Isaias Raw (RAW, I.)

Ciências Biomédicas
Membro Titular
Ingresso em 17 de dez de 1987
Currículo
Link para a plataforma Lattes
E-mail

Dedicou-se desde os tempos de estudante de Medicina a pesquisas em Bioquímica. Em bolsa no exterior, trabalhando com o Prof. Severo Ochoa, isolou uma das enzimas do ciclo de oxidação de ácidos graxos. No seu regresso concentrou suas atividades no estudo da mitocôndria, demonstrando pela primeira vez a possibilidade de frações submitocondriais catalizarem fosforilação oxidativa. Descobriu a presença de citocromos b5 e P450 na membrana externa da mitocôndria, tendo estabelecido o papel do citocromo b5 na metemoglobina redutase. Realizou pesquisas sobre a ação de drogas na indução de citocromos. Foi também pioneiro na investigação de enzimas do metabolismo do T. cruzi. Demonstrou a presença de mRNA no nucléolo. Foi o primeiro professor a mudar-se para o Instituto de Química da USP, iniciando a reforma universitária. Ao sair do país, deixou um dos mais importantes grupos de bioquímicos, formando meia dúzia dos atuais professores, que por sua vez multiplicaram-se em quase uma centena de doutores.
Dedicou uma parte do seu tempo em desenvolver o ensino de Ciências, criando à frente da FUNBEC o uso de kits que permitiu estudantes realizar experimentos em casa, culminando com a série Cientistas, que levou à utilização de cerca de 3 milhões de kits. Introduziu inovações no ensino das Ciências na Escola Secundária o que deu origem às Editoras da Universidade de Brasília e São Paulo. Criou na FUNBEC uma indústria de equipamentos médicos e científicos, de onde saíram os primeiros eletrocardiógrafos, monitores, cardioversores, pHmetros e fotocolorímetros produzidos no Brasil.
Lançou na Universidade de São Paulo um Curso médico experimental, integrando Ciência Básicas e Clínicas. No exílio escreveu um livro ("From Molecule to Medicine-anemia"), que foi um modelo de texto para esta integração, idéia que redesenvolveu no seu regresso publicando uma série de quatro monografias. Dedicou-se à inovação do ensino de Química, combinado à Nutrição, projeto que realizou no MIT e Harvard e que foi utilizado em oito Colleges.
Foi também o fundador do Cescem e Fundação Carlos Chagas, que introduziu o vestibular unificado e pesquisas sobre o vestibular e suas implicações.
Criou em 1985, no Instituto Butantan o Centro de Biotecnologia que desenvolveu e implantou tecnologias modernas para a produção de soros e vacinas, trazendo o Brasil para níveis internacionais. É hoje, (1995) Diretor do Instituto Butantã.




webTexto é um sistema online da Calepino