ABC na Educação Científica - Mão na Massa realiza atividades em Niterói

  • Compartilhe:

Publicado em 02/08/2016



No dia 18 de maio, equipe do programa "ABC na Educação Científica - Mão na Massa" realizou atividades na Escola Municipal Levi Carneiro em Niterói. Foram 22 educadores dos ciclos I e II que puderam experimentar a metodologia investigativa em atividades didáticas ligadas às Ciências da Natureza. O tema "Ciclo de Vida e Biodiversidade" foi a base de uma sequência de desafios apresentados pela Dra. Danielle Grynszpan, acompanhada de oito colaboradores da equipe do programa.

A sequência faz parte de um projeto desenvolvido pela pesquisadora Danielle Grynszpan, da Fiocruz, que obteve o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro (Faperj), intitulado "Por uma educação científica contextualizada e a favor da cidadania: sala-ambiente, metodologia investigativa e interdisciplinaridade com base em temas transversais".

Uma das metas é a formação continuada dos educadores. Continuada porque, além dos encontros presenciais, o processo deve ser complementado com atividades oferecidas em uma plataforma virtual chamada "Sala de Educadores", ligada ao site do programa. Nesta plataforma, os professores cadastrados podem interagir, enfrentando outros desafios propostos, em um processo contínuo composto de questões-desafio relacionadas à temática investigada: "Ciclo de Vida e Biodiversidade".

A "Sala de Educadores" também permite o compartilhamento de ideias e práticas com outros professores da Rede. Desta forma, privilegiamos sempre a interação, com base em experiências educacionais ligadas aos contextos cotidianos, bem como os currículos escolares. Além disso, a equipe se preocupa sempre em evitar explicações, fomentando a aventura do conhecimento e valorizando a busca por possíveis respostas. Assim, o Programa sugere que o processo formativo proporcione um olhar diferente das "respostas do livro do professor" - únicas "corretas", segundo o "gabarito" oferecido pelos livros didáticos.

Além dos professores que, já trabalhando na rede pública de Niterói, participaram das atividades estudantes do Instituto de Educação Professor Ismael Coutinho (IEPIC), alunas de graduação em Biologia e professores engajados na equipe do projeto.

Programa

A equipe do Programa "ABC na Educação Científica - Mão na Massa" desenvolve um trabalho de letramento científico, especialmente voltado para a saúde e o ambiente. A proposta visa alcançar o desenvolvimento de um processo de formação continuada, conciliando encontros presenciais à conexão sistemática por meio virtual. Esta estratégia utiliza a tecnologia para manter os professores conectados, formando uma rede colaborativa com nossa equipe, por meio de um espaço restrito aos credenciados para troca de ideias sobre educação, saúde e ambiente. Mantendo um canal constante de interlocução presencial e virtual, a rede pretenda demonstrar que é possível uma "verdadeira" formação continuada, no lugar de iniciativas esparsas e sem sequência.

A formação continuada do professor é fundamental para a educação de qualidade. Os órgãos brasileiros de educação pública deveriam incentivá-la, como um direito do professor e um dever do Estado. O Reino Unido, por exemplo, conseguiu um aumento significativo nos índices de educação ao investir na formação continuada de seus educadores. Da mesma maneira, no Japão, existe uma cultura de formação incessante dos professores através de políticas públicas que garantem que estes adquiram novos conhecimentos até o dia de sua aposentadoria. Esta é a postura do programa ABC na Educação Científica - Mão na Massa: sempre apostar em novos aprendizados. 

(Com informações de ioc.fiocruz.br/abcnaciencia)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino