Português > Notícias > Nova sede da ABC: cessão oficializada no Palácio Guanabara


Nova sede da ABC: cessão oficializada no Palácio Guanabara

  • Compartilhe:

Publicado em 29/04/2014

O jardim de inverno do Palácio Guanabara foi palco de uma solenidade muito esperada pelos Membros da Academia Brasileira de Ciências. Dentro da cerimônia de entrega de termos de outorga de editais da Faperj, o governador Sérgio Cabral assinou a doação do prédio da Rua da Alfândega nº 42 para a Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio de Janeiro, e o seu diretor-presidente, assinou a cessão de três andares do prédio para a ABC. O presidente da ABC assinou também o documento de compromisso. A obra de reforma, iniciada em fevereiro, tem previsão de duração de 14 meses.


Gustavo Tutuca, Jacob Palis , Luiz Fernando Pezão, Ruy Marques e Sérgio Cabral

Em seu discurso, Ruy Marques destacou o valor da parceria com a ABC. Ele conta que desde 2009 a Faperj e a ABC vinham "namorando", em total harmonia e num espírito extremamente construtivo. "Vem dando tão certo que agora as instituições decidiram morar juntas". Em nome de toda a equipe da Faperj, Marques agradeceu ao governador e aos secretários de Ciência e Tecnologia anteriores, Alexandre Cardoso e Luis Edmundo Horta, que estiveram totalmente envolvidos no processo decisório que levou à criação do Palácio da Ciência. Vejam trecho referente ao tema no vídeo da Faperj apresentado na ocasião.

A área ocupada pela Fundação em sua sede atual, que corresponde a mil metros quadrados, passará para 1500 m² nos quatro andares do Palácio da Ciência. Essa ampliação, segundo Marques, é coerente com o crescimento da Faperj nos últimos anos, desde que o governo do Estado, em 2007, passou a destinar à Fundação os 2% da arrecadação líquida do Estado, percentual estabelecido por lei, mas não cumprido pelos governos anteriores.

Muito emocionado, o presidente da ABC Jacob Palis, declarou que a Academia Brasileira de Ciências completará 100 anos e que desde sua fundação nunca teve uma sede à altura da ciência nacional. Tal fato coloca o Brasil em descompasso com outras Academias Nacionais de Ciências, enquanto nossa Ciência faz contínuos avanços a nível internacional. "Quem já visitou outras sedes, incluindo as das Academias de Ciências da Argentina, do Chile, do México, da África do Sul, da Índia e da China, certamente concordará conosco."

Palis agradeceu ao governador Sergio Cabral e ao vice-governador Pezão pela iniciativa de comandar uma reviravolta quanto à nova sede da ABC, assim como aos ex-secretários de Estado Alexandre Cardoso e Joaquim Levy, responsáveis pela indicação do belíssimo edifício para abrigar a ABC. Agradeceu ainda o apoio do secretário de Ciência e Tecnologia atual, Gustavo Tutuca, por seu grande apoio e a Ruy Garcia Marques, pela parceria, constante apoio e amizade. "O edifício será compartilhado fraternalmente pela ABC e pela Faperj, duas instituições que tem em seus estatutos, e mesmo no espírito de suas criações, o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado e do País."

Em seguida, assim como Marques havia feito anteriormente, Palis entregou ao governador uma placa alusiva à doação da nova sede. Cabral agradeceu, declarando sua grande alegria em deixar, a dois dias de sua renúncia ao governo, este Palácio da Ciência encaminhado para o Estado do Rio de Janeiro. Relatou que o edifício foi construído para ser o Banco Alemão e depois, por décadas, abrigou a Secretaria de Fazenda, que hoje está alocada em outro prédio histórico.

Visitando a obra

Mais tarde, o presidente da ABC acompanhado de seu chefe de gabinete Fernando Verisimo e da assessora técnica da ABC Márcia Graça-Melo foram visitar as obras do prédio, junto com Ruy Marques, Rex Nazaré, o secretário de Estado de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Gustavo Tutuca e o subsecretário Alexandre Vieira.

Ao vivo, a emoção do presidente Jacob Palis foi ainda maior. "As obras estão andando de forma célere e já há sinais transparentes da beleza e nobreza do Palácio da Ciência, onde vamos comemorar os 100 anos da Academia."

Márcia Melo, que é formada em arquitetura, relatou que ficou muito bem impressionada com a qualidade técnica dos engenheiros e do mestre de obras, integrantes da empresa vencedora da licitação, a Concremat, especialmente pelo cuidado com as características arquitetônicas do prédio, cheio de detalhes em gesso, marcenaria e lindos vitrais. Certamente, esse cuidado é também reflexo do trabalho do arquiteto Marcos Scorzelli, responsável pelo lindo projeto premiado, feito em conjunto com seu falecido pai, Roberto Scorzelli.

ABC, a caminho do seu Centenário. Ao que tudo indica, em grande estilo.


Esquina da rua da Alfândega com rua da Quitanda:
planta das fachadas do Palácio da Ciência, no Centro do Rio.

Assista ao trecho do vídeo apresentado na cerimônia, em que o Presidente da ABC, Jacob Palis, fala sobre a parceria com a FAPERJ e o novo espaço da Academia Brasileira de Ciências:


(Elisa Oswaldo-Cruz para Notícias da ABC)



webTexto é um sistema online da Calepino