Português > Notícias > Artigo em memória de Bráulio Magalhães Castro


OBITUÁRIO

Artigo em memória de Bráulio Magalhães Castro

  • Compartilhe:

Publicado em 19/01/2018

Membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), Isaac Roitman  presta homenagem ao Acadêmico Bráulio Magalhães Castro .

Faleceu no dia 04 de janeiro de 2018, aos 83 anos de idade o professor, pesquisador, médico e pioneiro da Universidade de Brasília, Bráulio Magalhães Castro. Graduou-se em Medicina em 1961 pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Trabalhou com Haity Moussatché  no Instituto Oswaldo Cruz e com Walmor Chagas Melo na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Durante 1972 a 1974 fez um pós-doutorado no Brain Research Institute – School of Medicine , University of California – Los Angeles (UCLA).

Começou seu trabalho na UnB em 1966 como professor visitante do Departamento de Medicina Especializada da Faculdade de Ciências Médicas. A partir de 1971, foi professor titular do Departamento de Biologia Animal do Instituto de Ciências Biológicas. Juntamente com Heloisa Magalhães Castro e Paulo Espírito Santo Saraiva criou o Laboratório de Neurobiologia. Esse laboratório tornou-se referência em neurologia experimental e modelagem comportamental em marsupiais e no estudo comparativo da organização do córtex visual de primatas e na visão de cores em macacos do Novo Mundo.

Mais recentemente com a participação dos professores Carlos Alberto Bezerra Tomaz, Maria Clotilde Henrique Tavares e Valdir Filgueiras Pessoa o Laboratório de Neurobiologia expandiu seus campos de estudos tornando-se o Laboratório de Neurociências e Comportamento com as seguintes linhas de pesquisas: neurobiologia da memória e das emoções; análise comparativa da visão; aplicações terapêuticas da estimulação magnética transcraniana; cognição em primatas e visão de cores em primatas. Nesse ambiente científico singular vários estudantes da UnB tiveram oportunidade de serem estimulados na neurociência, entre eles, Sidarta Ribeiro, diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Após a sua aposentadoria na UnB, exerceu de 2001 a 2003 o cargo de diretor técnico da Secretaria Municipal de Saúde de Luziânia (Goiás) e de 2005 a 2007 de diretor da Faculdade de Medicina do Planalto Central (UNIPLAC).

Desde 1981, ele foi membro titular da Academia Brasileira de Ciências. Bráulio de Magalhães Castro faz parte agora da história da UnB como referência de sua postura humana e acadêmica.


(Isaac Roitman, para o UnB Notícias, 18/01/2018)



Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3º
Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Cep: 20030-060

[+55] (21) 3907-8100

[+55] (21) 3907-8101

Fale conosco

webTexto é um sistema online da Calepino