Erreur : filtre <b>« - #TITRE »</b> non défini

Sérgio Cabral entrega chaves da nova sede da ABC

12/04/2012

No dia 27 de março, centenas de Acadêmicos, autoridades e jornalistas lotaram o Salão Nobre do Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, para participar de um dos momentos mais históricos para a ABC. Na presença do secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso, do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) em exercício, Luiz Antonio Elias, do presidente da Finep, Glauco Arbix, do presidente da Capes/MEC, Jorge Guimarães, entre outros, o governador Sergio Cabral entregou nas mãos do presidente da ABC, Jacob Palis, a chave simbólica da nova sede da Academia.


Alexandre Cardoso, Sérgio Cabral, Jacob Palis e Luiz Antonio Elias

O prédio, doado pelo Governo Estadual em 2009, foi construído para sediar o Banco Alemão Transatlântico, é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Artístico e Cultural do Rio de Janeiro (Inepac) e abrigava, até então, a Secretaria da Fazenda. Durante a solenidade, foi projetado um vídeo com o projeto de reforma do predio, desenvolvido pelo escritório Scorzelli Arquitetura e Design e premiado em 2011. 

O secretário Alexandre Cardoso ressaltou o papel da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) na promoção da ciência do Rio de Janeiro, enfatizando que o órgão - que investiu 1,1 bilhão de reais na área de CT&I entre 2007 e 2011 - é um exemplo para o Brasil. Cardoso também afirmou que "o governador está transformando o sonho da Academia do Brasil, e que não há um pesquisador nesta solenidade que não esteja agradecendo o seu carinho com a ciência brasileira".

O presidente da ABC, Jacob Palis, declarou que a nova sede é um desejo quase centenário dos Acadêmicos. "Nossa nova missão é reformar esse prédio para que a Academia possa fazer mais pela população e destacar ainda mais a ciência do Brasil perante o mundo. Ele vai ser a casa da sociedade brasileira." O matemático enfatizou os estudos que a ABC desenvolve em áreas como doenças negligenciadas, recursos hídricos e Amazônia, além da busca por jovens talentos em todas as regiões do Brasil. "Tudo que os Acadêmicos geram é sem receber nada; eles acabam pagando para trabalhar pela ABC", comentou Palis. "Já recebemos propostas para nos instalarmos em Brasília, em São Paulo, mas a Academia nasceu no Rio de Janeiro e vai continuar. Por isso, peço que o 'Governador da Ciência' Sérgio Cabral seja o nosso líder na captação de recursos!"


Já Luiz Antonio Elias, que representava o ministro de CT&I, Marco Antônio Raupp, declarou que o novo prédio da ABC será o "braço da ciência" em uma área significativamente cultural no Centro da cidade. Destacou ainda a importância do crescimento da ciência no Rio de Janeiro: em 2000, o estado contava com sete mil pesquisadores e, hoje, tem quase 20 mil. "Só se faz inovação com conhecimento; ela não brota do nada. E conhecimento se dá a partir da ciência feita dentro das universidades."

O governador Sérgio Cabral deu início a seu discurso com uma brincadeira: "É na condição de presidente da Comissão de Captação de Recursos, para a qual fui designado, que me pronuncio!" Em seguida, assumiu a responsabilidade de levar adiante, juntamente com o presidente e os membros da ABC, a missão mencionada por Jacob Palis. Cabral ressaltou o compromisso do seu governo com o avanço da ciência: "Investimos quase dois bilhões de reais em pesquisa de forma transparente, além de incentivar institutos dentro dessa área. A entrega do prédio à ABC está dentro desse contexto, de avançar cada vez mais". O governador afirmou que fará com a nova sede o mesmo que fez com o Theatro Municipal, a Sala Cecilia Meireles e o Museu da Ciência em Duque de Caxias. "Vamos usar a Lei Rouanet, a Lei do ICMS, leis de incentivo em geral. Vou dar todo o apoio que puder e tenho certeza que as empresas também vão investir. Minha meta é inaugurar a nova sede ainda no meu governo, que vai durar mais dois anos e oito meses", declarou.

Presença maciça de Acadêmicos

Foi expressivo o número de membros da ABC presentes na solenidade de entrega das chaves da nova sede. Adalberto Vieyra, Adelmar Faria Coimbra-Filho, Alberto Passos Guimarães, Carlos Eduardo Rocha-Miranda, Carlos Gustavo Tamm, Cesar Camacho, Darcy Fontoura, Débora Foguel, Edmundo de Souza e Silva, Elisa Reis, Emiliano Medei, Eugenius Kaszkurewicz, Henrique Bursztyn, Jerson Lima, Jorge Guimarães, Lindolpho de Carvalho Dias, Marcello Barcinski, Maria Carolina Nemes, Mauricio Matos Peixoto, Sérgio Pena, Vitor Francisco Ferreira, Walter Mannheimer e Wanderley de Souza foram alguns dos que estiveram no evento prestigiando a Academia. Para o presidente Jacob Palis, foi uma grande satisfação a presença de tantos Acadêmicos na solenidade e agradeceu a todos pela participação em momento tão simbólico para a ABC. Confira abaixo os depoimentos de alguns deles sobre a solenidade:

Adalberto Ramón Vieyra, professor titular do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho (UFRJ): "Acaba uma peregrinação de quase um século atrás de uma sede digna. A Academia tem agora esse novo prédio como parte de um gesto generoso do Governo do Estado, que também tem uma grande preocupação com a educação e políticas sociais."

Carlos Eduardo Guinle da Rocha Miranda, ex-vice-presidente da ABC: "Durante 10 ou 15 anos, fui membro de um grupo dentro da Academia que se preocupava exclusivamente com a presença de uma casa. O professor Lindolpho de Carvalho dirigiu nossos trabalhos durante anos para ver se conseguíamos o que está hoje se materializando com a entrega dessas chaves. Isso é uma realização, pois um país como o Brasil não pode deixar de ter uma Academia equivalente ao seu porte cientifico. Então é o momento do governo reconhecer esse fato - e o Governo do Estado está fazendo isso de uma maneira brilhante, dando as chaves de um novo prédio."

Carlos Gustavo Tamm de Araujo Moreira, pesquisador titular do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA): "Acho muito merecido que a Academia de Ciências tenha uma sede decente, que não seja um andar  em um edifício comercial no Centro da cidade. Acho que o Governo do Estado acertou, mas ele também podia ajudar para que as sociedades brasileira e fluminense tivessem mais cientistas, valorizando mais a educação e as universidades públicas - em particular as estaduais, que estão muito sucateadas. Mas mesmo assim viemos aqui, pois temos o prazer de prestigiar esse evento."

César Leopoldo Camacho, diretor do IMPA: "É um momento de alegria para todos nós. A associação mais representativa de toda a ciência brasileira está de regozijo porque terá um novo prédio. Já estava se passando o tempo de recuperarmos a imagem de que a Academia precisa com a sua sede, que será um centro de muitas atividades importantes para a ciência e para o país."

Darcy Fontoura de Almeida, professor titular do Instituto de Biofísica da UFRJ: "Sou muito vizinho a tudo que a Academia faz, não só no Rio de Janeiro como no Brasil, e acho que a ABC está aos poucos chegando a obter o prestígio e a reputação que deveria ter tido há muito tempo."

Jerson Lima, diretor científico da Faperj: "Esse evento marca a história da ABC, que vem buscando uma sede à altura da ciência brasileira há muitos anos. Outros países, como Estados Unidos e até mesmo a Argentina, Índia e China, têm uma sede muito mais adequada, então é mais do que apropriado a ABC receber esse prédio histórico no Centro do Rio. Além disso, ela terá mais espaço para reuniões, estudos e exposições, pois a Academia tem vários grupos de trabalho que certamente poderão ser ampliados, atuando em vários temas paralelos, pois uma das limitações atuais é a falta de um espaço."

Jorge Guimarães, presidente da Capes: "Eu me sinto orgulhoso pela Academia ganhar um prêmio como esse. É algo que dignifica a ciência brasileira e faz jus ao trabalho que a ABC vem fazendo há quase 100 anos. O Rio de Janeiro, os nossos cientistas, pesquisadores e estudantes estão todos de parabéns por ter uma Academia instalada com essa pompa, o que não é muito diferente do que ocorre nos países mais desenvolvidos. Estou emocionado."

Lindolpho de Carvalho Dias, secretário-executivo da ABC: Há muito tempo estamos envolvidos nesse problema. O governo entendeu e nos cedeu esse prédio, que agora temos que recuperar. Temos muitas expectativas e hoje é um dia importante nesse aspecto, pois dá uma nova possibilidade para a Academia."

 Marcello André Barcinski, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz): "É um momento muito importante para a Academia, pois ela passa a ter uma sede que está de acordo com a sua importância, sua projeção nacional e internacional. O novo prédio dará uma dimensão que a ABC efetivamente merece."

Maurício Matos Peixoto, ex-presidente da ABC: "É uma grande satisfação fazer parte desse momento tão único para a Academia. Ganhar uma sede adequada é um objetivo antigo, por isso estão todos de parabéns."

Sérgio Danilo Junho Pena, professor titular da UFMG: "Esse é um momento fundamental na vida da ABC, que está alçando voo e conseguindo uma penetração nacional dentro do próprio mundo político. Isso é fantástico, então eu vejo essa ocasião muito otimistamente, tanto que vim de Belo Horizonte só para participar desse evento."

Veja os melhores momentos do evento no vídeo abaixo.



Notícias relacionadas

Boletim da Faperj

ABC recebe chave de futura sede em cerimônia no Palácio Guanabara (29/03/2012)

Portal FAETEC

Academia Brasileira de Ciências ganha nova sede no Rio (28/03/2012)


(Clarice Cudischevitch e Elisa Oswaldo-Cruz para NABC / Vídeo: Madiano Marcheti)

Todas as matérias deste site podem ser reproduzidas, desde que citada a fonte.

Leia também


ABC convida candidatos a debater programa de governo em CT&I

O ensino de ciências na Bahia

Avanço do sistema universitário depende de decisões fortes e polêmicas

'É preciso que haja um consenso global sobre a importância da educação', diz especialista do Banco Mundial

Ciências sociais e da natureza: juntas a serviço de uma sociedade sustentável

Em primeira visita à ABC, ministro da Educação defende expansão do acesso e tratamento diferenciado às universidades

As minas e o homem: duas realidades que precisam dialogar

Mudanças no ensino superior

Excelência x conservadorismo

Pobreza: definição, medição e combate em prol da sustentabilidade

'Se não fossem as termoelétricas, estaríamos no escuro'

Missão da Comissão Europeia visita o Laboratório NanoBioss (IQ-Unicamp)

Momento para mudanças conceituais

Energia sustentável e redução de riscos de desastres

Abertas as inscrições para o Prêmio Vale-Capes 2014

Acadêmico é o primeiro brasileiro a receber prêmio americano de oftalmologia

Eliete Bouskela recebe Medalha Tiradentes

Começa a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Membro correspondente da ABC recebe mais alto prêmio da Associação Alemã de Materiais

Simpósio 'Recursos Hídricos na Região Sudeste: Segurança Hídrica, Riscos, Impactos e Soluções'

'Para Mulheres na Ciência' realiza mesa-redonda com laureadas

Políticas de ciência como solução para problemas globais

'Ou a sociedade preserva a natureza e a si própria, ou enfrenta o desastre'

A experiência do Programa ABC na Educação Científica

Soluções para problemas urgentes dependem de diálogo

Demora, mas vai...

John Templeton Foundation patrocina estudos de complexidade com sede no CBPF

A arte e a paixão de ensinar

Ponte de elétrons

O ensino de ciências no contexto nacional brasileiro

X Seminário Nacional ABC na Educação Científica




Notícias da ABC


Veja todas as notícias


Rua Anfilófio de Carvalho, 29/3o andar, Centro
Rio de Janeiro, Brasil. Cep: 20030-060
Tel: [+55](21)3907-8100
Fax: [+55](21)3907-8101

Conteúdo retirado do site da Academia Brasileira de Ciências - www.abc.org.br