nesse cenário certamente teremos um governo – executivo, legislativo e judiciário – melhor e avançaremos na democracia. É pertinente lembrar três pensamentos:

“A educação é um processo social, é desenvolvimento. Não é a preparação para a vida, é a própria vida.” – John Dewey

“É no problema da educação que assenta o grande segredo do aperfeiçoamento da humaninade.” – Emmanuel Kant

“A boa educação é moeda de ouro. Em toda a parte tem valor.” – Antônio Vieira


(Isaac Roitman , para o Blog da Política Brasileira, 15/08/2017)


Notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3º
Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Cep: 20030-060

[+55] (21) 3907-8100

[+55] (21) 3907-8101

Fale conosco

webTexto é um sistema online da Calepino