pt_BR
Ciências Sociais | MEMBRO TITULAR

Maria Manuela Ligeti Carneiro da Cunha

(CUNHA, M.M.L.C. DA)

16/07/1943
Portuguesa
03/06/2002

Graduou-se em matemática pela Faculdade de Ciências de Paris (1967) e doutorou-se em ciências sociais (1976) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Fez  estágio de pós-doutoramento em ciências humanas na Universidade de Cambridge (1982), em antropologia das populações brasileiras pelo Collége de France (1991), em ciências humanas pela Universidade de Chicago, EUA (1991) e em etnologia indígena pelo Centro de Estudos Avançados em Ciências do Comportamento da Universidade de Stanford (EUA) (2002). Sua atuação distribui-se pela etnologia, história e direitos dos índios, escravidão negra, etnicidade, conhecimentos tradicionais e teoria antropológica. Foi professora doutora da Unicamp e professora titular da Universidade de São Paulo (USP), onde, após a aposentadoria, continuou ativa.  Recebeu várias distinções, entre as quais a Ordem do Mérito Científico na Classe Grã Cruz, a Légion d´Honneur da França, a Medalha Roquette-Pinto da Associação Brasileira de Antropologia e a Medalha da Francofonia da Academia Francesa. Recebeu encomenda do Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação (2014-2017) para estabelecer bases de um programa sobre conhecimento indígena e, recentemente, para construir diagnóstico sobre as contribuições dos povos indígenas e comunidades locais no Brasil para a geração, manutenção ou conservação da biodiversidade, a recuperação de solos e outros serviços ecossistêmicos. Em 2018 recebeu o Prêmio de Excelência Gilberto Velho para Antropologia conferido pela Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs).


Veja participação da Profa. Carneiro da Cunha na série Webinários da ABC