Mauro Martins Teixeira

Mauro Martins Teixeira
Id 1196
Nome Científico Teixeira, M. M.
E-mail mmtex@icb.ufmg.br; mmtex.ufmg@gmail.com
Profissão Médico , Pesquisador científico , Professor titular
Área de Especialização Ciências Biomédicas
Categoria Titular
Data de ingresso na ABC 05/05/2009

Nascimento

Data 00/00/0000
Cidade Estrela do Sul
Estado/Província Minas Gerais , MG
Pais Brasil

Endereço

Rua Marquês de São Vicente, 225
Gávea - Belo Horizonte - MG - 22453-900 - Brasil

Pesquisas

Mecanismos e relevância funcional do recrutamento dos leucócitos in vivo com nfase no papel dos receptores quimiotáticos e vias de transdução de sinal iniciadas por estes receptores;

Mecanismos e relevância da resolução do processo inflamatório in vivo;

Relevância dos mediadores do processo inflamatório como biomarcadores em seres humanos.

Títulos

1985 1990 Graduação, Medicina, Faculdade de Medicina da UFMG;

1991 1992 Residente em Medicina Interna Hospital das Clinicas da UFMG;

1992 1994 Doutorado em Imunofarmacologia, Department of Applied Pharmacology, National Heart and Lung Institute University of Londres;

1996 Diploma in Tropical Medicine and Hygiene, London School of Hygiene and Tropical Medicine, Londres.

Biografia

Mauro Martins Teixeira nasceu em Estrela do Sul (MG) em 1966. casado desde 1990 com Adla Betsaida, professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e tem 2 filhos, Daniel de 10 anos e Ana Maria de 4 anos. Mauro Teixeira concluir o curso médico em 1990, iniciou residência em Clínica Médica no Hospital das Clínicas da UFMG. No entanto, em 1992, após convite do Prof. Timothy Williams, mudou-se para Londres, onde realizou seu doutoramento no National Heart and Lung Institute da Universidade de Londres. A tese de doutorado intitulada Controle farmacológico do recrutamento dos eosinófilos in vivo" foi defendida em 2004 e resultou em inúmeras publicações sobre os efeitos e a relevância do AMP cíclico no controle do recrutamento de eosinófilos em modelos experimentas de alergia. Entre 1994 e 1997, realizou pós-doutoramento no próprio National Heart and Lung Institute. Neste período, publicou trabalhos pioneiros sobre o papel da quimiocina eotaxina e da proteína Gi para o recrutamento dos eosinófilos em reações alérgicas em revistas prestigiosas, como Journal of Clinical Investigation e Blood. Paralelamente ao pós-doutorado, obteve em 2006 o título de especialista em Medicina Tropical e Higiene (DTMH) pela Royal Society of Medicine da Inglaterra. Em 1997, após concurso público, ingressou como professor da UFMG, onde atualmente Professor Titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas e Coordenador do Laboratório de Imunofarmacologia. Este laboratório integrado por 6 professores associados, 4 pós-doutores, 15 doutorandos, 3 mestrandos e 17 alunos de IC. Mauro Teixeira formou 15 doutores e 9 mestres. O principal enfoque do grupo o estudo dos mecanismos de recrutamento de leucócitos durante o processo inflamatório. Nos ltimos anos, o grupo demonstrou o papel da interação entre os neutrófilos, as quimiocinas e o TNF-a na síndrome de isquemia e reperfusão. Descreveu ainda o papel fundamental da citocina IL-10 para o fenótipo não inflamatório de animais isentos de germe. Esses estudos apontam para a relevância da microbiota no controle da resposta inflamatória. Foi demonstrada também a importância da cooperação entre mediadores quimiotáticos e a enzima PI3K-gamma para o recrutamento de eosinófilos em reações alérgicas. Trabalhando com doenças parasitárias de interesse nacional, estudos pioneiros investigaram a participação das quimiocinas na tripanossomíase e na esquistossomose experimentais e humanas. Mais recentemente, o grupo tem trabalhado no desenvolvimento de um modelo experimental da infecção pelo vírus da dengue, condição que vem despertando grande preocupação de saúde pública no Brasil. Para financiar essas pesquisas, conta com o apoio da FAPEMIG, CNPq, FINEP, National Institutes of Health, Comunidade Comum Européia (FP6) e de duas empresas multinacionais, Serono Pharmaceuticals (Suíça) e Dompe S.p.A. (Itália).. Mais recentemente, o grupo recebeu um financiamento para o INCT em Dengue. O intenso trabalho de pesquisa do Mauro Teixeira resultou em mais de 200 artigos em revistas internacionais desde 1997. Tem mais de 2900 citações cadastradas na base Scopus. Destaca-se como o nico brasileiro membro do corpo editorial da influente revista British Journal of Pharmacology, e da revista Pharmacology and Therapeutics.

Participações

Membro do corpo Editorial, British Journal of Pharmacology, 2003-atual (Membro da Sociedade Britânica de Farmacologia;

Membro do corpo Editorial, Pharmacology and Therapeutics, 2005-atual;

Membro do corpo Editorial, FACULTY OF 1000 BIOLOGY, Immunology Section, Immunity to infection, 2008;

Vice-Presidente, Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental, 2009-2012;

Membro da Sociedade American de Imunologia (2007-atual).

Posições

Professor Titular
Departamento de Bioquímica e Imunologia
Instituto de Ciências Biológicas
Centro de Pesquisas René Rachou - Fiocruz
jan/2005 - presente

Professor Associado Visitante
Yeshiva University
jan/2005 - presente

Professor Adjunto
Departamento de Bioquímica e Imunologia
Instituto de Ciências Biológicas
Centro de Pesquisas René Rachou - Fiocruz
jan/2001 - jan/2005

Professor Adjunto
Departamento de Farmacologia
Instituto de Ciências Biológicas
Centro de Pesquisas René Rachou - Fiocruz
jan/1997 - jan/2000

Post-doctoral Research Fellow
National Heart & Lung Institute
University of London
jan/1995 - jan/1997


webTexto é um sistema online da Calepino