A poluição do ar é uma grande ameaça, evitável e controlável, para a saúde e o bem-estar das pessoas e para o desenvolvimento sustentável. Atualmente, estima-se que a poluição do ar seja responsável por, pelo menos, 5 milhões de mortes prematuras no mundo todos os anos. O controle e a redução da poluição do ar devem ser uma prioridade para todos, incluindo governos, empresas e a sociedade civil.

Neste sentido, a ABC, a Academia de Ciências da África do Sul, a Academia Nacional de Ciências da Alemanha Leopoldina, as Academias Nacionais de Medicina e de Ciências dos EUA criaram uma iniciativa sobre “Poluição do Ar e Saúde”, cujo principal resultado foi o lançamento, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2019, de uma declaração sobre o tema, disponível em todos os idiomas oficiais da ONU, além de português e alemão.

Passada esta primeira etapa, a ABC manteve o grupo de trabalho com o propósito de, baseado no documento internacional, formular uma versão customizada para a realidade brasileira, apresentando recomendações e estratégias para a mitigação do impacto da poluição atmosférica nos grandes centros urbanos brasileiros.


PARTICIPANTES

Coordenadores: Paulo Artaxo e Paulo Saldiva