Português > Notícias > Programa Aristides Pacheco Leão: sai o resultado final


Programa Aristides Pacheco Leão: sai o resultado final

  • Compartilhe:

Publicado em 15/09/2017

Acaba de ser divulgado o resultado final da segunda rodada da nova edição do Programa Aristides Pacheco Leão de Estímulo a Vocações Científicas. Foram 1.503 estudantes inscritos para as 30 vagas oferecidas. (Confira aqui). A iniciativa se destina a estimular vocações científicas na comunidade universitária. Participaram da seleção estudantes de graduação matriculados em instituições de ensino superior (IES) do país, com exceção de instituições com sede nos Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Perfil do público-alvo

Dos 1.503 inscritos em 2017, 61% foi de mulheres, maioria recorrente nas áreas "bio". o ano de nascimento mais frequente entre os candidato é 1996 - ou seja, a maioria é de jovens de 21 anos.

A instituição com maior número de inscritos foi a Universidade Tecnológica Federal do Parana (UTFPR). As cidades com maior número de inscrições foram, em ordem numérica: Fortaleza (CE), Belém (PA), Curitiba (PR), João Pessoa (PB) e Londrina (PR). Os estados que somaram maior número de inscritos foram, em ordem numérica: Paraná, Ceará, Pará, Paraíba e Bahia.

Sobre o Programa

Criado pela ABC em 1994, com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológigo (CNPq), a primeira edição do programa foi até 2004, com periodicidade anual. Em 2016 o Programa Aristides Pacheco Leão foi reeditado, com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Houve uma primeira rodada em 2016, coordenada pelo Acadêmico Wannderley de Souza. Em 2017, a segunda rodada está sendo coordenada sob a responsabilidade do Acadêmico titular Guilherme Suarez-Kurtz  e da afiliada para o período 2016-2020, Flávia Lima Ribeiro Gomes .

O objetivo principal do programa é criar mecanismos que permitam a universitários vocacionados para a atividade científica estagiar em laboratórios dirigidos por membros titulares da ABC, com linhas de pesquisa definidas e reconhecidamente produtivas. Os estágios de treinamento serão realizados durante o período das férias acadêmicas de verão – de 8 de janeiro a 8 de fevereiro de 2018 –, em regime de tempo integral. Os estudantes que demonstrarem talento e vocação para a atividade científica poderão participar do programa em anos sucessivos.

Os recursos financeiros do programa provêm de auxílio concedido pela Capes à ABC, na forma de uma bolsa no valor de R$ 3.200,00 e passagens de ida e volta entre as instituições de origem dos universitários e os laboratórios dos Acadêmicos. A ABC não providencia acomodação, transporte ou alimentação para os estagiários. Os recursos disponíveis para o programa permitem acolher os universitários em laboratórios participantes nas áreas de ciências biológicas, biomédicas e da saúde.

Ao final do estágio, cada estudante deverá enviar à Academia um relatório sobre suas atividades, que deverá ser aprovado pelo respectivo pesquisador-orientador. Concluída essa etapa, os universitários receberão certificado emitido pela ABC. Mais informações pelo e-mail apleao@abc.org.br.


(Ascom ABC)


Notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3º
Centro - Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Cep: 20030-060

[+55] (21) 3907-8100

[+55] (21) 3907-8101

Fale conosco

webTexto é um sistema online da Calepino