Artigo do Acadêmico Renato Cotta sobre transferência de calor em aeronaves é premiado

  • Compartilhe:

Publicado em 19/07/2016

Pela segunda vez em sua carreira, o Acadêmico Renato Cotta, pesquisador do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ) e presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), receberá o Prêmio Hertnett-Irvine do Centro Internacional de Tranferência de Calor e Massa (ICHMT). A primeira foi em 2009. Desta vez, o reconhecimento é por seu artigo "Análises teórico-experimentais de transferência de calor conjugada a sensores e estruturas aeronáuticas com sistemas anti-gelo".

Apresentado no 9º Seminário Internacional "Tubulações de calor, bombas de calor, refrigeradores e fontes de energia", em Minsk, Bielorrússia, no ano passado, o artigo tem a coautoria dos pesquisadores Kleber Marques Lisbôa, José Roberto Brito de Souza, Ali Allahyarzadeh Bidgoli, Carolina Palma Naveira Cotta, Juliana Braga Rodrigues Loureiro e Átila Pantaleão Silva Freire.

Renato Cotta se dedica a pesquisas em segurança aérea desde 2009, após a queda do voo 447 da Air France, que vitimou sua filha e seu genro, que seguiam para a lua-de-mel em Paris.

Em 2014, Cotta e sua equipe construíram, na Coppe, o primeiro túnel e vento climático do Hemisfério Sul que simula condições extremas de voo e pode testar sensores de aviões em baixas temperaturas, evitando, por exemplo, o bloqueio dos sensores pitot por cristais de gelo, o que motivou a queda do avião da Air France.

A entrega do prêmio ainda não tem data definida, mas deve acontecer durante o 7º Simpósio Internacional de Avanços em Transferência de Calor Computacional, que acontecerá em Nápoli, na Itália, entre os dias 28 de maio e 2 de junho de 2017.

(Ascom ABC)



Cadastre-se para receber
as Notícias da ABC:



Arquivo de notícias


 

Notícias anteriores TESTE


webTexto é um sistema online da Calepino