A evolução das galáxias

  • Compartilhe:

Publicado em 28/10/2016



A física Ana Leonor Chies Santiago Santos está à frente de um projeto cujo foco é entender a formação e a evolução das galáxias. Para ela, as mulheres têm grande capacidade de organização e uma maneira, por vezes, diferente de enxergar os fatos, o que lhes conferem importância fundamental nas diversas áreas da ciência.  Durante toda sua trajetória acadêmica, a cientista esteve em contato com grandes professoras que serviram como referências e a estimularam a seguir determinada nesta carreira.

Sua linha de pesquisa é uma das questões fundamentais da astrofísica atual, que ganha destaque com o reconhecimento do prêmio. No projeto, são analisadas coleções antigas de estrelas unidas pela gravidade, chamadas de aglomerados globulares (AGs), por meio de dados obtidos em telescópios de última geração. "Medimos a idade, a metalicidade e o componente estelar das galáxias do universo próximo, para ganhar conhecimento acerca do universo primordial", destaca ela. Para ajudar a elucidar as hipóteses relacionadas ao tema, a jovem pretende usar a bolsa para comprar computadores e viajar a congressos internacionais. Vendo que a persistência teve retorno, ela agora quer mostrar às jovens que a astronomia é um caminho possível. "Gostaria de servir como inspiração para outras meninas", acrescenta, esperançosa.

Ana tem 32 anos, possui graduação e mestrado em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e doutorado em Astrofísica pela Universiteit Utrecht (Holanda). Foi postdoc na University of  Nottingham (Inglaterra) e retornou ao Brasil com bolsa do Programa Ciência sem Fronteiras na Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, é professora do Departamento de Astronomia do Instituto de Física da UFRGS.

(Adaptado de L'Oréal)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino