Flávio Moscardi

Flávio Moscardi
Id 1032
Nome Científico Moscardi, F.
E-mail flaviomoscardi@uel.br; fmoscardi@gmail.com
Profissão Engenheiro agrônomo , Pesquisador científico
Área de Especialização Ciências Agrárias
Categoria Titular
Data de ingresso na ABC 04/06/2003

Nascimento

Data 00/00/0000
Cidade Lucélia
Estado/Província São Paulo , SP
Pais Brasil

Endereço


Centro Nacional de Pesquisa de Soja
Caixa postal 231
Distrito da Warta - Londrina - PR - 86001-970 - Brasil

Sub-Área

Agronomia

Pesquisas

Manejo integrado de pragas.
Controle biológico de pragas.
Patologia de insetos.
Prospecção e armazenamento (coleção de referência) de entomopatógenos.
Controle microbiano de insetos.
Produção, formulação e uso de vírus entomopatogênicos para o controle de pragas.
Epizootiologia de vírus e fungos de insetos - disseminação, interação com outros agentes de controle biológico, persistência no ambiente (planta, solo).
Resistência de insetos a inseticidas microbianos e mecanismos de resistência.
Avaliação de plantas geneticamente modificadas para resistência a insetos e de vírus entomopatogênicos geneticamente modificados.
Ecologia de insetos - aspectos de populações migratórias da lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis.
Criação massal de lepidópteros associados à soja.

Títulos

Engenheiro Agrônomo - Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, SP - 1973.
M.Sc. (Entomologia) - Universidade da Flórida, Gainesville, FL, EUA - 1977.
Ph.D. (Entomologia) - Universidade da Flórida, Gainesville, FL, EUA - 1979.

Biografia

Nascido a 26 de maio de 1949, na cidade de Lucélia, SP, filho de Julio Moscardi (comerciante de autopeças) e Hilda Grasso Moscardi. Foi criado na cidade de Oswaldo Cruz, SP, desde os dois anos de idade, onde fez o curso primário, secundário e até o segundo ano científico no Colégio Municipal Benjamin Constant. Cursou o terceiro ano científico no Colégio 21 de Abril, em Lins, SP, no período noturno, ao mesmo tempo que serviu o Exército, Quarto Batalhão de Caçadores, dando baixa em maio de 1969 como terceiro-sargento. Obteve sua graduação em Agronomia na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP) em dezembro de 1973. Como estudante nessa faculdade realizou estágios no Departamento de Entomologia, mas o que marcou sua carreira futura foi o desenvolvido durante 1972 e 1973 com o Dr. Roger N. Williams, da Ohio State University, na época atuando como pesquisador convidado do Departamento de Entomologia da ESALQ. Durante esse estágio, F. Moscardi conseguiu compreender que o controle de pragas agrícolas poderia ser feito com agentes de controle biológico, em contraposição ao uso massivo de inseticidas químicos empregados no controle de pragas no País. Juntamente com outro estagiário, José Roberto Panaia, em levantamentos semanais sobre a ocorrência de pragas da soja e de seus inimigos naturais, foi encontrado um agente até então desconhecido de mortalidade da lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis, na região de Campinas, SP, que foi identificado como um vírus de poliedrose nuclear pelo dr. George Allen (Universidade da Flórida, Gainesville, EUA), tendo esse pesquisador indicado que esse tipo de vírus poderia, potencialmente, ser utilizado para o controle biológico da praga. Esse fato marcou sua carreira profissional, como informado adiante. Após sua formatura na ESALQ, foi contratado pela Embrapa em abril de 1974. De julho de 1975 a junho de 1979, realizou cursos de mestrado e de doutorado na Universidade da Flórida, sob a orientação do dr. George E. Allen, desenvolvendo teses sobre o controle da lagarta-da-soja, Anticarsia gemmatalis, através do vírus de poliedrose nuclear (VPNAg) (M.Sc.), isolado no Brasil durante o estágio com o dr. Roger N. Williams, e sobre a biologia e ecologia desse inseto (Ph.D.). De volta ao Brasil, em junho de 1979, foi alocado na Embrapa Soja, Londrina, PR, onde permanece até hoje. Nessa instituição, se destacou pelo desenvolvimento de táticas de manejo integrado de pragas, principalmente através do uso de inseticidas biológicos. Dentre suas contribuições, a que lhe trouxe amplo reconhecimento nacional e internacional foi o desenvolvimento do programa para o uso de um nucleopoliedrovirus (VPNAg) para o controle da lagarta-da-soja, que tem resultado, desde o início da década de 1980, em enormes benefícios sociais, ambientais e econômicos para o País. Esse programa é reconhecido como o de maior abrangência mundial, considerando o uso de um entomopatógeno contra uma única praga. Seu uso atinge, atualmente, mais de 1.600.000 hectares de soja por ano, com economia de cerca de R$ 30 milhões e a não utilização, nessa área, de cerca de 1,6 milhões de litros de agrotóxicos. Desde o início do programa há cerca de 20 anos, estima-se uma economia de mais de R$ 600 milhões e o não uso no meio ambiente de mais de 20 milhões de litros de agrotóxicos. Durante sua carreira, o dr. Moscardi gerou mais de 200 publicações, incluindo artigos científicos em vários periódicos reconhecidos nacional e internacionalmente, além de capítulos de livros, trabalhos completos em anais de eventos e publicações específicas da Embrapa. Tem atuado como professor participante da UFPR e UEL, nas áreas de entomologia e patologia de insetos, orientando vários estudantes de pós-graduação, bem como colaborado com cursos de pós-graduação de outras universidades. Foi Diretor-Geral da Embrapa Soja (1990 a 1995). É pesquisador 1A do CNPq, tendo atuado por dois mandatos como membro do Conselho Assessor de Agronomia dessa instituição. Foi Presidente da Sociedade Entomológica do Brasil (SEB - 8/1998 a 6/2002) e, atualmente, é seu Secretário Geral. É Membro Honorário da Sociedade Argentina de Entomologia, presidiu e tem presidido congressos nacionais e internacionais e atuado intensivamente em comitês e comissões relacionadas à sua área de atuação. É coordenador do Núcleo de Excelência em Manejo Integrado de Pragas (MIP) do Pronex/MCT. Tem atuado como membro do Comitê Editorial e como consultor ad hoc de revistas nacionais e do exterior. Tem atuado como consultor em MIP e controle biológico em vários países (como Argentina, Paraguai, Uruguai, Nicarágua, Indonésia, Filipinas, Coréia do Norte, Tanzânia e Índia). Pelas suas contribuições, o candidato foi recipiente de 23 Prêmios/Medalhas/Homenagens, como o Prêmio Jovem Cientista - 1983, primeiro lugar, CNPq e Fundação Roberto Marinho, além dos outros 7 mais importantes mencionados neste catálogo.

Comissões

Membro - Comitê para a elaboração do Programa Nacional de Pesquisa de Girassol, Embrapa - 1980.
Membro - Grupo de Especialistas da FAO/UNEP em Manejo Integrado de Pragas - 1983-1995.
Membro - Comitê Consultivo do Programa Nacional de Pesquisa em Biotecnologia, Embrapa - 1986-1990.
Membro - Conselho da Sociedade Entomológica do Brasil - 1990-1995.
Membro - Comitê Internacional (Standing Committee) do Congresso Internacional de Proteção de Plantas - 1991-1999.
Membro - Comitê Assessor de Agronomia, CNPq - 1991-1993 e 1998-2000.
Membro - Conselho Supervisor da Sociedade Brasileira de Pesquisadores em Agricultura, Florestas e Produção Animal - 1992-1998.
Membro - Conselho Internacional do Congresso Internacional de Entomologia - 1992-.
Presidente - Comitê Nacional do Programa Sistemas de Produção de Grãos - Sistema Embrapa de Planejamento - 1993-1995.
Membro - Comitê Editorial da revista científica Anais da Sociedade Entomológica do Brasil (atualmente, Neotropical entomology) - 1995-1998.
Membro - Comitê Editorial da revista científica Biological control, EUA - 1995-.
Presidente - Comissão Científica do XXI Congresso Internacional de Entomologia, Foz do Iguaçu - 1996-2000.
Presidente - Comissão Organizadora do VIII Colóquio Internacional de Patologia de Invertebrados e Controle Microbiano, VI Conferência Internacional de Bacillus thuringiensis e XXXV Reunião Anual da Sociedade de Patologia de Insetos - 1998-2002.
Presidente - Comitê Internacional (Continuing Committee) das Conferências Mundiais de Pesquisa de Soja - 1999-.
Presidente - Comissão Organizadora da VII Conferência Mundial de Pesquisa de Soja, IV Conferência Internacional de Processamento e Utilização de Soja e III Congresso Brasileiro de Soja, Foz do Iguaçu, 29 de fevereiro a 5 de março de 2004 - 2001-.

Participações

Sociedade Entomológica do Brasil.
Society for Invertebrate Pathology.
Sociedade Argentina de Entomología.
Sociedade Brasileira de Virologia.
Entomological Society of America.
Organização Internacional de Controle Biológico.

Posições

Chefe Geral
Centro Nacional de Pesquisa de Soja
Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias
jul/1990 - fev/1995

Pesquisador Científico
Centro Nacional de Pesquisa de Soja
Setor de Entomologia
Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias
jan/1979 - presente

Pesquisador Científico
Instituto de Pesquisa Agropecuária do Oeste
Setor de Entomologia
Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias
abr/1974 - dez/1978

Prêmios

Condecorações

Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico - Presidencia da República do Brasil - ago/2002

Medalhas

Medalha Paulista do Mérito Científico e Tecnológico - Governo do Estado de São Paulo - 2001

Prêmios

Prêmio Frederico de Menezes Veiga - Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias - 1991

Award of Distinction - Sociedade Internacional de Proteção de Plantas - 1995

Award in Agriculture 1996 - Academia de Ciências para o Mundo em Desenvolvimento - 1997

Láurea do Mérito Profissional - Sistema CONFEA/CREAS - 2001

Publicações Selecionadas

MOSCARDI, F. , ALLEN, G. E. and GREENE, G. L. 1981 . Control of the velvetbean caterpillar by nuclear polyhedrosis virus and insecticides and impact of treatments on the natural incidence of the entomopathogenic fungus Nomuraea rileyi. J. Econ. Entomol. vol. 74 , p. 480 - 485

MOSCARDI, F. , BARFIELD, C. S. and ALLEN, G. E. 1981 . Consumption and development of velvetbean caterpillar as influenced by soybean crop phenology. Environ. Entomol. vol. 10 , p. 880 - 884

MOSCARDI, F. 1989 . The use of viruses for pest control in Brazil: the case of the nuclear polyhedrosis vírus of the soybean caterpillar, Anticarsia gemmatalis. Mem. Inst. Oswaldo Cruz vol. 84 , p. 51 - 56

ABOT, A. R. , MOSCARDI, F. , FUXA, J. R. , SOSA-GOMEZ, D. R. and RICHTER, A. R. 1996 . Development of resistance by Anticarsia gemmatalis from Brazil and the United States to a nuclear polyhedrosis virus under laboratory selection pressure. Biological Control vol. 7 , p. 126 - 130

MOSCARDI, F. 1999 . Assessment of the application of baculoviruses for the control of Lepidoptera. Annu. Rev. Entomol. vol. 44 , p. 257 - 289

MORALES, L. , MOSCARDI, F. , SOSA-GOMEZ, D. R. , PARO, F. E. and SOLDORIO, I. L. 2001 . Fluorescent brighteners improve Anticarsia gemmatalis (Lepidoptera: Noctuidae) nucleopolyhedrovirus (AgMNPV) activity on AgMNPV susceptible and resistant strains of the insect. Biological Control vol. 20 , p. 247 - 253


webTexto é um sistema online da Calepino