pt_BR

Matheus Pereira Porto

Graduação (2007), mestrado (2010) e doutorado (2013) em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. 
 
Professor Adjunto do Departamento de Engenharia Mecânica da UFMG (2014-atual), credenciado ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica da UFMG. Orientador de Mestrado e Doutorado. Doutor em Engenharia Mecânica pelo Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica da UFMG e UCSD (University of California, San Diego), 2013. Pesquisador Pq-CNPq na área de armazenamento de energia renovável (2017-atual). Sua linha de pesquisa inclui armazenamento de energia elétrica renovável por meios não convencionais, utilizando ciclos termodinâmicos com fluidos ecologicamente sustentáveis (ar, água e CO2), com foco em ciclos de CO2 supercrítico. Área de interesse: termometria, focado no desenvolvimento de tecnologias relacionadas à estimativa de emissões de gases de efeito estufa e créditos de carbono, desempenho energético de usinas fotovoltaicas, desenvolvimento de termômetros termodinâmicos e equações de estado para a região pseudocrítca do CO2. Disciplinas: termodinâmica clássica e transmissão de calor.

Pedro Pedrosa Rebouças Filho

Graduação (2007) em Mecatrônica Industrial pelo Instituto Federal do Ceará (IFCE), Mestrado (2009) e Doutorado (2013) em Engenharia de Teleinformática na Universidade Federal do Ceará (UFC) e Pós-Doutorado na Universidade do Porto/Portugal (2016). 

Professor Associado do Departamento da Indústria do IFCE Fortaleza, coordenador do Laboratório de Processamento de Imagens, Sinais e Computação Aplicada (LAPISCO-IFCE) e bolsista de Produtividade em Pesquisa 2 do CNPq.

Ppesquisador e líder do Grupo de Pesquisa cadastrados no CNPq chamado Laboratório de Processamento de Imagens, Sinais e Computação Aplicada (LAPISCO), em que é mais que um espaço físico e é onde realiza suas pesquisas acadêmicas e desenvolvimento tecnológico desde 2012 dentro do IFCE, executando projetos tecnológicos junto à empresas e órgãos de fomento. Tem experiência na área de Sistema de Computação, atuando principalmente nas linhas de pesquisa voltadas para Computação Aplicada, Sistemas Inteligentes, Visualização e Processamento 3D, com interesse específico em Reconhecimento de Padrões, Inteligência Computacional Aplicada, Processamento e Análise de Sinais, Processamento e Análise de grande volume de dados (Big Data), Sistemas Móveis e Computação em Nuvem.

Em 2021 recebeu EEE Senior Member, IEEE. Também em 2021 – BRICS Young Scientist Award to participate of BRICS Young Scientist Forum (BRICS YSF) as speaker about “Cyber Physical system (CPS) and real life applications”. MCTI from Brazil and STI from India., MCTI from Brazil and Science, Technology, and Innovation (STI) from India. Em 2019 recebeu BRAGFOST Young Scientist Award to participate of Brazilian-German Frontiers of Science and Technology Symposia (BRAGFOST) as speaker about “Aid to medical diagnosis using applied computational intelligence”, CAPES and Alexander von Humboldt Foundation.

Palavras-chave: Inteligência Computacional Aplicada, Visão Computacional, Big Data.

Gabriela Ribeiro Pereira

Graduação em Fisica – Habilitação em Fisica Médica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (2004), mestrado (2006) e doutorado (2010) em Engenharia Nuclear pela UFRJ.

Professora Associada do Programa de Engenharia Metalúrgica e de Materiais (PEMM) da COPPE/UFRJ. Chefe da área de Ensaios Não Destrutivos do Programa de Engenharia Metalúrgica e de Materiais (PEMM) e vinculada ao Laboratório de Ensaios não Destrutivos, Corrosão e Soldagem (LNDC), Coordenadora do Programa de Engenharia Metalúrgica e de Materiais – COPPE/UFRJ e Vice-Chefe do Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais POLI/UFRJ. Tem experiência na área de Engenharia de Materiais e Metalúrgica, com ênfase em Ensaios Não Destrutivos, atuando principalmente nos seguintes temas: Ultrassom, Phased Array, Termografia, Ensaios Magnéticos, Radiografia, Microtomografia por Transmissão de Raios X, PoD e desenvolvimento de sensores. Suas pesquisas estão focadas no desenvolvimento de metodologias de inspeção e estudo de técnicas não destrutivas para avaliação estrutural e caracterização de diferentes materiais utilizados na indústria.

Em 2020 recebeu o Prêmio Giulio Massarani na categoria docente jovem, COPPE/UFRJ. Também em 2020 recebeu o Prêmio Plinio Cantanhede 2020, pelo Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás – IBP.

Horácio Antonio Braga Fernandes de Oliveira

Graduação em Ciência da Computação (2003) pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM, mestrado (2005) e doutorado (2008) pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Fez pós-doutorado na Universidade da Califórnia, Irvine, Estados Unidos (2020).

Professor associado de ciência da computação na UFAM. Os seus interesses de pesquisa incluem algoritmos de localização e sincronização, algoritmos distribuídos, Internet das coisas e redes sem fio ad hoc, veiculares e de sensores.

Em 2015 recebeu o prêmio Best International Paper, ISCC 2015 – The Twentieth IEEE Symposium on Computers and Communications, IEEE Symposium on Computers and Communications. Em 2010 recebeu Menção Honrosa pelo Melhor Trabalho de Iniciação Científica em Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Amazonas.

Jussara Marques de Almeida

Graduação (1994) e mestrado (1997) em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG e pela University of Wisconsin, Estados Unidos (1999). Doutorado em Ciência da Computação pela também pela Universidade de Wisconsin (2003).

Professora adjunta da UFMG. Suas pesquisas são na área de Ciência da Computação, com ênfase em análise e modelagem de desempenho de sistemas distribuídos em larga escala, caracterização de cargas de trabalho e de padrões de comportamento de usuários e computação social.

Em 2019 recebeu Menção Honrosa do Prêmio CAPES de Tese da área de Ciência da Computação pela CAPES. Em 2018 teve a Melhor tese de Doutorado em Ciência da Computação da UFMG orientando o aluno Fabiano Belém.

Eduardo Freire Nakamura

Graduação em Engenharia Elétrica (1998) pela Universidade Federal do Amazonas – UFAM, mestrado (2001) e doutorado (2007) em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

Atualmente é professor adjunto do Instituto de Computação da Universidade Federal do Amazonas. De 2012 a 2014, foi Diretor de Tecnologia da da Fundação Centro de Análise Pesquisa e Inovação Tecnológica, sendo responsável pela captação e execução de projetos de P&D junto à indústria. Na FUCAPI também foi professor e pesquisador entre os anos de 1998 e 2014, atuando nos cursos de graduação em Engenharia da Computação, Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Suas pesquisas focam a área de Ciência da Computação, com ênfase em Redes de Sensores sem Fio, atuando principalmente nos seguintes temas: rotemamento, comunicação, fusão de dados, inferência, estimação.

Em 2020 teve o Melhor Artigo no IX Brazilian Workshop on Social Network Analysis and Mining (BrasNAM) pelo trabalho “Criação e Caracterização de um Corpus de Discurso Sexista em Português”, Sociedade Brasileira da Computação (SBC).

 

José Alexander Araújo

Graduação (1994) pela Universidade Federal de Uberlândia, mestrado (1996) pela Universidade de Brasília e doutorado (2000) pela Universidade de Oxford, Inglaterra, todos em Engenharia Mecânica. Estágio de pós-doutorado (2020) no Instituto Superior Técnico, em Portugal.

É Professor Titular do Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Tecnologia – UnB, Membro do Comitê de Seleção Capes-Humboldt e do Grupo Assessor Especial (GAE) da Diretoria de Relações Internacionais da CAPES. Atua como Diretor Secretário da Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos-Finatec (mandato 2019-2021), que é a fundação de apoio da UnB. Foi Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Mecânicas da UnB, chefe e vice-chefe do Departamento de Engenharia Mecânica da UnB. Suas pesquisas envolvem Engenharia Aeroespacial, com ênfase nos temas Fadiga Multiaxial, Fadiga por Fretting e Mecânica da Fratura, modelagem, simulação numérica e testes de Fadiga em Cabos Condutores de Energia. 

Em 2007 recebeu o Prêmio UnB de Pesquisa 2007 – Área de Ciências Exatas e Engenharias – Categoria Jovem Pesquisador, UnB.

Edleno Silva de Moura

Graduação em Processamento de Dados (1994) pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e doutorado em Ciências da Computação (1999) pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) onde também realizou estágio de pós-doutorado em 2010.

É coordenador do Programa de Pós-Graduação em Informática da UFAM. Tem atuado em ações de empreendedorismo e transferência tecnológica, tendo sido um dos fundadores da Akwan S/A, empresa que foi transformada em centro de pesquisa da Google no Brasil, um dos fundadores da Zunnit S/A, empresa que atua no desenvolvimento de sistemas de recomendação e sócio fundador da Neemu S/A, empresa sediada em Manaus que foi vendida e incorporada à LINX S/A em 2015, empregando até hoje dezenas de egressos da UFAM, incluindo vários mestres e doutores. Também ajudou a implantar o centro de engenharia da Méliuz S/A em Manaus em 2018 e o Hub de desenvolvimento da Jusbrasil em Manaus em 2020. Suas pesquisas incluem assuntos como Classificação Automática de Documentos na Web, Coleta de Dados na Web, Mecanismos de Cache, Uso de Compressão de Dados em Sistemas de Recuperação de Informação e Modelagem de Sistemas de Recuperação de Informação.

Em 2007 recebeu o prêmio José Mauro de Castilho, Comissão especial de Banco de Dados da Sociedade Brasileira de Computação.

teste