pt_BR

Workshop Gerenciamento de Dados Científicos: submissão de artigos

workshop_edit.jpg
Termina no dia 26 de janeiro o prazo para submissão de artigos para o Workshop de Gerenciamento de Dados Científicos na América Latina e Caribe. O evento, promovido pela Academia Brasileira de Ciências (ABC), vai acontecer nos dias 17 e 18 de abril do ano que vem. A produção é feita em parceria com o Museu do Amanhã e o Sistema Mundial de Dados do Conselho Internacional da Ciência (ICSU, na sigla em inglês). O encontro vai discutir práticas de gerenciamento de repositórios de dados em países da América Latina e Caribe.
Além das instituições, também darão suporte ao workshop o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), a Rede Nacional de Pesquisa e Educação (RNP) e o Instituto Brasileiro de Informação, Ciência e Tecnologia (IBICT). Dentre os tópicos que serão debatidos na reunião estão a questão dos bancos de dados abertos, iniciativas que já estão sendo tomadas neste escopo e financiamento e treinamento para serviços de dados científicos e de pesquisa.
A submissão de artigos deve ser feita neste link. Mais informações podem ser encontradas no site do evento.

Instituição britânica oferece bolsa de pesquisa no exterior

britsh_edit.jpgA Academia Britânica para as Humanidades e Ciências Sociais está oferecendo a pesquisadores com residência em qualquer país estrangeiro (e ativos em qualquer fase da carreira e em qualquer disciplina da área de humanas e ciências sociais) a oportunidade de morar no Reino Unido, numa instituição de ensino superior ou outra instituição de pesquisa à sua escolha, no período de até seis meses. Os bolsistas visitantes irão trabalhar com os colegas das instituições anfitriãs no Reino Unido para desenvolver novas colaborações de investigação e/ou para aprofundar parcerias existentes.
As bolsas de pesquisa para visitantes são apoiadas pelo Fundo Rutherford, cujo objetivo é manter a posição do Reino Unido enquanto líder mundial em ciências e pesquisa, atraindo cientistas competentes para o Reino Unido. Estabelecido em julho de 2017, o fundo conta com mais de 100 milhões de libras a serem usados nos próximos quatro anos para apoiar a criação de bolsas para talentos internacionais na área de pesquisa.
Para participar da seleção, o candidato precisa ser um pesquisador ativo, na área de ciências humanas ou sociais. Podem participar pesquisadores em início de carreira, que concluíram recentemente o doutorado; pesquisadores em fase intermediária de carreira; ou cientistas seniors.
Os interessados não precisam se candidatar para desenvolver colaborações com estudiosos do Reino Unido ativos na mesma disciplina. A oportunidade também é aberta a candidatos que pretendam trabalhar com colegas no Reino Unido de outras áreas ou disciplinas, tais como de ciências naturais, médicas ou de engenharia, ou ainda de forma multidisciplinar ou interdisciplinar.
São oferecidas bolsas no valor de até 33 mil libras, cerca de R$ 132 mil. O financiamento pode ser utilizado para apoiar os custos de subsistência e alojamento do pesquisador visitante, despesas de pesquisa, despesas de viagem, e uma contribuição de 50% do total atribuído para permitir à instituição do Reino Unido receber o pesquisador visitante. O pesquisador poderá permanecer no país pelo prazo o máximo de seis meses.
Para concorrer, os interessados devem se candidatar online pelo sistema Flexi-Grant da Academia Britânica, até o dia 31 de janeiro. Para dúvidas e outras informações acesse www.britac.ac.uk ou envie e-mail para @britac_news.

VIII GeoSciEd Conference e VIII EnsinoGEO

geo_edit.jpgVão até o dia 31 de dezembro as inscrições para a oitava edição da Conferência Quadrienal da International Geoscience Education Organization (GeoSciEd) e para o oitavo Simpósio Nacional de Ensino e História de Ciências da Terra (EnsinoGEO). Os encontros acontecem na Unicamp, entre os dias 22 e 27 de julho. Estão programadas conferências, painéis, workshops e inúmeras atividades para docentes e estudantes da escola básica e de cursos superiores.
Membro titular da ABC, o professor Celso Dal Ré Carneiro é um dos pesquisadores que organizam o evento. Tanto a conferência como o simpósio visam promover a divulgação e o intercâmbio de estratégias e inovações didáticas, metodologias de ensino, resultados de pesquisas acadêmicas e teses, bem como avanços decorrentes de estudos sobre divulgação e comunicação em geociências. Por meio do encontro, os organizadores buscam fomentar a interação dos participantes no tratamento integrado das geociências com temas sócio-ambientais.
Por meio de uma programação variada, distribuída nos seis dias de evento, busca-se estimular a difusão e troca de experiências que estão sendo construídas em diversos países e comunidades no campo da educação geocientífica; gerar o debate sobre a avaliação e questões curriculares; discutir o papel dos trabalhos de campo como potencial de influir na mudança da atual estrutura de disciplinas escolares; e promover um processo multiplicativo no qual os participantes das conferências possam atuar junto às respectivas universidades de origem, tanto na formação das novas turmas de professores como na disseminação de conhecimentos para o público em geral.
Inscrições, dúvidas e mais informações podem ser obtidas no link.

Unesco abre edital de apoio a projetos em química verde

quimica_verde_2_edit.jpgA Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em parceria com a União Internacional de Química Pura e Aplicada (Iupac) e a companhia PhosAgro acabam de lançar a quinta edição do programa de fomento “Green Chemistry for Life”. O edital visa estimular o avanço das pesquisas em química verde e sensibilizar políticos, indústria e público em geral para o vasto potencial da área para responder às necessidades mais urgentes de nossas sociedades.
A chamada de apoio é destinada a jovens cientistas, com até 39 anos, que tenham doutorado e que estejam à frente de uma equipe de pesquisa ou trabalhem sozinhos em seus institutos. Os candidatos precisam ser da área de química verde ou ter estudos em áreas conexas, como bioquímica, geoquímica, biotecnologia, ecologia e saúde.
O programa vai conceder bolsas de pesquisa aos selecionados, para ajudá-los a implementar o projeto de pesquisa. Além de inovador, o estudo deverá ter objetivos alcançáveis ​​dentro do prazo de um ano e seguir os 12 princípios da química verde. O montante máximo de cada subvenção é de US$ 30 mil, cerca de R$ 96 mil.
Os interessados têm até o dia 28 de fevereiro para submeter os projetos. Mais informações aqui.

UFRGS promove Seminário em Neurociências

marcelo_edit.pngA Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) realiza, nos dias 20 e 21 de novembro, o Seminário em Neurociências. O encontro, bianual, visa criar um ambiente científico fértil para a discussão e o encontro de pesquisadores e estudantes da América Latina que se dedicam à neurociência.
Além de especialistas da área, o simpósio vai receber cientistas dos campos da imunologia, epidemiologia e metabilismo. A ideia é que eles enriqueçam o debate, trazendo múltiplas visões para o encontro. O seminário também vai receber o Instituto Serrapilheira, que vai apresentar detalhes do novo edital, com recursos para pesquisas em biomedicina.
Gratuito e aberto ao público, o encontro é organizado pelo membro afiliado da ABC (2012-2017) Marcelo de Oliveira Dietrich e será realizado no Auditório Mario Rigatto – Av. Jerônimo de Ornellas, 621,
Porto Alegre. Não é necessário inscrição prévia. Confira a programação completa do evento e os palestrantes convidados. Mais informações pelo e-mail: neuroseminars.poa@gmail.com.

teste