Página inicial > Membros > Acadêmicos > Maria Assunção Faus da Silva Dias


Maria Assunção Faus da Silva Dias (SILVA DIAS, M. A. F.)

Ciências da Terra
Membro Titular
Ingresso em 30 de mai de 2007
Currículo
Link para a plataforma Lattes
E-mail

Obteve em abril de 1979 o "Ph. D." em Ciências Atmosféricas pela Colorado State University nos EUA com a tese: "Linear spectral model of tropical mesoscale systems". É Professora Titular do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciência Atmosféricas da Universidade de São Paulo desde 2001 e tem bolsa de pesquisa do CNPq nível 1-A desde agosto de 1997; foi Presidente da Sociedade Brasileira de Meteorologia, SBMET, de dezembro de 1990 a novembro de 1992, Presidente da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo, de novembro de 1999 a junho de 2001, Vice Diretoria do IAG/USP de junho de 2001 a novembro de 2003. Desde dezembro de 2003 é Coordenadora Geral do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.
Participou de vários comitês internacionais e atualmente é Presidente do Conselho Executivo do Inter-American Institute for Global Change Research (IAI) para o período março de 2006 a fevereiro de 2008, co-Presidente do Comitê de Coordenação Científica e de Implementação do Programa "La Plata Basin - LPB" ligado aos programas internacionais CLIVAR e GEWEX do World Climate Research Program, a partir de Abril de 2005. É Membro do "Advisory Panel" do Earth and Sun System Laboratory do National Center for Atmospheric Research — Boulder, Colorado, EUA.desde janeiro de 2006. Em 2005 foi elevada à categoria de Fellow da American Meteorological Society e em 27 de novembro de 2006 recebeu o Prêmio Adalberto Serra pela carreira de pesquisa conferido pela Sociedade Brasileira de Meteorologia. É Editora Associada da Revista Brasileira de Geofísica desde 1988, e foi Editora Responsável da Revista Brasileira de Meteorologia de novembro de 1992 a outubro de 1994. Foi membro do Comitê de Geociências da CAPES e do Comitê Assessor do CNPq na área de Geofísica, Meteorologia e Geodésia.
Orientou 26 mestrados e 11 doutorados, publicou 75 trabalhos em revistas indexadas, 9 capítulos de livros e apresentou aproximadamente 180 trabalhos em reuniões científicas.
Seu foco de pesquisa são os sistemas tropicais que produzem chuvas tendo enfocado com maior ênfase a região da Bacia Amazônica onde abordou aspectos de interação entre a biosfera e atmosfera, em particular os efeitos de desmatamento e de queimadas, e a região sudeste do Brasil onde abordou os temas de interação entre topografia e circulações marítimas para o desenvolvimento de tempestades. Em ambos casos, utilizou ferramentas de modelagem numérica e uma forte componente de observações através de campanhas de medidas experimentais. Coordenou entre 1982 e 1989, três campanhas de medidas experimentais no estado de São Paulo dentro do Projeto RADASP. A partir de 1993 participou do Projeto LBA (Experimento de Grande Escala da Interação Biosfera Atmosfera na Amazônia) pertencendo ao Comitê de Coordenação Científica até hoje. Coordenou dentro do LBA, no período de 1999 a 2002, duas campanhas de medidas experimentais em Rondônia e uma em Santarém, Pará, em todos os casos com intensa participação internacional.




webTexto é um sistema online da Calepino