Carlos Frederico Martins Menck

Carlos Frederico Martins Menck
Id 85
Nome Científico Menck, C. F. M.
E-mail cfmmenck@usp.br
Profissão Biólogo
Área de Especialização Ciências Biomédicas
Categoria Titular
Data de ingresso na ABC 28/04/1999

Nascimento

Data 00/00/0000
Cidade São Paulo
Estado/Província São Paulo , SP
Pais Brasil

Endereço

SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR
Departamento de Microbiologia
Instituto de Ciências Biomédicas
Av. Prof. Lineu Prestes, 1374
Cidade Universitária - São Paulo - SP - 05508900 - Brasil

Sub-Área

Biologia molecular
Genética
Microbiologia

Pesquisas

Estudos de reparo de DNA e suas conseqüências biológicas.

Títulos

Bacharel (Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, IB/USP - 1977.
Doutor (Bioquímica) Instituto de Química da USP, IQ/USP - 1982.
Livre docente - IB/USP - 1991.
Professor adjunto - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ - 1982 a 1985.
Professor doutor - IB/USP -/1988 a 1991.
Professor associado - IB/USP - 1992 a 1996.
Professor titular (Microbiologia) Instituto de Ciências Biomédicas da USP, desde 1996.

Biografia

Nasceu em São Paulo, em 1956, filho de comerciante e dona de casa, André Frederico Menck e Laura Martins Menck, viveu sua infância na cidade de Osasco, junto com 2 irmãos e uma irmã. Cursou sempre escolas públicas, tendo estudado seu Ginásio e Colegial no CENEART (Colégio e Escola Normal Estadual Antonio Raposo Tavares). Realizou sua Graduação em Ciências Biológicas, no Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo. Iniciou sua carreira científica em 1977, como estagiário no Laboratório do Dr. Rogério Meneghini (Depto. de Bioquímica, Instituto de Química, Universidade de São Paulo), mesmo local que fez sua pós-graduação e doutorou-se em 1982. Foi convidado pelo Dr. Roberto Alcântara-Gomes para integrar o Setor de Biofísica do Instituto de Biologia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Naquele Setor havia um núcleo de competência, que lhe permitiu o estabelecimento de um grupo de trabalho, com estudantes de iniciação científica e mestrado dedicados a realizar projetos de relevância científica. Foi importante o apoio dos Drs. Alcântara-Gomes e Renato Balão Cordeiro, que estavam empenhados em modificar os caminhos da UERJ, transformando-a em centro com massa crítica de alta qualidade. Em 1985, iniciou seu estágio de pós-doutoramento no laboratório do Dr. Alain Sarasin (IRSC, CNRS, Villejuif, França). O apoio do Dr. Sarasin, que lhe confiou a representação do laboratório em vários eventos científicos, foi fundamental para seu amadurecimento científico. Em seu retorno ao Brasil (1988) transferiu-se para São Paulo, no Depto. de Biologia, Instituto de Biociências, USP, onde contou com importante suporte da FAPESP. Conseguiu estabelecer um grupo de pesquisa com vários alunos bem qualificados que o auxiliaram no desenvolvimento de seu trabalho científico. Em 1996, assumiu como Professor Titular no Depto. de Microbiologia, Instituto de Ciências Biomédicas, USP, onde atualmente desenvolve seus trabalhos de pesquisa, auxiliando a construir um departamento jovem, com vontade de amadurecer e melhorar suas atividades científicas.
Sempre se dedicou a estudar mecanismos de metabolismo de DNA, com especial destaque em estudos da biologia molecular do Reparo de DNA e mecanismos de mutagênese. Sistemas de reparo de DNA são mecanismos celulares para proteção do genoma contra agressões físicas e químicas do ambiente celular, sendo altamente conservados em todos os seres vivos. Além do interesse acadêmico, também há evidências claras que os sistemas de reparo de DNA estão envolvidos diretamente em tumorigênese e envelhecimento.
Desenvolveu sistemas de vetores ponte, que resultaram no trabalho pioneiro de mutagênese provocada por oxigênio singlete, uma importante forma reativa da molécula de oxigênio presente em sistemas biológicos. Desde 1997, participou também em vários projetos Genoma, apoiados pela FAPESP, o que o atraiu para estudos de evolução dos sistemas de reparo de DNA. Através de estudos de genômica funcional, tem dedicado parte de seu trabalho à busca de genes novos de reparo de DNA em plantas, e, mais recentemente, na bactéria Caulobacter crescentus. Em células humanas, comprovou a possibilidade de expressão heteróloga funcional da proteína fotoliase, cuja atividade previne a indução de apoptose por luz ultravioleta. Seu trabalho permitiu também demonstrar que a apoptose é ainda dependente da transcrição do RNA e da capacidade de reparo de DNA, verificado em estudos com células deficientes nesse processo, obtidas a partir de pacientes com síndromes humanas relacionadas a reparo de DNA (xeroderma pigmentosum, tricotiodistrofia e síndrome de Cockayne). A utilização de vetores genéticos culminou com o desenvolvimento de adenovírus recombinantes portadores de genes de reparo de DNA, que apresentam alta eficiência ao complementar células de pacientes XP in vitro, Recentemente, estudos empregando camundongos deficientes em reparo, modelos para essas síndromes humanas, demonstraram que esses adenovírus previnem o aparecimento de câncer de pele nesses camundongos após irradiação com luz UVB. Com estes dados, os adenovírus passam a constituir ferramentas importantes para transduzir genes em pele e abrem perspectivas para seu uso em terapia gênica, com objetivos de melhorar a qualidade de vida de pacientes com a síndrome XP.
Em sua vida acadêmica, publicou 86 trabalhos científicos originais em periódicos com política editorial seletiva, sendo 74 em revistas do exterior. Publicou ainda 7 capítulos de livros, além de 7 artigos de divulgação científica. Em grande parte, este trabalho se deve aos seus colegas de laboratório, principalmente alunos de pós-graduação, além de pós-doutorandos e estagiários. Até o momento, orientou 9 dissertações de mestrado, sendo 2 pela UERJ, 1 pela UNB e 6 pela USP e 12 teses de Doutoramento, pela USP. É membro do Comitê Editorial das revistas Genetics and Molecular Biology (Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil) e Reviews in Mutation Research (EUA). É membro Titular das Sociedades Brasileiras de Genética, Virologia e de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental.

Participações

Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular - 1978.
American Society for Microbiology - 1982.
European Society for Photobiology - 1986/1987.
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - 1988.
Sociedade Brasileira de Virologia - 1988 (Coordenador Regional - 1990/1992).
Sociedade Brasileira de Genética - 1989.
Sociedade Brasileira de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental - 1994 (Vice-Presidente - 1996/1997; Presidente - 1998/1999).

Posições

Professor Titular
Departamento de Microbiologia
Instituto de Ciências Biomédicas
SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR
fev/1996 - presente

Prêmios

Bolsas

Guggenheim Fellowship Award - John Simon Guggenheim Foundation - 2005

Condecorações

Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico - Presidencia da República do Brasil - 2007

Homenagens

Homenageado no VII Congresso de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental. - Sociedade Brasileira de Mutagênese, Carcinogênese e Teratogênese Ambiental - 2005

Prêmios

Prêmio Mérito Científico e Tecnológico. - Governo do Estado de São Paulo - 2001

Publicações Selecionadas

MENCK, C. F. M. , SARASIN, A. and JAMES, M. R. 1987 . SV40-based E.coli shuttle vectors infectious for monkey cells. Gene. vol. 53 , p. 21 - 29

MADZAK, C. , MENCK, C. F. M. , ARMIER, J. and SARASIN, A. 1989 . Analysis of single stranded DNA stability and damage-induced strand loss in mammalian cells using SV40-based shuttle vectors. Journal of Molecular Biology. vol. 205 , p. 501 - 509

MENCK, C. F. M. , JAMES, M. R. , BENOIT, A. and SARASIN, A. 1990 . Constraints in simian virus 40 (SV40) encapsidation, as determined by SV40-based shuttle viruses. Journal of General Virology. vol. 71 , p. 143 - 150

COSTA DE OLIVEIRA, R. , RIBEIRO, D. T. , NIGRO, R. G. , DI MASCIO, P. and MENCK, C. F. M. 1992 . Singlet oxygen induced mutation spectrum in mammalian cells. Nucleic Acids Research. vol. 20 , p. 4319 - 4323

MACHADO, C. R. , PRAEKELT, U. M. , COSTA DE OLIVEIRA, R. , BARBOSA, A. C. C. , BYRNE, K. L. , MEACOCK, P. A. and MENCK, C. F. M. 1997 . Dual role for the yeast THI4 gene in thiamine biosynthesis and DNA damage tolerance. Journal of Molecular Biology. vol. 273 , p. 114 - 121

RIBEIRO, D. T. , MACHADO, C. R. , COSTA, R. M. A. , PRAEKELT, U. M. , VAN SLUYS, M. A. and MENCK, C. F. M. 1998 . Cloning of a cDNA from Arabidopsis thaliana homologous to the human XPB gene. Gene. vol. 208 , p. 207 - 213


webTexto é um sistema online da Calepino