en_US
Ciências Matemáticas | PERMANENT MEMBER

Said Najati Sidki

(SIDKI, S.)

23/01/1941
Brasileira
06/06/2006

Nascido em 23 de janeiro de 1941, em Jerusalém- Palestina. Teve sua educação primária e secundária em Beirute, Líbano. Formou-se com Bacharelado em Matemática da American University of Beirut em 1963, com bolsa da Unerwa. Obteve seu Mestrado em Matemática da University of Kansas, em 1965, com a tese “Isomorphisms, Dualisms and Property (*) of subgroup lattices”, sob a orientação de William R. Scott. Obteve seu Ph.D. em Matematica da University of Kansas, em 1967, sob a orientação de Lee Sonneborn, com a tese “The group of automorphisms of a finite group”. Foi Professor Assistente em Missouri University, St. Lous, em 1967-68, e na Universidad del Oriente, Venezuela em 1968-1970. Fez estágio de pós-doutorado na University of Chicago, em 1970-71. Foi contratado pela Universidade Brasília como Professor Associado em setembro de 1971. Atualmente é Professor Titular Emérito na Universidade de Brasília e Pesquisador I A do CNPq. Assumiu posições de Professor e Pesquisador Visitante nas universidades de Michigan, Michigan State e Texas A&M nos Estados Unidos, Alberta no Canadá, RWTH em Aachen na Alemanha, Birmingham no Reino Unido, Geneva e Lausanne na Suíça. Seus primeiros trabalhos se concentraram em investigar a noção de permutabilidade entre grupos, definindo permutabilidade fraca e estabelecendo um critério de finitude e não simplicidade para grupos, com aplicações em grupos lineares clássicos e em grupos de homotopia. Numa segunda linha voltada para grupos residualmente finitos, construiu com N. Gupta grupos de Burnside com propriedades fractais definidos sobre arvores regulares. Esses grupos, juntamente com os de R. Grigorchuk, formam a base de uma teoria em pleno desenvolvimento, com aplicações em automata, probabilidade e dinâmica discreta. Foi Chefe do Departamento de Matematica da UnB, Coordenador do Comitê Assessor do CNPq, Membro do CTC do IMPA, Coordenador do projeto Álgebra da FAPDF. Foi editor do Boletim da Sociedade Brasileira de Matemática e atualmente é editor do Journal of Group Theory. Implantou, em 1973, juntamente com Adilson Gonçalves, a Escola de Álgebra de âmbito nacional. Foram realizadas desde então 18 Escolas em diversas regiões do país. Orientou teses de doutorado de Norai Romeu Rocco, Claus Halkjaer, Ana Cristina Vieira de Souza, Carlos Frederico do Amaral Cid, Edméia Fernandes da Silva e de Adilson Berlatto. Pertence à Sociedade Brasileira de Matemática e à American Mathematical Society.