pt_BR

Acadêmico, contribua com o Fórum Político de Alto Nível 2024

O Fórum Político de Alto Nível sobre Desenvolvimento Sustentável 2024 (HLPF 2024) será realizado de 8 a 17 de julho em Nova York, EUA, com o tema “Reforçando a Agenda 2030 e erradicando pobreza em tempos de múltiplas crises: a entrega eficaz de soluções sustentáveis, resilientes e inovadoras”. O encontro internacional acontece sob os auspícios do Conselho Económico e Social das Nações Unidas (Ecosoc), das Nações Unidas, e busca soluções viáveis para avançar a Agenda 2030.

Como todos os anos, o Conselho Internacional de Ciência (ISC, da sigla em inglês) mobilizará especialistas dos seus membros e redes para contribuir para as discussões oficiais como oradores, fazer declarações e participar em eventos paralelos oficiais.

Membros da Academia Brasileira de Ciências interessados em contribuir deverão mandar e-mail para olivia.tighe@council.science até o dia 20 de junho.


Sobre o Fórum Político de Alto Nível 2024

O Fórum em 2024, mantendo em mente o caráter indivisível dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (17 ODS), irá abordar em profundidade os seguintes temas:

ODS 1 – Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

ODS 2 – Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e a melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável;

ODS 13 – Tomar medidas urgentes para combater as alterações climáticas e os seus impactos;

ODS 16 – Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis ​​e inclusivas a todos os níveis;

ODS 17 – Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a Parceria Global para o Desenvolvimento Sustentável.

Acadêmico, inscreva-se para receber alunos pelo Programa Aristides Pacheco Leão 2024-2025

Começou hoje o prazo para que membros titulares e afiliados da Academia Brasileira de Ciência (ABC) manifestem interesse de receber estagiários de graduação através do Programa Aristides Pacheco Leão 2024 – 2025. O estágio será realizado num período mínimo de 35 dias e máximo de 50 dias, entre janeiro e julho de 2025.

Esta é a primeira vez que membros afiliados também poderão receber alunos. De acordo com as disposições do programa, cada titular poderá receber até dois alunos, enquanto cada afiliado poderá receber um aluno. Ao todo, serão disponibilizadas 120 bolsas com recursos para transporte e manutenção do aluno proporcional aos dias de estágio, além de até R$10 mil para a execução do projeto de Iniciação Científica (IC). Os recursos para o programa são concedidos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Para participar como orientador, manifeste sua intenção através deste formulário. O prazo limite para submissão é 28 de junho de 2024.

Os acadêmicos que aceitarem participar, serão orientados a se cadastrarem no sistema SAGe da FAPESP, para a submissão da proposta de projeto.

Clique aqui para saber todos os detalhes do PAPL 2024 – 2025.

Saiba mais

O Programa Aristides Pacheco Leão de Estímulo a Vocações Científicas (PAPL) foi criado pela Academia Brasileira de Ciências (ABC) em 1994 para oferecer a universitários vocacionados para a atividade científica a oportunidade de estagiar em laboratórios dirigidos por membros titulares da ABC, com linhas de pesquisa definidas e reconhecidamente produtivas. 

O nome do programa é uma homenagem ao eminente neurofisiologista professor Aristides Pacheco Leão, que presidiu a ABC entre 1967 e 1981. Em 1993, tornou-se presidente emérito, em homenagem póstuma.

O objetivo é permitir que estudantes de graduação estagiem em instituição de pesquisa, sendo recebidos por pesquisadores membros titulares e afiliados da ABC. O estudante deverá ter contato com um projeto científico em andamento e deverá ajudar em sua execução.

Os recursos da chamada serão destinados a dois grupos:

– Grupo 1: bolsas na modalidade EVC (Estímulo a Vocações Científicas), de até R$ 20 mil cada uma, para alunos do estado de São Paulo visitando instituições de ensino e pesquisa em outros estados do Brasil.

– Grupo 2: bolsas na modalidade EVC, de até R$ 20 mil cada uma, para alunos de outros estados visitando instituições de ensino e pesquisa no estado de São Paulo.

Cada bolsa na modalidade EVC compreende recursos para manutenção do aluno e para realização do projeto, que serão concedidos como material de consumo e serviços de terceiros. Caso a quota destinada a cada grupo não seja atingida, ela poderá ser utilizada pelo outro grupo.

Na edição da chamada de 2024/2025, ano em que o PAPL completa 30 anos, foi ampliada de 25 para 60 a quantidade de bolsas disponibilizadas para cada grupo.

Esta edição também aumenta de um para dois o número de bolsistas que membros titulares da ABC podem supervisionar, e os membros afiliados podem supervisionar um bolsista. Todos os membros titulares e afiliados da ABC interessados em receber bolsistas EVC do programa PAPL deverão estar cadastrados no SAGe (Sistema de Apoio a Gestão da Fapesp).

Outra novidade neste ano é que o bolsista deverá compartilhar as informações da experiência da mobilidade e do tema de pesquisa, com linguagem acessível, através da confecção de material de divulgação científica no formato de livre escolha (vídeos, podcast, entre outros). O material será avaliado como Relatório Científico final do estágio, e poderá servir como divulgação da Chamada pela Fapesp e ABC.

O período da visita para a realização das atividades deverá ocorrer entre janeiro e julho de 2025. A duração da visita deverá ser de 35 a 50 dias.

ABC abre vaga para assessor de comunicação social

 

 

 

 

EDITAL DE ABERTURA DE PROCESSO SELETIVO Nº 04/2024

A ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS torna publica a abertura do Processo Seletivo, para preenchimento da vaga de ASSESSOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL, de acordo com as especificações abaixo:

SOBRE A VAGA

Setor: Gerência de Comunicação da ABC
Carga horária: 40h/semanais
Valor do salário mensal: R$ 6.544,26 (seis mil, quinhentos e quarenta e quatro reais e vinte e seis centavos)
Benefícios: vale refeição/alimentação, no valor de R$ 38,96 por dia + vale transporte + plano de saúde
Local de trabalho: Rio de Janeiro/RJ – PRESENCIAL

É exigido curso superior, com experiência de um ano em jornalismo (necessária a comprovação), redação excelente e inglês avançado.

É desejável experiência em jornalismo científico; em comunicação institucional; em cobertura de eventos científicos internacionais; em entrevistar pessoas em inglês; em gerenciamento de conteúdo em site, em sistema de webtexto; em postagem em redes sociais; em elaboração de relatórios institucionais. Todos esses itens devem ser comprovados.

É necessário ter disponibilidade para viagens.

As atividades do profissional contratado envolvem fazer a cobertura jornalística de eventos e atividades da ABC ou de parceiros; redigir textos curtos adequados à cada uma das redes sociais da ABC; assessorar o gerente na supervisão de estagiários, caso haja; analisar e sugerir a implantação de tecnologias disponíveis no mercado; assessorar o gerente no desenvolvimento de novas ideias para divulgação da ABC; substituir o gerente do setor, na sua ausência; participar de ações de marketing; outras atividades definidas em conjunto com a gerência de comunicação da ABC, a quem o contratado deve responder diretamente.

PROCESSO DE SELEÇÃO

O processo de seleção será conduzido por uma Comissão de Seleção a ser nomeada pela Diretoria. Ela deve ser formada por no mínimo 3 (três) membros, dos quais, no máximo, 1/3 deles serão funcionários ou dirigentes da ABC.

1. DAS ETAPAS

1.1 – Análise curricular (Etapa Eliminatória), que requer envio de:

1.1.a) Currículo em formato pdf contendo link do Linkedin e dos perfis das redes sociais que possui, além do link para CV Lattes;

1.1.b) Carta de apresentação de até uma lauda relatando seu percurso, interesses, objetivos profissionais e motivos pelos quais acha que tem perfil adequado para essa vaga;

1..1.c) Portfolio comprovando as experiências requeridas nesse Edital.

1.2 – Exame de redação

1.3 – Entrevista

OBS.: NÃO SERÃO CONSIDERADAS AS INSCRIÇÕES DE CANDIDATOS QUE NÃO ENVIAREM TODO O MATERIAL SOLICITADO.

2. INFORMAÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO DO PROCESSO DE SELEÇÃO

  • O prazo para o envio do material necessário para Análise curricular será até o dia 27 de junho de 2024.
  • O envio dos currículos deve ser feito por meio de correio eletrônico vagas@abc.org.br com mensagem sob o título: VAGA GCOM | NOME DO CANDIDATO.
  • É vedada a participação no Processo de Seleção de parentes consanguíneos ou afins, de funcionários ou Membros da ABC.

3. DA CONVOCAÇÃO

  • A convocação far-se-á através de contato telefônico ou por e-mail. Conforme dados fornecidos no currículo do candidato.
  • A convocação do candidato selecionado ocorrerá obedecendo a ordem de classificação, caso o candidato ocupante do 1º lugar da ordem de classificação, não estiver disponível para ocupar a vaga, será chamado o candidato selecionado na ordem subsequente de classificação.

4. DISPOSIÇÕES FINAIS

Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Seleção.

Rio de Janeiro, 27 de maio de 2024.
ACADEMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS

Prorrogação: vaga de estágio aberta na editoria dos Anais da ABC

A Academia Brasileira de Ciências (ABC) abriu processo seletivo para vaga de estágio na editoria dos Anais da ABC (AABC). A carga horária é de 30h semanais, com bolsa de R$ 1.200, vale alimentação de R$ 38,96 por dia e auxílio transporte no valor de R$320,00. A ABC fica no Centro do Rio de Janeiro.

Publicados pela primeira vez em 1929, os Anais da ABC são a mais antiga revista científica em circulação contínua no país. Seu conteúdo é multidisciplinar e recebe submissões de autores do Brasil e do exterior, fazendo parte da biblioteca eletrônica online Scielo. Atualmente, o editor-chefe dos AABC é o membro titular Alexander Kellner.

O candidato deve estar matriculado em curso superior de LETRAS-ESPECIALIDADE PORTUGUÊS/INGLÊS, entre o 2º e o 5º período, e ter inglês avançado em leitura e escrita. O prazo foi prorrogado: os interessados devem enviar todo o material requisitado no edital até o dia 5 de maio de 2024.

Acesse o edital completo.

 

Faperj lança edital inédito para mães cientistas

No dia 2 de maio, em comemoração ao mês das mães, a FAPERJ lançou o edital inédito Apoio às Cientistas Mães com Vínculo em ICTs do Estado do Rio de Janeiro, uma parceria com o Instituto Serrapilheira e com o movimento Parent in Science. O objetivo do edital é apoiar e incentivar professoras/pesquisadoras – com vínculo empregatício em Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) sediadas no Estado do Rio de Janeiro – que se tornaram mães nos últimos 12 anos, com a concessão de auxílio pesquisa no valor de R$ 120 mil, para apoio das atividades científicas durante o período de reentrada da pesquisadora na vida acadêmica após a maternidade. Uma bolsa de Iniciação Científica poderá ser incluída neste orçamento.

É a primeira vez que o órgão de fomento à pesquisa fluminense lança um edital específico para cientistas que são mães. O projeto teve embasamento teórico e parte do financiamento pelo Parent In Science, movimento brasileiro que se tornou referência no mundo ao ganhar o “Prêmio de Mulheres Inspiradoras na Ciência”, da revista Nature, em 2021, pela divulgação de dados relevantes para os estudos acadêmicos de desigualdade de gênero. Inspirada em experiências internacionais, a iniciativa visa diminuir o esperado impacto da maternidade sobre as atividades acadêmicas da professora/pesquisadora. Igualmente de maneira inédita, o programa ora anunciado também contempla mães de pessoas com deficiência, que poderão submeter uma proposta independentemente da idade do filho ou filha.

A diretora Científica da FAPERJ, Eliete Bouskela, destaca a importância de ações de apoio à maternidade. “Desde o início de minha gestão à frente da Diretoria Científica da Fundação, ações de apoio à maternidade têm sido uma de minhas prioridades”, lembra. “Conseguimos avanços importantes, tais como licença-maternidade para as bolsistas, avaliação diferenciada do currículo Lattes de cientistas mães e permissão da rubrica de recreação infantil no edital de eventos. Este edital é mais uma ação no sentido de apoiar nossas cientistas e permitir que conciliem suas carreiras com a maternidade”, disse.

As propostas aprovadas neste edital serão financiadas com recursos no valor global de R$ 2,3 milhões, definidos na programação orçamentária da FAPERJ e/ou do Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico – FATEC; os projetos selecionados receberão dotações da FAPERJ de até R$ 110 mil cada, além de R$ 10 mil adicionais provenientes do Instituto Serrapilheira.

Para o presidente da FAPERJ, Jerson Lima, o edital é uma das ações da Fundação em atendimento a uma demanda das cientistas que encontram dificuldade de retornar, ou mesmo iniciar, uma carreira acadêmica mais consolidada após o nascimento de filhos. “É uma política pública importante para apoiar nossas cientistas e minimizar a desigualdade de gênero”, ponderou.

Para a diretora de Ciência do Serrapilheira, Cristina Caldas, o edital é um marco para o sistema de fomento brasileiro no quesito diversidade e, sobretudo, para reduzir a desigualdade de gênero na ciência nacional. “Um edital como esse sinaliza a importância de reconhecer que mulheres são especialmente afetadas por interrupções em suas carreiras, e que elas podem sim continuar sendo competitivas mesmo depois de terem filhos”, afirmou. “Sabemos do impacto que a maternidade tem na produção científica das mulheres, por isso o sistema de fomento tem que olhar com cuidado para essas interrupções, não deixando de valorizar as cientistas mães”, complementou Cristina.

Serão contempladas, ao menos 21 propostas, distribuídas para cada um dos Colégios estabelecidos pela CAPES: (1) Ciências da Vida, (2) Humanidades e (3) Ciências Exatas, Tecnológicas e Multidisciplinar proporcional a demanda recebida (Áreas de avaliação CAPES).

Segundo Fernanda Staniscuaski, professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), coordenadora do movimento Parent in Science, a iniciativa conjunta com a FAPERJ e o Instituto Serrapilheira representa uma ação pioneira no Brasil, destacando o compromisso em apoiar mães cientistas. “Ao oferecer suporte específico para a continuidade da carreira após a maternidade, esse edital não apenas reconhece os desafios enfrentados pelas mulheres na ciência, mas também promove a equidade de gênero e estimula a diversidade no ambiente acadêmico. O impacto será imenso”, avaliou.

Professora da Universidade Federal Fluminense (UFF) e presidente da Comissão Permanente de Equidade, Diversidade e Inclusão da FAPERJ, Leticia de Oliveira considera o edital um marco histórico entre as agências de fomento à pesquisa no País, já que até o presente não há editais de financiamento exclusivos para cientistas mães. “Esperamos que estas iniciativas se popularizem e contribuam de maneira efetiva para a consolidação das carreiras acadêmicas destas mulheres. Não há razão para que as mães não possam ser cientistas ou vice versa”, defendeu.

Clique e acesse a íntegra do edital no link abaixo:

Edital FAPERJ Nº 10/2024 – Programa Apoio às Cientistas Mães com Vínculos em ICTs do Estado do Rio de Janeiro

Grupo L’Oréal lança nova premiação científica voltada para a área de dermatologia de peles negras

O Grupo L’Oréal, parceiro da Academia Brasileira de Ciências na realização do prêmio Para Mulheres na Ciência, está com uma nova premiação no Brasil voltada para pesquisadores na área da dermatologia de peles negras. O Prêmio “Dermatologia + Inclusiva” busca reconhecer e estimular pesquisas realizadas no Brasil que contribuam para o avanço do estudo de questões dermatológicas de pessoas negras em quatro territórios: fotoproteção & hiperpigmentação, acne & pele oleosa, barreira da pele, couro & fibra capilar.

Para garantir imparcialidade e lisura, a seleção dos quatro vencedores da premiação é feita por uma comissão multidisciplinar de especialistas renomeados no Brasil e no mundo, que analisará os projetos quanto aos critérios técnicos de cada um. O júri é composto por Jaqueline Goes, biomédica, mestra em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa e Doutora em Patologia Humana, Sérgio Schalka, dermatologista graduado e pós-graduado pela Faculdade de Medicina da USP, Patrícia Maia Campos, farmacêutica com mestrado e doutorado na Universidade de São Paulo, Marco Rocha, dermatologista, mestre e PhD e Francisca Regina, professora Titular de Dermatologia da Universidade do Estado do Pará.

As inscrições podem ser realizadas pelo site até o dia 31 de julho de 2024.  Para participar do prêmio, o candidato precisa ter pelo menos a graduação concluída e não precisa ser necessariamente dermatologista. Qualquer pessoa que esteja realizando pesquisa científica translacional que demonstre contribuição para a área de dermatologia, incluindo pesquisadores de diversas áreas do conhecimento como ciências exatas e biológicas, voltadas para pele e cabelo de pessoas negras, pode entrar. A premiação, com valor total de R$200 mil, será concedida através de 4 prêmios individuais de R$50 mil e os vencedores serão anunciados em novembro de 2024.

Inscreva-se!

Academia Chinesa de Ciências lança programa de bolsas para pesquisadores estrangeiros

Como parte da Década das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, a Academia Chinesa de Ciências (CAS) e a Aliança de Organizações Científicas Internacionais (Anso) criaram conjuntamente o programa de bolsas CAS-ANSO. A bolsa aceita inscrições de cientistas e especialistas em cooperação internacional não-chineses para fazer visitas de curto prazo ou passar meses fazendo pesquisas in loco em instituições e universidades vinculadas a CAS. As categorias são:

Categoria I: Bolsa de Parceria ANSO

Elegibilidade: Pesquisadores sêniores e pessoal administrativo de instituições científicas e educacionais fora da China. Será dada prioridade aos membros da ANSO.

Período de tempo: 1-2 semanas.

Subsídio: RMB (Yuan Chinês) 10.000/semana + subsídio único de viagem de ida e volta.

Categoria II: Bolsa de Cientistas Visitantes da ANSO

Elegibilidade: Acadêmicos de instituições científicas e educacionais fora da China. Eles poderiam ser professores assistentes (incluindo pós-doutorandos), professores associados, professores ou profissionais de nível comparável em áreas afins.

Período de tempo: 1-6 meses.

Financiamento:

15.000 RMB/mês (antes de impostos) para professores assistentes (incluindo pós-doutorandos) ou profissionais de nível comparável. Um subsídio de viagem de ida e volta;

25.000 RMB/mês (antes de impostos) para professores associados ou profissionais de nível comparável. Um subsídio de viagem de ida e volta;

RMB 35.000/mês (antes de impostos) para professores titulares ou profissionais de nível comparável, Um subsídio de viagem de ida e volta.

Categoria III: Bolsa de ex-alunos CAS-ANSO

Elegibilidade: graduados da Bolsa CAS-TWAS / Programa de Bolsas de Mestrado CAS “The Belt and Road” / Bolsa CAS-ANSO (anteriormente conhecida como Bolsa ANSO para Jovens Talentos) que trabalham em áreas de C&T nos países e regiões da iniciativa Belt and Road chinesa

Período de tempo: 1-2 semanas.

Financiamento:

RMB 10.000/semana (antes de impostos) + subsídio de viagem de ida e volta.

A análise da primeira rodada para 2024 será realizada entre 11 de maio de 2024 e meados de junho. As inscrições recebidas após 10 de maio de 2024 não serão processadas até a próxima rodada de análise (horário a ser determinado posteriormente).

Para mais informações, acesse.

Prêmio Marta Vanucci para Mulheres na Ciência do Oceano está com inscrições abertas

O Prêmio Marta Vannucci para Mulheres na Ciência do Oceano busca destacar e reconhecer o trabalho de mulheres que atuam na produção de conhecimento sobre o mar no Brasil e para o fortalecimento da participação de mulheres na ciência, inspirado na trajetória e pioneirismo da bióloga Marta Vannucci (1921 – 2021), membra da Academia Brasileira de Ciências e pioneira nos estudos oceanográficos brasileiros.

Idealizado pela Cátedra UNESCO para Sustentabilidade do Oceano, ligada ao Instituto Oceanográfico e Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, pela Liga das Mulheres pelo Oceano e pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) o prêmio incentiva a equidade de gênero no avanço de uma ciência justa, equilibrada, criativa e produtiva.

O prêmio se divide em duas categorias: Cientista Inspiração Sênior, para pesquisadoras consolidadas, com mais de 20 anos de carreira científica na área; e Jovem Cientista, para pesquisadoras com menos de 35 anos e que concluíram doutorado há, no máximo, seis anos. Inscrições vão até o dia 15 de abril.

Para mais informações e inscrições, acesse.

 

 

 

teste