Como Queremos Viver o Amanhã: Perspectivas para a Gestão de Águas em Regiões Urbana

  • Compartilhe:

Publicado em 01/11/2016

O uso sustentável dos recursos hídricos é essencial para a garantia de um meio ambiente habitável e saudável para as gerações futuras e, para alcançar isso, estratégias inovadoras e eficientes são fundamentais para o desenvolvimento das regiões urbanas, seja no presente, como no futuro. Ao planejar as cidades, deve-se ter em conta a pergunta: "Como desejamos viver o amanhã?", de forma a se criar espaços urbanos com boa qualidade de vida para as próximas gerações.

Tendo em mente esse pano de fundo, no período de 3 a 7 de outubro de 2016, foi realizado, no Centro de Pesquisas Hídricas e Ambientais, da Universidade de Duisburg-Essen, na Alemanha, o workshop "Como Queremos Viver o Amanhã: Perspectivas para a Gestão de Águas em Regiões Urbanas". Organizado pelas Academias de Ciências do Brasil e da Alemanha, o evento reuniu 26 jovens pesquisadores dos dois países para discussões acerca dos principais desafios para a pesquisa, na área de recursos hídricos, visando a construção de um futuro mais sustentável para os centros urbanos.



Este encontro foi organizado como desdobramento de uma reunião similar, organizada no Brasil, em 2014, no âmbito da Temporada "Alemanha + Brasil 2013-2014". Na oportunidade, 27 jovens pesquisadores com menos de 40 anos (11 alemães e 16 brasileiros) se reuniram, na cidade de São Carlos (SP), para debater a gestão sustentável dos recursos hídricos, além de fortalecer a cooperação entre os dois países nesta área.

Para a seleção dos candidatos brasileiros, foi feita uma chamada pública, divulgada através das páginas e boletins eletrônicos da ABC e da SBPC, bem como de outras instituições de pesquisa. Trinta e nove pesquisadores brasileiros se candidataram, tendo sido selecionados 13 jovens doutores, provenientes de diferentes regiões do Brasil.

A programação contou com mesas-redondas e conferências proferidas por pesquisadores sêniores. No entanto, boa parte do tempo foi dedicado à discussão entre os jovens cientistas, que, divididos em quatro grupos, abordaram temas como gestão integrada de bacias hidrográficas em regiões urbanas; saneamento básico e sustentabilidade; micropoluentes; e transparência, conscientização e participação cidadã.

O resultado dos debates foi apresentado em uma sessão plenária, realizada no último dia do workshop. A partir das questões levantadas pelos jovens cientistas, um painel com pesquisadores sêniores teceu comentários e recomendações, visando contribuir com o processo de consolidação de um documento final, a ser fechado pelos participantes do evento através de discussões eletrônicas. Uma vez concluído, este documento será publicado como um policy paper, a ser encaminhado para gestores, formuladores de políticas públicas e tomadores de decisão na área de gestão de recursos hídricos.


José Galizia Tundisi
Pelo lado brasileiro, o evento foi organizado pelo acadêmico José Galizia Tundisi, coordenador do Grupo de Estudos da ABC sobre Recursos Hídricos no Brasil. Tundisi destacou o apoio da ABC e da CAPES para esta iniciativa, que também contou com forte apoio do governo alemão, que, afora cobrir a estadia da delegação brasileira, ofereceu passagens aéreas para 8 dos 13 jovens selecionados pela ABC. Conforme ressaltou Tundisi, pensar e construir a vida nas cidades nos tempos por vir é um desafio que pertence, em grande parte, aos jovens cientistas. São eles que trarão insights inovadores para esta reflexão, ajudando a desenvolver estratégias de gestão que contribuam para uma vida mais saudável nas cidades. Iniciativas como esta cumprem o papel de mobilizar a nova geração de talentosos pesquisadores, propiciando aos mesmos uma oportunidade ímpar de estabelecer contatos internacionais e formar redes de cooperação, que podem contribuir para o fortalecimento da colaboração científica entre o Brasil e a Alemanha.

(Marcos Cortesão. Fotos: ZWU/Jörg Strackbein)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino