pt_BR

Joana Portugal Pereira

Doutora em Engenharia Ambiental pela Universidade de Tóquio, no Japão, realizou pós-doutorado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com atuação na área de inovação tecnológica de baixo carbono, com ênfase em Bioenergia. Ela é Professora Adjunta da UFRJ e suas pesquisas se desenvolvem na extensão sobre avaliação ambiental e planejamento energético, com participação em projetos internacionais apoiados por instituições estrangeiras e nacionais

Francisco Thiago Sacramento Aragão

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Nebraska, nos Estados Unidos, é Professor Associado da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Sua pesquisa foca em ensaios e modelagem de materiais de pavimentação e na implementação de características dos materiais em modelos mecanísticos de projeto e análise de pavimentos. Tem interesse nos seguintes tópicos: sustentabilidade na pavimentação asfáltica, caracterização avançada de materiais asfálticos, reologia de ligantes asfálticos, comportamento mecânico de misturas asfálticas, teoria da viscoelasticidade, modelagem microestrutural e em multiescala, mecânica da fratura e método dos elementos finitos.

Ramón Raudel Peña Garcia

Ramón Raudel Peña Garcia é doutor em ciência de materiais, com pós-doutorado em física pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), sendo bolsista do Programa Nacional de Pós-doutorado (PNPD-Capes) e posteriormente da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe). É  professor efetivo da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Física da Unidade Acadêmica do Cabo de Santo Agostinho (Uacsa).  Desenvolve pesquisas em física da matéria condensada e ciência dos materiais, atuando principalmente na síntese de materiais magnéticos, semicondutores e semicondutores magnéticos diluídos. Também estuda propriedades magnéticas, óticas, morfológicas e faz análises quantitativas de estruturas cristalinas usando o método de Rietveld, assim como desenvolve estratégias para melhorar a eficiência de semicondutores direcionados para fotocatálise.

Manuel Noel Paul Georges Houmard

Manuel Houmard é doutor em engenharia de materiais, mecânica e energética pelo Instituto Politécnico Nacional de Grenoble (INPG), na França. Fez pós-doutorados em engenharia dos materiais e metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pelo Laboratório Nacional de Lawrence Berkeley, (LBNL), nos Estados Unidos. Suas pesquisas em ciência dos materiais envolvem nanotecnologia, materiais cerâmicos, materiais cimentícios, materiais porosos, recobrimentos finos, síntese sol-gel, sistema TiO2-SiO2, biomateriais, materiais híbridos, aços inoxidáveis.

 

Segen Farid Estefen

Doutor em engenharia civil, pelo Imperial College London – South Kensington Campus, ICL, Inglaterra com pós-doutorado em engenharia naval e ocêanica pela Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU, sigla em inglês), na Noruega. É professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Tem contribuições científicas e tecnológicas relevantes referentes ao oceano, tendo sido pioneiro na engenharia submarina no Brasil. Em 2001 estabeleceu o Grupo de Energia Renovável no Oceano (GERO), responsável pela instalação do primeiro conversor de energia de ondas no país.

Francisco de Assis Tenório de Carvalho

Nascido em Garanhuns, Pernambuco. Fez a sua formação fundamental no Colégio Diocesano de Garanhuns dirigido pelo Monsenhor Adelmar da Mota Valença, onde o interesse pelas ciências exatas e pela engenharia foi despertado pelo professor José Victor de Oliveira Neto. Foi aprovado em sexto lugar no vestibular de 1975 para Engenharia Elétrica da UFPE.

Na graduação estudou álgebra linear com o Prof. Hildeberto Cabral, controle e automação com o Prof. Ascendino Dias e Eletromagnetismo como o Prof. Naum Fraidenraich. Foi aluno de iniciação científica do Prof. Cid B. Araújo em ótica não linear com bolsa do CNPq. Graduou-se em Engenharia Elétrica em 1980. Mestre em Ciências e Tecnologias Nucleares (UFPE 1984) sob orientação do Prof. Ragendra Narain. Doutor en Informatique des Organisations (Université Paris-IX Dauphine, 1992) sob a direção do Prof. Edwin Diday.

Foi professor auxiliar da UNICAP (1984 a 1985), professor assistente e adjunto do Departamento de Física e Matemática da UFRPE (1986 a 1992) e professor adjunto do Departamento de Estatística da UFPE (1993 a 1999). Atua como professor e pesquisador do CIn-UFPE desde 1999 onde é professor titular desde 2011. No CIn-UFPE, foi por duas vezes coordenador da pós-graduação (08/2005 a 08/2009), chefe do Departamento de Informação e Sistemas (03/2014 a 06/2021) e membro do Conselho Departamental (08/2005 a 08/2009 e 03/2014 a 06/2021).

Atuou como professor visitante em universidades estrangeiras, tais como Université Paris-Dauphine, França (em colaboração com o Prof. Edwin Diday), Seconda Università degli Studi di Napoli, Itália (em colaboração com a Profa. Rosanna Verde), Sri Jayachamarajendra College of Engineering Mysore, Índia (em colaboração com o Prof. K. Chidananda Gowda), RWTHA Aachen University, Alemanha (em colaboração com o Prof. Ivan Gesteira), Université Paris Descartes, França (em colaboração com o Prof. Mohamed Nadif), University of Campania Luigi Vanvitelli, Italia (em colaboração com a Profa. Rosanna Verde), National Research University Higher School of Economics, Rússia (em colaboração com o Prof. Boris Mirkin). Durante 22 anos (1993 a 2014) atuou como pesquisador visitante junto ao INRIA, Paris-Rocquencourt, França (em colaboração com o Dr. Yves Lechevallier).

Foi membro do Conselho Universitário da UFPE (07/2005 a 08/2009), membro do CCEPE (07/2005 a 08/2009) e membro das Câmaras de Pesquisa e Pós-Graduação (07/2005 a 08/2009).

Formou cerca de 50 alunos de IC, 25 mestres e 11 doutores.

Coordenou vários projetos de pesquisa financiados por agências de fomento (CNPq, FACEPE). Atua como árbitro de várias revistas internacionais em sua área de conhecimento. Atualmente é pesquisador 1A do CNPq. Atuou como membro do CA-CC do CNPq (07/2017 a 06/2020) e como membro da CDCT da FACEPE na área de Ciências Exatas e da Terra (08/2006 a 07/2009 e de 11/2021 a 10/2023). Em 2020 foi eleito membro titular da da Academia Pernambucana de Ciências (APC) e em 2021 recebeu o Prêmio de Mérito Científico da SBC (Sociedade Brasileira de Computação).

As suas contribuições científicas foram realizadas em Aprendizagem de Máquina, com ênfase em aprendizado não supervisionado e aprendizado de máquina à partir de dados simbólicos, descritos por variáveis que podem assumir como valor um conjunto de categorias, um intervalo, ou uma distribuição empírica (histograma).

Foi o primeiro a trabalhar nessa área no Brasil tendo proposto métodos originais para a previsão de séries temporais, regressão, agrupamento, co-clustering e mapas auto-organizáveis de Kohonen (SOM) para dados de tipo intervalo. Também propôs métodos para o agrupamento, co-clustering e SOM para dados descritos por variáveis de tipo histograma. Outras contribuições de destaque foram os trabalhos de agrupamento e SOM para dados relacionais multi-view e os trabalhos de agrupamento baseado em funções de kernel com ponderação automática das variáveis descritoras.

Publicou mais de 230 artigos em periódicos de alto impacto e conferências de reconhecida qualidade. Os trabalhos publicados tem boa repercussão (h-indice 33 no Google Acadêmico, 24 no Scopus e 21 no Web of Science).

Segundo estudo da Plos Biology/Elsevier (https://elsevier.digitalcommonsdata.com/datasets/btchxktzyw),
está na faixa de 1% dos cientistas mais influentes do mundo na área de Inteligência Artificial e Processamento de Imagens ao longo de toda a sua carreira e na faixa de 2% dos cientistas mais influentes do mundo na mesma área nos anos de 2019, 2020 e 2021.

Também segundo estudo da Neural Computing and Applications (https://doi.org/10.1007/s00521-020-05395-4), é um dos 50 autores mais influentes e foi o décimo quarto autor mais produtivo (dentre 13970) na área de automatic clustering algorithms considerando um período de 30 anos (entre 1989 e 2019).

Contribuiu para a consolidação da área de aprendizado de máquinas no Brasil como autor, revisor de artigos e membro de comitês de programa de eventos da área (SBIA, SBRN, BRACIS, ENIAC, KDMILE, CBSF). Foi membro titular da Comissão Especial de Redes Neurais (CERN) da SBC (2008 a 2009) e da Comissão Especial de Inteligência Artificial (CEIA) da SBC (2010 a 2014). Foi eleito membro do conselho da International Association for Statistical Computing – IASC (2009 a 2013). Foi membro do comitê executivo da Latin American Regional Section (LARS) of IASC (2017 a 2020).

——————

Celina Miraglia Herrera de Figueiredo

Doutora em engenharia de sistemas e computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com pós-doutorado na Universidade de Waterloo, no Canadá. É professora titular do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da UFRJ, onde coordena o Núcleo de Excelência em Algoritmos Randomizados, Quânticos e Aproximativos: Projeto, Análise e Implementação de Soluções Eficientes para problemas Combinatórios Fundamentais. É pesquisadora na área de ciência da computação, com ênfase em teoria da computação, e lidera o grupo de algoritmos e combinatória da Coppe/UFRJ, atuando principalmente nos seguintes temas: teoria dos grafos, algoritmos e complexidade computacional.

Miriam Cristina Santos Amaral

Graduação (2006) em Engenharia Química pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Mestrado (2007) e doutorado (2009) em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos também pela UFMG.

Professora adjunta do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG. Atua nas seguintes áreas: caracterização específica de efluentes industriais e domésticos, tratamento biológico, físico-químico e conjugado de efluentes com ênfase nos processos de separação por membranas (microfiltração, ultrafiltração, nanofiltração, osmose inversa, biorreatores com membranas e contactores de membranas).

Em 2021 recebeu o IV Prêmio de Boas Práticas Ambientais Tecnologias Sociais e Sustentáveis, Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado de Minas Gerais.

teste