Acadêmico Jailson Bittencourt recebe Prêmio Roberto Santos do Mérito Científico da Fapesb

  • Compartilhe:

Publicado em 30/08/2016



Para celebrar 15 anos de existência, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia realizou durante todo o dia, uma programação diversificada, que reuniu pesquisadores, estudantes e membros da comunidade acadêmica. O evento contou com palestra, mesas de debates e a entrega do 2º Prêmio Roberto Santos de Mérito Científico, que este ano consagrou o pesquisador Jailson Bittencourt. O evento aconteceu no dia 25 de agosto.

A festividade começou pela manhã, no auditório do Parque Tecnológico da Bahia, com a mesa de abertura "15 anos Fapesb: Resultados no Fomento na Criação e Produção de Bens e Serviços Inovadores". A palestra contou com as falas do diretor-presidente da Fundação, Eduardo Almeida, da sócia-fundadora da Sinergia, Cristhyane Ribeiro e do diretor da Executive Educação Continuada e Consultoria LTDA, Sérgio Goes.

Durante a cerimônia, o diretor-presidente da Fapesb mencionou as conquistas e realizações da instituição. "A Fapesb tornou-se, nos últimos anos, um alicerce no desenvolvimento de pesquisas científicas na Bahia. Uma métrica simples que reflete esse aspecto diz respeito ao número de programas de Pós-graduação. Em 2000, tínhamos na Bahia, cerca de 30 programas, e, atualmente, contamos com mais de 100", destaca Almeida.

Com o espaço Lazareto cheio, a programação do turno vespertino contou com as mesas de debate "Divulgação Científica na Bahia: Cenário e Perspectivas" e "Percepções sobre Inovação no Nordeste: Novos Passos", que discutiram e avaliaram os avanços da produção científica e as conquistas da inovação na Bahia e no Nordeste.

O ápice da comemoração de aniversário da Fapesb foi a solenidade comemorativa com a entrega do 2º Prêmio Roberto Santos de Mérito Científico. Foram indicados seis pesquisadores da área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias. O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Manoel Mendonça entregou o prêmio ao lado do professor Roberto Santos e apontou a importância da Fundação: "Faço questão de ressaltar que o trabalho da Fapesb é tão relevante que parece que a entidade já tem mais de 15 anos", afirmou.

O professor Jailson Bittencourt, que conquistou a 2ª edição do Prêmio Roberto Santos, agradeceu à Fapesb e afirmou estar honrado pela conquista. "A emoção é grande. Estou triplamente honrado. Primeiro porque é um prêmio criado pela Fapesb, Fundação que eu vi nascer; segundo porque leva o nome do professor Roberto Santos, por quem eu tenho grande admiração; e terceiro por ter sido escolhido entre tantas pessoas de altíssimo gabarito na Bahia. Estou extremamente feliz", contou.

Durante a entrega do Prêmio, o professor Roberto Santos também aproveitou para parabenizar e agradecer a Fundação. "Minhas congratulações à Fundação pelo seu décimo quinto aniversário e ao meu companheiro Jailson Bittencourt, por sua grande colaboração e realizações dentro da academia. Gostaria de agradecer à Fapesb por atribuir meu nome a este Prêmio", finalizou o professor.

Estiveram presentes na plateia figuras como o reitor da Universidade Federal da Bahia, João Carlos Salles, a ex-diretora da Fapesb, Dora Leal, do ex-governador e professor Roberto Santos, do Pró-Reitor De Pesquisa, Criação E Inovação Da Universidade Federal da Bahia, Olival Freire, do ex-diretor científico da Fapesb, Robert Verhine e do diretor-presidente da Bahiagás, Luis Gavazza.

(Ascom Fapesb)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino