Erreur : filtre <b>« - #TITRE »</b> non défini

Recursos hídricos em Angola

5/10/2010

O bioquímico especializado em impacto ambiental Rafael Neto é chefe de Planejamento e Ambiente do Gabinete de Aproveitamento do Médio Kwanza (GAMEK), entidade do Governo de Angola responsável pela implantação e gestão da usina hidrelétrica de Capanda.

Contextualizando sua apresentação, Neto relatou que Angola situa-se na região ocidental da África Austral. O seu território estende-se por uma superfície de 1.246.700km2, com 1.650 km de costa, banhado pelo Oceano Atlântico. O país comporta parte da bacia hidrográfica do rio Zambeze, a mais partilhada na África Austral e que está entre as quatro maiores bacias hidrográficas de África, ao lado das dos rios Congo, Nilo e Niger.

A bacia do Zambeze constitui um dos recursos naturais mais estratégicos da África, estendendo-se por oito países membros. É um habitat importante no que se refere à biodiversidade. Angola possui a segunda maior parte do curso d'água do rio, com 18.2%, atrás apenas da Zâmbia, com 40.7%.

Em vista da relevância da bacia para a região, foi criado o Plano de Ação do Zambeze e está sendo estabelecida a Comissão do Curso de Água do Zambeze (Zamcom). Ao mesmo tempo, busca-se desenvolver uma estratégia de gestão de recursos de água para o rio e facilitar o desenvolvimento social e econômico, assim como a proteção contra as cheias, secas, poluição de recursos hídricos e degradação ambiental na Bacia. Até agora, Angola, Botswana, Moçambique e Namíbia já ratificaram a Zamcom. Os Estados Membros elegeram o Botswana para albergar o Secretariado Interino da Comissão.
.
Neto relatou que as partes estão conscientes das vantagens da cooperação regional no domínio da utilização e desenvolvimento dos recursos hídricos comuns e da contribuição significativa que a referida cooperação pode prestar à paz na região da África Austral. "O sucesso dessa cooperação traria muitos benefícios. Além de proporcionar aos povos da região o acesso à de água de qualidade e em quantidade suficiente, ainda poderia consolidar de forma geral as relações de boa vizinhança."

No entanto, ainda há muito a fazer. Práticas de má gestão da Bacia criam perda da diversidade biológica e a maioria dos países prima por políticas setoriais, não promovendo o planejamento integrado. "O fornecimento e disseminação de informação sobre o estado dos recursos naturais da bacia são escassos e inexistem programas de formação de recursos humanos específicos', lamentou Rafael Neto."

Com a operacionalização da Zamcom, contudo, há otimismo quanto à diminuição da pobreza e ao desenvolvimento e crescimento econômico da região. "A utilização racional dos recursos naturais e a proteção eficaz do ambiente são fatores que auxiliarão os socialmente excluídos através da integração regional", concluiu o palestrante.

(Ciro Oiticica e Elisa Oswaldo-Cruz para as Notícias da ABC)

Todas as matérias deste site podem ser reproduzidas, desde que citada a fonte.

Leia sobre

Recursos hídricos:

Simpósio 'Recursos Hídricos na Região Sudeste: Segurança Hídrica, Riscos, Impactos e Soluções'


Leia também


ABC convida candidatos a debater programa de governo em CT&I

Avanço do sistema universitário depende de decisões fortes e polêmicas

'É preciso que haja um consenso global sobre a importância da educação', diz especialista do Banco Mundial

Ciências sociais e da natureza: juntas a serviço de uma sociedade sustentável

Em primeira visita à ABC, ministro da Educação defende expansão do acesso e tratamento diferenciado às universidades

As minas e o homem: duas realidades que precisam dialogar

Mudanças no ensino superior

Excelência x conservadorismo

Pobreza: definição, medição e combate em prol da sustentabilidade

Novo modelo pode ajudar no tratamento do Mal de Alzheimer

José Murilo de Carvalho será titulado Doutor Honoris Causa da Universidade de Coimbra

Cerimônia do Prêmio Almirante Álvaro Alberto acontece em Brasília

'Se não fossem as termoelétricas, estaríamos no escuro'

Missão da Comissão Europeia visita o Laboratório NanoBioss (IQ-Unicamp)

Momento para mudanças conceituais

Energia sustentável e redução de riscos de desastres

Abertas as inscrições para o Prêmio Vale-Capes 2014

Acadêmico é o primeiro brasileiro a receber prêmio americano de oftalmologia

Eliete Bouskela recebe Medalha Tiradentes

Começa a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Membro correspondente da ABC recebe mais alto prêmio da Associação Alemã de Materiais

'Para Mulheres na Ciência' realiza mesa-redonda com laureadas

Políticas de ciência como solução para problemas globais

16th Young Scientists Conference TWAS ROLAC




Notícias da ABC


Veja todas as notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3o andar, Centro
Rio de Janeiro, Brasil. Cep: 20030-060
Tel: [+55](21)3907-8100
Fax: [+55](21)3907-8101

Conteúdo retirado do site da Academia Brasileira de Ciências - www.abc.org.br