Fernando de Queiroz Cunha

Fernando de Queiroz Cunha
Id 1149
Nome Científico CUNHA, F.Q.
E-mail fdqcunha@fmrp.usp.br
Profissão Cientista
Área de Especialização Ciências Biomédicas
Categoria Titular
Data de ingresso na ABC 06/05/2008

Nascimento

Data 00/00/0000
Cidade Passos
Estado/Província Minas Gerais , MG
Pais Brasil

Endereço

Rua Marquês de São Vicente, 225
Gávea - Ribeirão Preto - SP - 22453-900 - Brasil

Sub-Área

Farmacologia
Imunologia

Pesquisas

Nossa linha de pesquisa é sobre o processo inflamatório sendo que estamos interessados em 3 vertentes do processo: 1. Papel de citocinas na gênese da nocicepção inflamatória; 2. Mecanismos envolvidos na migração de leucócitos para o foco inflamatório e importância deste evento nas lesões tissulares observadas em doenças inflamatórias; 3. Importância da resposta inflamatória na evolução de sepse. 1. Papel de citocinas na gênese da nocicepção: Nossas pesquisas contribuem para o entendimento do papel fundamental das citocinas na gênese da hipernocicepção inflamatória. As citocinas são liberadas durante o processo inflamatório e estimulam a liberação dos mediadores finais que, agindo nos neurônios sensitivos induzem hipernocicepção. Entre os mediadores finais destacam-se as prostaglandinas, aminas simpáticas e endotelinas. Os resultados suportam também a hipótese que substâncias que inibem a liberação e ou ações das citocinas têm potencial terapêutico para o tratamento da dor observada em doenças inflamatórias. 2. Mecanismos envolvidos na migração de leucócitos para o foco inflamatório. Demonstramos que a migração de leucócitos in vivo induzida pela maioria das citocinas e quimiocinas depende da liberação de outros mediadores, como os leucotrienos e mesmo de outras citocinas e quimiocinas. Ou seja, a migração de leucócitos in vivo depende de mediadores que promovem a locomoção e também outros que induzem a expressão de moléculas de adesão no endotélio da microcirculação. Nossos dados sugerem também que as lesões tissulares que ocorrem durante o processo inflamatório são causadas por mediadores citotóxicos liberados pelos leucócitos que migram para o foco inflamatório. 3. Sepse: Nossos resultados contribuem para o entendimento da importância do processo inflamatório que ocorre no local da infecção para evolução da sepse. Demonstramos que o componente local da inflamação é benéfico, pois controlam o foco inflamatório, enquanto que o componente sistêmico é deletério. Fomos pioneiros em demonstrar que na sepse severa, tanto em modelos experimentais como em pacientes, ocorre falência da migração de neutrófilos para o foco infeccioso e que o grau dessa falência correlaciona-se com a severidade do processo séptico. O processo é mediado por óxido nítrico cuja liberação é estimulada pelas citocinas e proteínas de fase aguda circulantes.

Títulos

Graduação: Ciências Biológicas, Universidade de Brasília, Período 1974 a 1977.
Mestrado : Farmacologia, Faculdade de Medicina da Unversidade Federal do Ceará, Período 1978 a 1981. Orientador: Prof. Dr. Renato Sérgio Balão Cordeiro.
Doutorado: Farmacologia, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP. Período 1984 a 1988. Orientador: Prof. Dr. Sérgio Henrique Ferreira.
Pós-Doutorados:
1. Genentec Inc, San Francisco, USA. Período: Fevereiro a Julho de 1990.
2. Wellcome Reserach Lab, Departamentos de Biologia Celular e Dept. de Farmacologia, Londres, Inglaterra. Período: 1991 a 1993. Supervisores: Prof. Dr. Salvador Moncada e Prof. Dr. Foo Liew.
3. National Institute of Biological Standard and Control, Londres, InglaterraPeríodo: abril de 1995 a Setembro 19954. Universidade de Londres, "Midlesex Hospital", Departamento de UrologiaPeríodo: Abril de 1995 a Setembro 1995.

Biografia

Fernando de Queiroz Cunha nasceu em Passos, MG em Outubro/1954, filho do Sr. Joaquim Fernandes Cunha e Maria de Assis Queiroz Cunha. Realizou o curso primário no Grupo Escolar São José (1962/1965) e o secundário no Colégio Estadual Profa. Júlia Kubitschek também em Passos, MG (1966/1972). Sua formação universitária foi realizada na Universidade de Brasília, UnB, no período de 1974-1978, sendo graduado em Ciências Biológicas. Durante a graduação iniciou estágio de iniciação científica sob orientação do Prof. Dr. Renato Cordeiro. Seu projeto de pesquisa foi sobre malária experimental. Ao termino da graduação (1978) iniciou o mestrado no Departamento de Farmacologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará, sob orientação do Prof. Renato Cordeiro que havia se transferido para a UFC. O mestrado foi concluído em 1981 e o tema da dissertação foi continuidade de sua iniciação científica. Ainda durante o mestrado realizou concurso e foi admitido como Professor de Farmacologia e Fisiologia da UFC. Ao término do mestrado (1981) se transferiu para o Rio de Janeiro e foi contratado como professor de Farmacologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ. Em 1984 iniciou seu doutoramento junto ao Departamento de Farmacologia da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, USP, sob orientação do Prof. Dr. Sérgio Henrique Ferreira. Seu projeto de pesquisa foi sobre mecanismos envolvidos na migração de neutrófilos induzida por endotoxina de E. coli. Ao final do doutoramento (1987) retornou ao Rio de Janeiro e foi contratado como pesquisador titular do INCQS pertencente a FIOCRUZ. Em setembro de 1988 se demitiu da UERJ e FIOCRUZ e foi contratado como Prof. Doutor de Farmacologia do Departamento de Farmacologia da FMRP-USP. Em 1990 realizou Pos-Doutoramento na Genentec, São Francisco, USA, quando trabalhou na purificação de um Fator Quimiotáxico para neutrófilos que descreveu durante o doutorado. Realizou ainda outro pos-doutorado no período de 1991-1993 na Wellcome Research Lab, Londres sob orientação dos Prof. Dr. Salvador Moncada e Foo Liew. O projeto de pesquisa foi sobre o papel do óxido nítrico nos mecanismos de defesa, área que estava recebendo enorme atenção na literatura. Em 1995 foi aprovado em concurso para obtenção do título de Livre Docente na FMRP. Ainda em 1995 realizou outro pós-doutoramento por 6 meses na Universidade de Londres e no NIBSC (Londres) quando trabalhou com a produção de radicais livres por macrófagos estimulados com diferentes citocinas. Em 2002 foi aprovado em concurso para obtenção do título de Prof. Titular junto ao Departamento de Farmacologia da FMRP-USP, sendo chefe do Departamento desde 2005. Sua linha de pesquisa é sobre o processo inflamatório, investigando o papel de citocinas na dor inflamatória, os mecanismos envolvidos na migração de neutrófilos para o foco inflamatório e também os mecanismos fisiopatológicos envolvidos na gênese da sepse. O desenvolvimento de seus projetos de pesquisa permitiu que publicasse mais de 240 artigos e revisões em revistas de circulação internacional, os quais receberam mais de 4.200 citações. O Prof. Cunha já orientou 24 alunos de doutorado e 28 de mestrado e supervisionou 10 pos-doutores.

Comissões

Ex- membro do Comitê Assessor CNPq
Ex- membro da Comissão de Avaliação da CAPES
Assessor da FINEP
Vice-Presidente da Comissão de Pesquisa da FMRP-USP.

Participações

Sociedade Brasileira de Farmacologia e Terapêutica Experimental
Sociedade Brasileira de Imunologia
Sociedade Brasileira para Progresso da Ciência
Membro da Academia Ribeiraopretana de Ciência
Leukocyte Biology Society-USA

Posições

Chefe Departamento Farmacologia
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR
abr/2005 - abr/2009

Professor Titular -Departamento de Farmacologia
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR
nov/2002 - presente

Pesquisador Titular-Setor de Farmacologia
INCQS - Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Fundação Oswaldo Cruz
ago/1986 - nov/1987

Prof. Associado Setor de Farmacologia
Instituto de Biologia e Farmacologia
Universidade do Estado do Rio de Janeiro
mar/1981 - nov/1987

Publicações Selecionadas

CUNHA, F.Q. , FERREIRA, S. H. and BENJAMIN, C. F. 2000 . Role of Nitric Oxide in the Failure of neutrophil migration in sepsis. Journal of Infectious Diseases. vol. 182 , p. 214 - 223

CUNHA, F.Q. , SILVA, J. S. , FERREIRA, S. H. and CANETTI, C. 2001 . Tumour Necrosis Factor-alpha and Leukotriene B4 Mediate the Neutrophil Migration in Immune Inflammation. British Journal of Pharmacology. vol. 134 , p. 1619 - 1628

CUNHA, F.Q. , ALVES- FILHO, J. C. , FREITAS, A. and RUSSO, M. 2006 . Toll-like receptor 4 signaling leads to neutrophil migration impairment in polymicrobial sepsis. Critical Care Medicine vol. 34 , p. 461 - 70

CUNHA, F.Q. , ARRAES, S. M. , FREITAS, M. S. , SILVA, S. V. , PAULA NETO, H. A. , ALVES FILHO, F. I. , MARTINS, M. A. , BASILE-FILHO, A. , TAVARES-MURTA, B. M. and BARJA-FIDALGO, C. 2006 . Impaired neutrophil chemotaxis in sepsis associates with GRK expression and inhibition of actin assembly and tyrosine phosphorylation. Blood vol. 108 , p. 2906 - 13

CUNHA, F.Q. , VERRI, W. A. JR. , CUNHA, T. M. , PARADA, C. A. , WEI, X. Q. , FERREIRA, S. H. and LIEW, F. Y. 2006 . IL-15 mediates immune inflammatory hypernociception by triggering a sequential release of IFN-gamma, endothelin, and prostaglandin. Proc. Natl. Acad. Sci. U.S.A. vol. 103 , p. 9721 - 5

CUNHA, F.Q. , OLIVEIRA, F. S. , FREITAS, A. , MONTEIRO, C. , BOTELHO, P. S. M. , TEIXEIRA, M. M. , SANTOS, R. R. , RIO-SANTOS, F. and ALVES- FILHO, J. C. 2007 . Down-Regulation of CXCR2 on Neutrophils in Sepsis is Mediated by iNOS-Derived Nitric Oxide. Am. J. Respir. Crit. Care Med. vol. 175 , p. 490 - 497


webTexto é um sistema online da Calepino