Ana Maria Giulietti Harley

Ana Maria Giulietti Harley
Id 1071
Nome Científico Giulietti, A. M.
E-mail anagiulietti@hotmail.com; ana.giulietti@pesquisador.cnpq.br
Profissão Bióloga , Botânica , Cientista , Naturalista , Professora titular , Professora universitária , Professora universitária aposentada
Área de Especialização Ciências Biológicas
Categoria Titular
Data de ingresso na ABC 08/06/2005

Nascimento

Data 00/00/0000
Cidade Pesqueira
Estado/Província Pernambuco , PE
Pais Brasil

Endereço

Rua Marquês de São Vicente, 225
Gávea - Feira de Santana - BA - 22453-900 - Brasil

Sub-Área

Botânica

Pesquisas

Flora de Pernambuco - 1970-1972.
Flora e florística dos campos rupestres da Cadeia do Espinhaço - Minas Gerais e Bahia - desde 1973.
Estudos florísticos, taxonômicos e sistemáticos com as Eriocaulaceae da América do Sul - desde 1973.
Flora de São Paulo - desde 1994.
Flora da Bahia - desde 1999.
Instituto do Milênio do Semi-Árido - 2002-2005.
Conservação e manejo das espécies de Eriocaulaceae, Orchidaceae e Cactaceae da Chapada Diamantina ameaçadas de extinção, BA - 2002-2005
Biodiversidade da Chapada Diamantina, BA - 2002-2005.
Programa de Biodiversidade do Semi-Árido do Nordeste - início em 2005.
Tal conjunto de pesquisas permitiu produzir o seguinte número de publicações científicas: Trabalhos completos em revistas e anais de congressos: 90; Livros e capítulos de livros: 33.

Títulos

Bacharel (História Natural) - Faculdade de Filosofia do Recife, Recife, PE - 1967.
Especialista em Taxonomia e Fitogeografia de plantas - Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife, PE - 1967.
Mestre (Botânica) - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP - 1970.
Doutor (Ciências Biológicas) - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP - 1978.
Livre-Docente (Botânica) - Universidade de São Paulo, São Paulo, SP - 1984.

Biografia

Ana Maria Giulietti nasceu como Barros Lima em Pesqueira, Pernambuco, Brasil em 1946, e teve seu interesse despertado para a Botânica através de estágio em Sistemática de Angiospermas, entre os anos de 1965-1967, no Instituto de Pesquisas Agronômicas de Pernambuco (IPA), em Recife, sob a orientação de Dárdano de Andrade Lima, como estudante do Curso de História Natural. Sob a orientação de Graziela M. Barroso, Aylthon Brandão Joly e Berta Lange de Morretes, concluiu o Mestrado sobre as Byrsonima do Distrito Federal, em 1970. Em seguida trabalhou como Pesquisadora no Instituto de Pesquisas Agronômicas de Pernambuco e Coordenadora de Pesquisas na Central de Medicamentos. Iniciou o Doutorado em 1973 sob a orientação de Aylthon Brandão Joly e após o falecimento deste (1975) foi orientada por Carlos Bicudo, concluindo o Doutorado em 1978, com a Tese: Os gêneros Eriocaulon e Leiothrix (Eriocaulaceae) na Serra do Cipó , Minas Gerais. Entre 1975 e 1996, foi docente na Universidade de São Paulo, iniciando como Auxiliar de Ensino, e passando para Assistente, Assistente Doutor, Livre Docente, Adjunto e Titular. Nesse período, ministrou na graduação de Biologia disciplinas nas áreas de sistemática de fanerógamas e criptógamas, morfologia, anatomia, botânica econômica e biodiversidade. Na pós-graduação ministrou disciplinas ligadas a sistemática de angiospermas. Na pesquisas, enquanto esteve em Recife, participou ativamente do início da Flora de Pernambuco. durante o mestrado trabalhou com plantas do Cerrado principalmente com a Flora do Distrito Federal e foi convidada pela Dra. Graziela Barroso para juntamente com ela, a equipe da UNB e a equipe da Royal Society participar em 1968, de uma expedição na porção Norte de Mato Grosso, onde encontrou Ray Harley pela primeira vez e que muitos anos depois, se tornou seu esposo. Após essa expedição, participou juntamente com Dra. Graziela Maciel Barroso,a equipe da UNB, e Ray de uma curta expedição pelos campos rupestres de Goiás, que foi o início de sua fascinação pela flora das montanhas do Leste do Brasil. Em 1973, juntamente com Nanuza Menezes da USP e João Semir da UNICAMP e outros pós-graduandos orientados também pelo Dr. Joly, continuaram os estudos visando a Flora da Serra do Cipó (projeto que continua até o presente). Em 1978, Nanuza Menezes concluiu seu Pós-Doutorado no Royal Botanic Gardens de Kew, Inglaterra e ao retornar ao Brasil, discutiu a possibilidade de parceria com aquela Instituição pois havia um programa em desenvolvimento sobre as plantas da Chapada Diamantina, e grande interesse para as plantas de toda a Cadeia do Espinhaço. Em 1981 realizou Pós-Doutorado na mesma Instituição e no retorno formulou um projeto de cooperação tendo como coordenadores Ray e Simon Mayo pelo lado inglês e Nanuza e ela pelo lado brasileiro. Tal associação e os auxílios financeiros que receberam possibilitaram estudos em várias áreas de Minas Gerais além da Serra do Cipó: Diamantina, Serra do Cabral e Grão Mogol, projetos que continuam em andamento sob a coordenação de José Rubens Pirani, e na Bahia em Mucujê, Rio de Contas e Catolés (Abaíra). Durante todo esse tempo, trabalhou paralelamente com a família Eriocaulaceae (conhecidas como sempre-vivas, cujas flores, reunidas em capítulos, permanecerem com a aparência de vivas, mesmo depois de serem destacadas das plantas), tendo publicado muitos trabalhos e orientado dois mestres e doutores (Paulo Sano e Lara R. Parra).A associação das duas equipes já levou a publicação de muitos trabalhos científicos e uma série de Floras, especialmente a Lista da Flora da Serra do Cipó, em 1986, Flórula de Mucujê, em 1986 e Flora do Pico das Almas, em 1995. Após a sua aposentadoria da USP, em 1996, fez concurso publico para Prof. Assistente na Universidade Estadual de Feira de Santana, onde trabalha desde então. Atualmente, é Prof. Titular por Concurso realizado em 1997 e ministra disciplinas na área de sistemática de angiospermas, principalmente de monocotiledôneas, tanto ao nível de graduação como de pós-graduação no recém criado programa de Pós-Graduação em Botânica da UEFS (níveis de mestrado e doutorado), onde foi Coordenadora. O seu envolvimento com a família Eriocaulaceae continua, como também, o seu entusiasmo pela flora da Chapada Diamantina. Ela e seu esposo têm uma casa em Rio de Contas, onde eles ficam quando o tempo permite. Embora seu filho Alexandre e filhas Andrea e Annapaula morem respectivamente em Madri, Cuiabá e Nova York, eles estão continuando a sua carreira acadêmica.

Participações

Sociedade Botânica do Brasil - desde 1967. Atualmente ocupando o cargo de Vice-Presidente.
Sociedade Botânica de São Paulo - desde 1996.
American Association of Botany - membro honorário desde 2000.
International Association of Plant Taxonomy - desde 1990.
Associação Latinoamericana de Botânica - desde 1982.

Posições

Professor Universitário: Mestre, Titular
Departamento de Ciências Biológicas
Universidade Estadual de Feira de Santana
fev/1996 - presente

Prof. Universitário: Auxiliar, Mestre, Doutor,Livre Docente, Adjunto, Titular
Instituto de Biociências
Departamento de Botânica
SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR
out/1975 - jan/1996

Técnico do Herbário e Pesquisador
Seção de Botânica
Instituto de Pesquisas Agropecuárias de Pernambuco
abr/1966 - fev/1973

Prêmios

Bolsas

Bolsa de Doutorado - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - mar/1973

Bolsa de Produtividade - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - ago/1975

Bolsa de Doutorado - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - set/1975

Distinções

Paraninfa e nome da turma do Curso de Ciências Biológicas - SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR - dez/1987

Destaque do ano na Área de Ciências Biológicas de São Paulo - Rotary Club de São Paulo - 1997

Homenagens

Patronesse da turma de conclusão do Curso de Ciências Biológicas - Universidade Estadual de Feira de Santana - set/1997

Patronesse da turma de conclusão do Curso de Ciências Biológicas - Universidade Estadual de Feira de Santana - abr/2001

Medalhas

Medalha do Mérito em Pesquisa Botânica - Jardim Botânico do Rio de Janeiro - 1998

Medalha de Comemoração dos 30 anos de Pós-Graduação - SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR - 2001

Prêmios

Destaque do Instituto de Biociências - SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR - 1993

Orientação da melhor tese defendida no ano do Instituto de Biociências - SHIS QI 01, Conj. B, Bl. D, 2 º ANDAR - 1994

Títulos Honoríficos

Sócio Benemérito - Sociedade Botânica do Brasil - jan/1990

Título de Cidadã Novaxavantinense - Câmara Municipal de Nova Xavantina, MT - out/1997


webTexto é um sistema online da Calepino