Confira matéria adaptada de publicação feita em 30 de abril pela Prefeitura de Maricá:

 

O Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM) se tornou Membro Institucional Associado da Academia Brasileira de Ciências (ABC). As instituições assinaram um Protocolo de Intenções firmando a parceria no dia 29 de abril.

“Maricá agora está mais próxima da Academia Brasileira de Ciências e isso reforça nosso debate em defesa da Ciência, dando destaque às atividades científicas e de desenvolvimento tecnológico e de inovação que estão em andamento no ICTIM. Estamos unindo esforços em promover o acesso e o suporte necessários para o avanço da pesquisa”, destacou o diretor-presidente do ICTIM, Celso Pansera.

Criado pela Lei 325 de 11 dezembro de 2019, o ICTIM tem como missão institucional a pesquisa básica ou aplicada de carácter científico ou tecnológico ou o desenvolvimento de novos produtos, serviços ou processos.

Presidente da Academia, o físico Luiz Davidovich manifestou sua satisfação em ter Maricá no grupo. “É um ato simbólico importante e uma contribuição importante para a Academia. Se consolida o papel relevante que Maricá tem desempenhado e o próprio desenvolvimento da região também tem sido fantástico, com foco na Ciência, Tecnologia e Inovação”, disse.

Davidovich destacou, ainda, as realizações do ICTIM e o panorama do setor em Maricá, ressaltando que a Academia se preocupa em apoiar o progresso nas várias regiões do país. “É o desenvolvimento que nós queremos para o Brasil. Espero que essa parceria renda frutos e colaboração porque o trabalho do ICTIM tem sido muito importante e nós apostamos na Ciência, Tecnologia e Inovação como motor de desenvolvimento das cidades, nos estados e do nosso país”, complementou.

Título de Membro Institucional Associado da ABC

Tornar-se um Membro Institucional da ABC destaca o interesse da entidade no desenvolvimento da ciência brasileira. Em contrapartida, a ABC se dispõe a realizar um evento anual abordando temas de interesse de cada um dos seus membros institucionais, mediante proposta a ser detalhada em programação organizada em comum acordo.

O Estatuto da ABC dispõe, no art. 9º, parágrafo único, que o título de Membro Institucional tem caráter temporário, devendo ser validado a cada ano, a critério da Diretoria – naturalmente, enquanto houver interesse da parte da entidade admitida. Os diplomas dos novos membros institucionais costumam ser entregues durante a Cerimônia de Posse dos Novos Acadêmicos, que ocorre dentro da Reunião Magna de cada ano.

Atualmente, são membros institucionais a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), a Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Luiz Davidovich e Celso Pandera.