Erreur : filtre <b>« - #TITRE »</b> non défini

O universo mágico de um matemático

18/04/2012


"A paixão é inerente a muitos cientistas. E eu não escapo disso", disse o matemático Jacob Palis durante um encontro na Casa do Saber, na Lagoa, no Rio de Janeiro, na noite de 11 de abril. A interlocutora foi a editora de Ciência & Saúde do Jornal O Globo, Ana Lúcia Azevedo (na foto abaixo com Palis). A aula aberta, intitulada "As muitas incertezas de um matemático nota 10", lotou o auditório e foi uma conversa bem-humorada sobre a atuação profissional do cientista, sua linha de pesquisa e alguns aspectos da ciência brasileira. Confira abaixo as questões que foram abordadas.

Sistemas dinâmicos e evolutivos

A área tem sido o foco do trabalho de Palis desde o doutorado realizado na Universidade da California, nos Estados Unidos, sob orientação do cientista Stephen Smale, Membro Correspondente da Academia Brasileira de Ciências (ABC). Segundo ele, desde a época de Henri Poincaré - físico e matemático parisiense nascido no século XIX - a questão dos sistemas dinâmicos despontou. "É, na verdade, um campo com grande utilidade para a previsão de sistemas que pressupõem uma enorme quantidade de dados", explica.


De acordo com o presidente da ABC, um sistema dinâmico é um espaço onde acontecem deslocamentos de informações de forma contínua ou através de saltos de um ponto para o outro. "Na época do doutorado, o meu orientador tentava definir o que eles são e o que se podia dizer sobre o comportamento dessas trajetórias ao passar do tempo", acentua.

O entendimento e a aplicação desses sistemas ficaram mais evidentes com a evolução da tecnologia. Como consequência, o acúmulo de dados sobre modelos de mudanças climáticas, doenças e economia mundial, por exemplo, aumentou consideravelmente. "Nesses sistemas dinâmicos, a tendência é observar que as informações se acumulam em determinados pontos. Matematicamente, essas partes mais significativas, chamadas de atratores, possibilitam cálculos de previsões que não estão livres de sofrer incertezas".

"A curiosidade e a ousadia são fundamentais"

Palis diz que cresceu com o hábito de perguntar e questionar os professores, o que, segundo ele, nem sempre era bem recebido. "Muitas vezes eu não sei o que estou fazendo, mas sei perfeitamente aonde quero chegar", avalia. "Ao entrar no mestrado, eu tomei a iniciativa de enviar uma carta para o departamento de matemática da Universidade da California para ser aceito, sem conhecer ninguém. O cientista nunca pode deixar a ousadia de lado".

Experiência nos Estados Unidos

Por ter realizado a pós-graduação no exterior, em Berkeley, o matemático observou que os alunos de outros países eram muito bem-vindos. Segundo ele, o espírito é dar oportunidade aos bons estudantes, não importando de onde eles vêm. "Vamos aceitar os estrangeiros! O Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) tem mais da metade de seu corpo discente formada apenas por não-brasileiros. Temos muito a mostrar a eles, bem como aprender e acrescentar à nossa experiência o conhecimento e força de vontade deles".

Matemática e Ciência no Brasil

Para Palis, a matemática democratizou-se bastante nos últimos anos, tendo evoluído em qualidade e quantidade em diversas regiões do Brasil. "Nossas pesquisas ganharam espaço internacionalmente e temos dois pesquisadores no IMPA que podem vir a conquistar a Medalha Fields".

Em 2002, o matemático assumiu a coordenação do Instituto do Milênio - Avanço Global e Integrado da Matemática Brasileira, uma iniciativa que surgiu naquele ano com o intuito de fortalecer a área pelo país e no âmbito da América Latina. "Hoje, a Olimpíada Brasileira de Matemática atinge 20 milhões de crianças. O país precisa crescer no quesito educação, mas sem a participação de estudiosos e pessoas capazes de estimular e levar isso para frente fica mais difícil".

Gestão na Academia

A inovação, de acordo com Palis, tem sido amplamente promovida dentro do campo acadêmico. No entanto, ele alerta para o fato de que os produtos precisam ser feitos na indústria, senão não há competitividade. "Qualquer indústria instalada no país tem que ter espírito inovador, seja ela nacional ou estrangeira. Precisamos colocar em prática nossa criatividade e não somente pensá-la dentro de um laboratório".

Palis lembrou que a ABC tem estimulado essa discussão com os Simpósios Academia-Empresa, que já acontecem anualmente em estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. "A ideia é estender a ação para todas as regiões brasileiras. Esses encontros mostram excelentes casos de parceria entre empresas e universidades, como é o caso da Petrobras, Embrapa, Vale, Fibria Celulose, entre outras".

Nova sede

Por último, Palis lembrou que o prédio situado no Centro da cidade do Rio de Janeiro, cedido à Academia pelo Governo do Estado, vai aumentar a circulação de cientistas e, principalmente, da sociedade. "Teremos espaço para exposições e amplos debates enriquecedores. As Academias da América do Sul têm sedes grandiosas e precisamos de um prédio que esteja à altura da nossa Ciência, que está crescendo cada vez mais no Brasil e no exterior".

(Renata Fontanetto para NABC)

Todas as matérias deste site podem ser reproduzidas, desde que citada a fonte.

Leia sobre

Divulgação científica:

Políticas de ciência como solução para problemas globais


Leia também


ABC convida candidatos a debater programa de governo em CT&I

Avanço do sistema universitário depende de decisões fortes e polêmicas

'É preciso que haja um consenso global sobre a importância da educação', diz especialista do Banco Mundial

Ciências sociais e da natureza: juntas a serviço de uma sociedade sustentável

Em primeira visita à ABC, ministro da Educação defende expansão do acesso e tratamento diferenciado às universidades

As minas e o homem: duas realidades que precisam dialogar

Mudanças no ensino superior

Excelência x conservadorismo

Pobreza: definição, medição e combate em prol da sustentabilidade

CPTEC/INPE promove seminários de Modelagem Atmosférica

Novo modelo pode ajudar no tratamento do Mal de Alzheimer

Falecimento do Acadêmico Vitor Baranauskas

Brasil conquista medalhas de ouro e prata em competição para estudantes universitários

José Murilo de Carvalho será titulado Doutor Honoris Causa da Universidade de Coimbra

Cerimônia do Prêmio Almirante Álvaro Alberto acontece em Brasília

'Se não fossem as termoelétricas, estaríamos no escuro'

Missão da Comissão Europeia visita o Laboratório NanoBioss (IQ-Unicamp)

Momento para mudanças conceituais

Energia sustentável e redução de riscos de desastres

Abertas as inscrições para o Prêmio Vale-Capes 2014

Acadêmico é o primeiro brasileiro a receber prêmio americano de oftalmologia

Eliete Bouskela recebe Medalha Tiradentes

Começa a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Membro correspondente da ABC recebe mais alto prêmio da Associação Alemã de Materiais

Simpósio 'Recursos Hídricos na Região Sudeste: Segurança Hídrica, Riscos, Impactos e Soluções'

'Para Mulheres na Ciência' realiza mesa-redonda com laureadas

16th Young Scientists Conference TWAS ROLAC




Notícias da ABC


Veja todas as notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3o andar, Centro
Rio de Janeiro, Brasil. Cep: 20030-060
Tel: [+55](21)3907-8100
Fax: [+55](21)3907-8101

Conteúdo retirado do site da Academia Brasileira de Ciências - www.abc.org.br