Português > Notícias > Simpósio sobre questões de água e sustentabilidade ecológica é sucesso em São (...)


Simpósio sobre questões de água e sustentabilidade ecológica é sucesso em São Carlos

  • Compartilhe:

Publicado em 11/06/2014

A ABC se uniu mais uma vez à Academia de Ciências (Deutsche Akademie der Naturforscher Leopoldina) e à Academia de Jovens Cientistas (Die Junge Akademie), ambas da Alemanha, para realizar o simpósio "Questões de Água e Sustentabilidade Ecológica em Áreas de Urbanização", entre os dias 5 e 8 de maio, na sede da Embrapa Instrumentação, em São Carlos (SP).

O evento contou com o apoio da Prefeitura de São Carlos - cidade reconhecida com a "Capital da Ciência" -, da Embrapa Instrumentação e do Centro Alemão de Ciência e Inovação de São Paulo, e mobilizou 27 jovens cientistas (11 alemães e 16 brasileiros), além de representantes da ABC e das Academias da Alemanha.

O objetivo foi a discussão da gestão sustentável dos recursos hídricos e o fortalecimento da cooperação entre os dois países nesta área. Compondo o calendário da Temporada "Alemanha + Brasil 2013-2014", o simpósio, em suas primeiras atividades, buscou identificar e discutir tendências e tópicos futuros de pesquisa nas áreas de "água e uso do solo", "água e saúde" e "serviços ecossistêmicos".

A cerimônia de abertura do simpósio aconteceu no Auditório Sérgio Mascarenhas (cujo nome homenageia o Acadêmico e físico da Universidade Federal de São Carlos - UFSCar) da unidade.


Abertura do simpósio na sede da Embrapa Instrumentação

Estavam presentes o chefe geral da Embrapa Instrumentação, Luis Henrique Capparelli Mattoso; o presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE), Sérgio Pepino, representando o prefeito Paulo Altomani; o Acadêmico José Galizia Tundisi , secretário municipal de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia; o assessor técnico da ABC Marcos Cortesão, em nome do presidente da Academia brasileira, Jacob Palis ; e os representantes da Academia alemãs Jan Nissen (Deutsche Akademie der Naturforscher Leopoldina) e Ruth Bendels (Die Junge Akademie).

Marcos Cortesão lembrou que a questão dos recursos hídricos é um assunto fundamental no cenário atual e ressaltou os potenciais resultados do evento. "O que pretendemos é mobilizar a expertise científica brasileira e alemã para se pensar na contribuição da ciência em soluções que possibilitem oferecer acesso a água de boa qualidade para a humanidade", comentou.

Ele confirmou a relevância do encontro para a integração de jovens pesquisadores dos dois países e para a valorização das gerações mais novas de cientistas. "No Brasil, há seis anos, temos a categoria de membro afiliado, na qual jovens talentos brasileiros são eleitos por um período de cinco anos e passam a integrar os quadros da ABC", explicou Cortesão.

José Galizia Tundisi, por sua vez, destacou a importância do evento também para São Carlos. "O simpósio vai contribuir para a gestão da água na cidade, pois esses especialistas seguramente vão discutir temas na área de sistemas urbanos e, portanto, as experiências deles serão úteis ao município", disse o Acadêmico. Sergio Pepino, do SAAE, concordou que essa interação deve contribuir para o melhoramento da gestão da água da cidade. "Nenhum sistema é eterno, eles são frágeis e podem ter problemas gravíssimos. Essa troca de experiências entre Brasil e Alemanha, de conhecimentos e tecnologias, só faz com que resolvamos esses e outros problemas que estamos enfrentando."

Também prestigiaram o evento o secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Hilário Apolinário de Oliveira; o coordenador de Meio Ambiente, Paulo Taú; o diretor de Turismo André Frujuelli; os diretores da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, Ciência e Tecnologia Pericles Trevisan e Clovis Biscegli; o presidente da autarquia Progresso e Habitação São Carlos (Prohab), Mauro Moraes; e o ex-presidente da Embrapa, Silvio Crestana.

Leia também a matéria sobre os dias seguintes do simpósio.


(Vitor Vieira para NABC)



webTexto é um sistema online da Calepino