G-Sciences

O grupo de presidentes de Academias de Ciências que se reunia anualmente antes da reunião dos presidentes dos países do grupo G8+5 tornou-se independente e agora se chama G-Sciences.

O grupo G8+5 reúne os presidentes e primeiros ministros dos países mais poderosos do mundo G8 - Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, Reino Unido e os Estados Unidos -, e os líderes de cinco países emergentes de grande projeção no cenário internacional - África do Sul, Brasil, China, índia e México. Em paralelo com as reuniões entre os presidentes dos países membros do G8+5, ocorria uma reunião entre os presidentes das Academias de Ciências dos mesmos países. Essa reunião científica tem importância fundamental para a chamada diplomacia científica, pois subsidia as declarações assinadas pelos Chefes de Estado.

O grupo G8+5 foi formado em 2005 na cidade de Gleneagles, na Escócia, quando o Primeiro Ministro Britânico, Tony Blair, como anfitrião do encontro anual do G8, convidou os principais países emergentes para participar das conversações.

A participação da ABC no grupo de Academias que assessora o grupo dos oito países mais ricos do mundo merece destaque, contribuindo para que a voz da comunidade científica se faça escutar em suas conferências de cúpula anuais, quando da tomada de grandes decisões no campo da política internacional.

Para acompanhar a participação da ABC no G-Sciences/G8+5, leia os Relatórios de Atividades anuais.

Relatório de Atividades da ABC 2011
Relatório de Atividades da ABC 2010
Relatório de Atividades da ABC 2009




webTexto é um sistema online da Calepino