Sessão Solene de Posse dos Novos Membros da ABC

  • Compartilhe:

Publicado em 13/05/2014

No dia 6 de maio, foi realizada a tradicional sessão solene de posse dos novos Acadêmicos, ponto alto da Reunião Magna da Academia Brasileira de Ciências. Mais uma vez, a cerimônia foi realizada na Escola Naval, demonstrando o apoio da Marinha do Brasil à ciência, tecnologia e inovação. 

A mesa foi composta pelo presidente da ABC, Jacob Palis; o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina Diniz; o Almirante-de-Esquadra Sergio Roberto Fernandes dos Santos, secretário de Ciência e Tecnologia da Marinha do Brasil; o secretário de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, Alexandre Alves Vieira; a Acadêmica Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); o secretário municipal de Ciência e Tecnologia do Rio, Franklin Coelho; o Acadêmico Glaucius Oliva, presidente do CNPq; e o presidente da Faperj, Ruy Garcia Marques.

Clique na foto para ampliar

No pódio, o apresentador Ronaldo Rosa; na mesa, Ruy Garcia Marques,
Franklin Coelho,  Alexandre Vieira, Clélio Campolina, Jacob Palis,
Almirante Fernandes, Helena Nader, Glaucius Oliva
 

O presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Sergio Luiz Gargioni (na foto com Palis), acompanhado do presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), Odenildo Sena, entregaram a Palis, em mãos, o Plano de Ciência, Tecnologia e Inovação para Amazônia Legal. 

Em seguida, Palis entregou à presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Maria Olívia Simão, o diploma de membro institucional da ABC. 

Foi feita, ainda, uma homenagem à Acadêmica Bertha Becker, falecida no ano passado, com a entrega de uma placa ao filho e à neta da geógrafa. Bertha deixou um vasto conjunto de estudos e reflexões para o desenvolvimento da Amazônia, que vem sendo utilizado em propostas de preservação da floresta e de levar inclusão social e geração de renda à região. Ela foi uma das autoras do conhecido Estudo Estratégico da ABC "Amazônia: Desafio Brasileiro do Século XXI", publicado em 2008.

Um novo membro colaborador

A cerimônia deste ano foi particularmente especial porque concedeu ao presidente da Fundação Conrado Wessel (FCW), Américo Fialdini, o título de membro colaborador da ABC. O título, muito distinto, é dado a personalidades que tenham prestado relevantes serviços à Academia e ao desenvolvimento científico nacional. Nos últimos 98 anos, apenas três pessoas o receberam: José Ephim Mindlin, José Pelúcio Ferreira e Lindolpho de Carvalho Dias. Em 2013, por proposta da diretoria da ABC, a Assembleia Geral elegeu o seu quarto membro colaborador.

Admitido na Ordem Nacional do Mérito Científico, na Classe da Grã-Cruz, Américo Fialdini concede, desde 2002, os renomados Prêmios FCW de Arte, Ciência, Medicina e Cultura. Também promove e financia, desde 2006, a outorga anual do mais destacado prêmio do universo acadêmico nacional, o Almirante Álvaro Alberto, em parceria com o CNPq e a Marinha do Brasil. Patrocina as revistas científicas Anais da ABC, Journal of Aerospace Technology and Management (JATM), do DCTA, e Pesquisa Naval, da Marinha do Brasil. Concede, ainda, expressivas bolsas complementares pós-doc, todos os anos, às Grandes Teses CAPES. 

Veja a repercussão da nomeação no portal R7

A cerimônia de diplomação e posse dos novos membros da ABC

Os Acadêmicos Luísa Lina Villa e Carlos Aragão chamaram ao palco para receber seus diplomas os novos membros presentes. Um destaque desse ano foi o fato da ABC ter elegido pela primeira vez como titulares dois ex-membros afiliados - categoria criada em 2007 para jovens pesquisadores de excelência com menos de 40 anos, que ficam cinco anos como membros da Casa. Foram eles o matemático Fernando Codá Marques, do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e o físico Ado Jório de Vasconcelos, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Saiba mais sobre eles em matéria das Notícias da ABC.

Neste ano, também foram eleitos seis novos membros correspondentes, categoria criada para cientistas estrangeiros ou radicados no exterior há mais de dez anos e de reconhecido mérito científico, que tenham prestado relevante colaboração ao desenvolvimento da ciência brasileira. Um deles foi o paleontólogo chinês Xiaolin Wang, que pesquisa os répteis voadores em parceria com cientistas brasileiros, entre eles os Acadêmicos Alexander Kellner e Diogenes Campos. Leia a matéria feita pelas Notícias da ABC.

Em seguida, o Acadêmico José Murilo de Carvalho deu as boas-vindas aos recém-empossados e brincou com o fato de o presidente da ABC ter limitado seu tempo de discurso. "Pedi ajuda a um colega, que me aconselhou a começar massageando o ego dos novos Acadêmicos, dizendo-lhes que não estão na ABC por favor, nepotismo ou clientelismo e que a Academia os foi buscar em suas universidades, visando apenas seus méritos." 

Depois da brincadeira, Carvalho reforçou o fato de os novos membros fazerem parte de um grupo seleto de cerca de 660 pesquisadores, apenas 0,5% dos 130 mil existentes no país. Ele também falou sobre o compromisso de fazer parte dessa instituição quase centenária. "Pertencer à ABC, ao lado da honra, envolve o dever moral de participar de suas atividades e contribuir para o seu engrandecimento." 

A química Susana de Torresi falou em nome dos Acadêmicos recém-empossados e comentou que, na sua condição de mulher e estrangeira, sentiu-se "duplamente reconhecida e acolhida pela Academia deste país generoso". "Se hoje estamos aqui, é porque a nossa dedicação à ciência foi reconhecida por nossos pares, e devemos estar cientes que isso implica também em obrigações", afirmou. "Muitos do meio acadêmico, cheio de desafios e cobranças, acreditam que, para cumpri-los, basta atingir números e é nosso dever repudiar essas práticas."

Jacob Palis relembrou que, em 2016, ano de seu centenário, a ABC já estará instalada em sua nova sede, o Palácio da Ciência, que representa um marco histórico. "Convido todos a visitarem o belo prédio na esquisa da rua da Alfândega com rua da Quitanda, que está sendo reformado, felizmente, a todo vapor." Ele agradeceu o apoio do ex-governador Sergio Cabral, que cedeu o edifício, do atual governador Luiz Fernando Pezão, dos secretários de Ciência e Tecnologia do Estado e do presidente da Faperj, com a qual dividirá o espaço.

Palis também recordou os eventos importantes dos quais a Academia participou e que marcaram o ano de 2013, como o Fórum Mundial da Ciência, a reunião do Interacademy Panel (IAP) e a Reunião Magna, que contou com a presença de detentores do Prêmio Nobel e da Medalha Fields. Agradeceu, especialmente, o apoio da Fundação Conrado Wessel e do MCTI, suas agências Finep e CNPq, e da Capes/MEC.

Por fim, o novo ministro de CT&I, Clelio Campolina, destacou a responsabilidade dos membros da ABC em ajudar a construir o desenvolvimento da nação de forma justa: "Manifesto publicamente o papel de vanguarda da Academia no avanço científico brasileiro. Estou certo que a ciência, tecnologia e inovação são a base do desenvolvimento nacional, do crescimento econômico e da sustentabilidade". Campolina enfatizou que só através desse tripé o Brasil poderá competir internacionalmente e reduzir as desigualdades sociais e regionais. 
 
A cerimônia foi encerrada com um coquetel, oferecido pela Fundação Conrado Wessel, servido no Salão Nobre da Escola Naval.

Clique na foto para ampliar

Os membros titulares e correspondentes recém-empossados, o ministro
Clélio Campolina, o presidente Jacob Palis e os ex-presidentes da ABC
Eduardo Krieger, Maurício Peixoto e José Israel Vargas 

Membros titulares

Ciências matemáticas: Fernando Codá dos Santos Marques (Impa), José Alberto Cuminato (USP) e Marco Antônio Teixeira (Unicamp).
Ciências físicas: Ado Jório Vasconcelos (UFMG), Fernando Lázaro Freire Júnior (CBPF), Kepler de Souza Oliveira Filho (UFRGS) e Marcia Cristina Bernardes Barbosa (UFRGS).
Ciências químicas: Edson Antonio Ticianelli (USP), Heloisa de Oliveira Beraldo (UFMG), Ronaldo Aloise Pilli (Unicamp) e Susana Inés Cordoba de Torresi (USP).
Ciências da terra: Niro Higuchi (Inpa) e Walter Demetrio Gonzalez Alarcon (Inpe)
Ciências biológicas: Carlos Alexandre Netto (UFRGS) e José Alexandre Felizola Diniz Filho (UFG).
Ciências biomédicas: Benedito Honório Machado (USP), Francisco Silveira Guimarães (USP), João Batista Teixeira da Rocha (UFSM) e Licio Augusto Velloso (Unicamp).
Ciências da saúde: Dulciene Maria de Magalhães Queiroz (UFMG).
Ciências da engenharia: Carlos Ricardo Soccol (UFPR), Jorge Rubio (UFRGS) e Sandoval Carneiro Junior (Vale S.A).
Ciências sociais: Otávio Guilherme Cardoso Alves Velho (Museu Nacional/UFRJ).

Membros correspondentes

Ciências químicas: Stefan Laufer (Universidade Eberhard-Karls-Tübingen).
Ciências da terra: Xiao-Lin Wang (IVPP/Academia Chinesa de Ciências). 
Ciências biomédicas: Douglas Taylor Golenbock (Universidade de Massachusetts), Frédéric Checler  (Universidade Nice-Sophia-Antipolis) e Victor Hugh Perry (Universidade de Southampton, Reino Unido). 
Ciências agrárias: Marc Van Montagu (Universidade de Ghent, Bélgica)


(Clarice Cudischevitch para NABC; fotos de Cristina Lacerda)




webTexto é um sistema online da Calepino