Presidente da Fapeg, membro institucional da ABC, assume presidência da Confap

  • Compartilhe:

Publicado em 15/03/2017



A presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg), membro institucional da ABC, Maria Zaira Turchi, é a nova presidente eleita do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). Zaira Turchi, que já atuava como vice-presidente da entidade nos últimos dois anos, foi eleita por aclamação, na sexta-feira, dia 10 de março, pelos presidentes das Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) presentes na reunião do Fórum Confap, em São Paulo (SP). Ela é a primeira mulher a assumir a presidência da entidade - das 26 Fundações, apenas duas são presididas por mulheres.

A nova gestão será compartilhada com o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba, Cláudio Furtado, que assume a vice-presidência da entidade. O mandato será de dois anos - março de 2017 a março de 2019 - e deverá manter uma política de continuidade e expansão das ações que têm sido desenvolvidas nas duas últimas gestões do Conselho - Sergio Gargioni (2013-2017) e Mário Neto Borges (2009-2013).

Propostas

As ações da nova gestão do Confap serão pautadas por cinco pontos fundamentais na proposta de metas e no plano de ações apresentados pela nova diretoria. São eles: a consolidação do Sistema Nacional de CT&I; maior articulação entre as FAPs; o fortalecimento e ampliação das ações de internacionalização do Confap e das FAPs; a consolidação do novo arcabouço legal em CT&I; e a questão da difusão científica e popularização da ciência.
Para a nova presidente do Confap, Zaira Turchi, a perspectiva para a gestão que se inicia é ampliar e consolidar as parcerias já estabelecidas. "O Confap, hoje, tem uma capilaridade enorme e uma força de articular as fundações no sistema nacional de Ciência e Tecnologia. Essa possibilidade de articulação nacional tem atraído organismos internacionais em busca de parcerias com a entidade. Há várias ações já acordadas que devem ser implementadas nesses acordos internacionais e há novas possibilidades de arranjos que surgem com esses organismos e com as agências federais, como CNPq, Capes e Finep, entre outros. São novas oportunidades para os estados", ressaltou.

Zaira Turchi também destacou a importância da articulação entre as FAPs de diferentes estados para o crescimento do Sistema Nacional de Ciência e Tecnologia. "Vamos dar continuidade e ampliar ações conjuntas entre as FAPs. Esses consórcios têm sido exitosos e vamos trabalhar segundo as perspectivas de cada estado, na sua capacidade instalada de pesquisadores na região e nos seus limites, em diálogo com outras regiões. Isso é que contribui para que de fato possamos fortalecer a ciência, a tecnologia e a inovação no Brasil como um todo. O Confap é essa articulação e a possibilidade de defender e lutar por esses objetivos: garantir vinculação, orçamento próprio e mostrar para os governos estaduais e para o conjunto da nação como esse investimento em ciência, tecnológico e inovação é prioritário e importante para o desenvolvimento econômico e social do Brasil", completou.

Perfis

Maria Zaira Turchi - Presidente do Confap e da Fapeg
Graduada em Letras - Português/Inglês pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), com Doutorado Sanduíche no Centre de Recherches Sur L'Imaginaire, Universidade de Grenoble/França. É professora titular da UFG, tendo
exercido as funções de coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística (1999-2003); coordenadora geral da Pós-Graduação / Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (2004-2005); diretora da Faculdade de Letras (2006-2011); editora da Revista Signótica da Faculdade de Letras (2004-2011). Foi vice-presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Letras e Linguística (ANPOLL - 2006-2008). É membro do Conselho Estadual de Educação de Goiás desde 2005. Possui artigos em periódicos especializados na área de teoria e crítica literária, e é autora de livros. É presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (FAPEG), desde fevereiro de 2011, e presidente eleita do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) para a gestão 2017-2019.

Cláudio Furtado - Vice-presidente do Confap e presidente da Fapesq
Graduado em Física pela Universidade Federal de Pernambuco (1991), mestrado em Física pela Universidade Federal de Pernambuco (1994) e doutorado em Física pela Universidade Federal de Pernambuco (1999). Professor da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Física, com ênfase em Relatividade e Gravitação, atuando principalmente nos seguintes temas: defeitos topológicos, fases geométricas, computação quântica, fundamentos de mecânica quântica, variáveis de loop, modelos análogos gravitacionais na matéria condensada e aplicações de teoria de campos em espaços curvos à matéria condensada. Temas sobre os quais publicou mais de 100 artigos em revistas internacionais. Orientou diversas teses e dissertações. Atualmente é pesquisador nível 1C do CNPQ. Atua como árbitro em diversas revistas internacionais da área de física. Em gestão de C,T&I, foi Chefe do Departamento de Física e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Física da UFPB. Em janeiro de 2011 assumiu a Presidência da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Paraíba - FAPESQ-PB, onde permanece até o presente momento. Atua como Conselheiro nos seguintes órgãos ligados a C,T& I: SEBRAE-PB, Conselho da Fundação Parque Tecnológico da Paraíba, Conselho do Instituto de Inovação Telmo Araújo e Conselho estratégico do Instituto Becker. É presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (FAPESQ) e vice-presidente eleito do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) para a gestão 2017-2019.


(Assessoria de Comunicação Social da Fapeg, 15/03/2017)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino