Presidentes da ABC e SBPC recebem medalha Carneiro Felippe

  • Compartilhe:

Publicado em 13/10/2016

O presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e físico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Davidovich, foi agraciado com a medalha Carneiro Felippe, concedida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), em cerimônia realizada no dia 10 de outubro, no Rio de Janeiro (RJ). A distinção é concedida a personalidades que se destacaram por seus trabalhos no campo da pesquisa científica e tecnológica ou em outras atividades.

A Acadêmica Helena Bonciani Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e professora titular da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), também foi uma das homenageadas com a honraria. Além deles, foram agraciados Ana Maria Xavier, pesquisadora da CNEN; Carlos Augusto Azevedo, presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro); almirante-de-esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior, secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha; e Carlos Eduardo Veloso de Almeida, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) - Laboratório de Ciências Radiológicas.


Renato Cotta, presidente da CNEN, e Helena Nader, presidente da SBPC

A homenagem foi realizada no auditório Tamandaré, da Escola de Guerra Naval (EGN), Rio de Janeiro (RJ), durante a sessão solene de comemoração dos 60 anos da CNEN, que é presidida pelo Acadêmico Renato Machado Cotta.

A autarquia federal, ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), foi criada em 10 de outubro de 1956. O evento foi uma oportunidade para a CNEN homenagear pessoas e instituições que vêm contribuindo de forma significativa para o avanço do setor nuclear no Brasil.

Sessão solene

A mesa solene do evento foi composta por Gilberto Kassab (ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), general de exército Sergio Etchegoyen (ministro Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República), Renato Machado Cotta (presidente da CNEN), almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior (secretário de Ciência, Tecnologia e Inovações da Marinha), contra-almirante André Luiz Silva Lima de Santana Mendes (diretor da Escola de Guerra Naval), Elton Santa Fé Zacarias (secretário-executivo do MCTIC), o Acadêmico Jailson Bittencourt de Andrade (secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do MCTIC) e Rex Nazaré Alves (ex-presidente da Cnen).

Nesta solenidade, além da medalha Carneiro Felippe, foi entregue o Prêmio Octacílio Cunha. A honraria leva o nome do primeiro presidente da CNEN, e é concedida a instituições que contribuem significativamente para os avanços das aplicações da energia nuclear.

Os homenageados foram escolhidos em reunião da Comissão Deliberativa da CNEN. Neste ano, foram selecionados para receber o Prêmio: o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, a Sociedade Brasileira de Biologia, Medicina Nuclear e Imagem Molecular (SBMN), a Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A (Amazul) e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

(Adaptado de Jornal da Ciência, com informações da Cnen)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino