Português > Notícias > Contribuições para a celebração dos 100 anos da ABC


Contribuições para a celebração dos 100 anos da ABC

  • Compartilhe:

Publicado em 1º/12/2015

A Academia Brasileira de Ciências vai completar 100 anos no dia 3 de maio de 2016 e busca apoio para a realização das atividades de comemoração. Ela foi criada por um grupo de cerca de 50 cientistas, entre eles Henrique Morize , Edgar Roquette-Pinto, Oswaldo Cruz e Juliano Moreira , com o objetivo principal de propiciar condições para o desenvolvimento da ciência básica.

Abaixo, divulgamos um pouco da história da ABC e da sua contribuição para a sociedade, as atividades e produtos previstos para o seu centenário e as cotas de patrocínio e tabela de contrapartida. Ajude a Academia Brasileira de Ciências a celebrar os seus 100 anos e a continuar a luta pelo desenvolvimento da ciência!

A ABC E A SOCIEDADE

Nesse processo, a Academia e os Acadêmicos estiveram envolvidos em diversas atividades importantes para a sociedade brasileira, como a introdução da radiodifusão no país (1923), a criação de diversas agências de fomento - como o Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) - cujo primeiro presidente foi o então presidente da ABC, Almirante Álvaro Alberto - e a Campanha Nacional de Aperfeiçoamento do Ensino Superior (Capes), em 1951, assim como a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em 1969, e o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), em 1971.

A ABC deu expressiva contribuição, ainda, ao processo de criação de importantes instituições de ensino e pesquisa, como o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e a Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

A criação do sistema de "avaliação por pares" no país também contou com a colaboração da ABC,ampliando a participação direta da comunidade científica nos processos decisórios, de formulação e execução de políticas públicas em ciência e tecnologia.

A ABC tem uma grande projeção internacional, articulando-se e trabalhando em conjunto com as academias de ciências de todo o mundo. Ao longo de sua história, a ABC recebeu inúmeros cientistas renomados, muitos dos quais se tornaram seus membros correspondentes, dentre eles Albert Einstein , Marie Curie, Enrico Fermi , Giovanni Marconi, Theodosius Dobzhansky, Bernardo Houssay, Richard Feynman, Robert Oppenheimer, Sir Peter Medawar, René Thom , Stephen Smale , Chen Ning Yang , Claude Cohen-Tannoudji  e diversos outros detentores do prêmio Nobel e outros prêmios de grande calibre.

A ABC teve um papel muito importante na consolidação da pesquisa científica no Brasil. A produção científica de seus membros constitui um conjunto de trabalhos científicos de alta qualidade em diversas áreas do conhecimento. Muitos destes trabalhos resultaram em grande contribuição à Ciência, assim como em aplicações e inovações tecnológicas e sociais de alta relevância para o país.

Nas últimas décadas, a Academia tem dado importante apoio à sociedade brasileira, promovendo seminários científicos de alto nível, fomentando a colaboração regional e internacional entre cientistas e produzindo documentos que servem de base para políticas públicas. Dentre esses, destacamos os importantes livretos sobre a Amazônia, educação básica, aprendizagem infantil, doenças negligenciadas, recursos hídricos e ensino superior, dentre outros.

A ABC mantém, desde 1917, sua revista científica de caráter interdisciplinar, os Anais da Academia Brasileira de Ciências, que é a publicação cientifica mais tradicional do Brasil.

A NOVA SEDE DA ABC

Encerrando uma busca quase centenária de uma sede à altura de sua importância, a Academia recebeu em 2014 três andares de um prédio histórico, doado à Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa (Faperj) pelo Governo do Estado. Localizado no corredor cultural do Centro do Rio de Janeiro, o edifício está sendo restaurado para se tornar, em breve, o Palácio da Ciência.

Construído para sediar o Banco Alemão, o belo prédio fica na esquina da Rua da Alfândega com a Rua da Quitanda.

A CELEBRAÇÃO DO CENTENÁRIO

A COMISSÃO DO CENTENÁRIO

Para organizar a comemoração do seu Centenário, a ABC compôs uma Comissão, formada por nomes muito caros à Ciência brasileira: o presidente da ABC, Jacob Palis ; o vice-presidente da ABC, João Fernando Gomes de Oliveira ; a presidente da SBPC, Helena Nader ; o presidente da Embrapii, Jorge Almeida Guimarães ; o presidente do CNPq, Hernan Chaimovich, o presidente da Fundação Conrado Wessel, Américo Fialdini; o diretor da ABC Luiz Davidovich ; a representante do Comitê Executivo da ABC Débora Foguel ; o Acadêmico José Murilo de Carvalho , coordenador da pesquisa histórica do Centenário; o pesquisador em história da ciência e vice-presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira;e o Comandante Dias Gomes, representando a Marinha Brasileira, tradicional parceira da ABC.

Sob supervisão dos Profs. José Murilo e Ildeu Moreira, especialistas vêm preparando uma cuidadosa pesquisa histórica textual e iconográfica será desdobrada em diversos suportes, adequados aos mais diversos públicos.

A coordenação da elaboração dos produtos do Centenário é da assessora de comunicação da ABC, Elisa Oswaldo-Cruz, e a administração dos recursos será realizada pela gerente de projetos Gabriella Mello.

OS PRODUTOS

Teremos um livro de mesa bilíngue, para presentear autoridades locais e estrangeiras, patrocinadores e visitantes ilustres. Um conteúdo resumido e tambémbilíngue irá compor uma revista, com texto leve, agradável e ricamente ilustrada, contando a história da Academia e sua inserção social a cada década, numa linha do tempo que incluirá fatos históricos da ciência e da política nacional e internacional, criando um contexto para as ações da ABC. A atuação de seus cientistas mais destacados em benefício da sociedade será um ponto forte nessa publicação, que será transposta e adaptada para um hotsite, linkado ao site da ABC.

Para o público infanto-juvenil teremos um e-book interativo que, por meio de jogos e brincadeiras, estimularão o interesse pela ciência brasileira, pelas pesquisas de ponta feitas em nosso país ao longo desses 100 anos e por seus heróis: os cientistas.

O conteúdo da revista e do e-book será adaptado e enriquecido com elementos exclusivos do livro - como páginas dos livros de atas originais, páginas de jornais de época com charges e notícias, além de fotografias, filmes eanimações - para compor uma exposição itinerante, batizada de Túnel do Tempo.

O TÚNEL DO TEMPO

O Túnel do Tempo será uma exposição itinerante. Com 12m de comprimento por 4m de largura e quase 3m de altura, contará com oito painéis touchscreen de cada lado para a linha do tempo interativa e os e-books infantis, dois slide shows, dois livros virtuais e dois boxes com holografias.

Estão previstos dois túneis, a serem inaugurados simultaneamente, em 3 de maio de 2016 - um no Salão Negro do Senado Federal, em Brasília, e um no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, projetado pelo premiado arquiteto espanhol Santiago Calatrava. O evento carioca será também a abertura da Reunião Magna da ABC, encontro científico que reúne grandes cientistas brasileiros e convidados estrangeiros do porte de ganhadores do prêmio Turing, medalha Fields e prêmio Nobel.

Para realizar este empreendimento da celebração de seus 100 anos, a ABC está convidando potenciais parceiros para contribuírem com cotas Diamante, Platina, Ouro, Prata e Bronze. A tabela e os bônus se encontram nos links abaixo.

Ao longo do ano, esta exposição poderá ser montada em qualquer capital brasileira, mediante contratação direta da empresa que a projetou (Estojo Cenografia) em parceria com a ABC. O contratante receberá todo o apoio de profissionais da ABC, que treinarão monitores em cada cidade e acompanharão a exposição.

Esperamos, assim, comemorando esses 100 anos da ABC em grande estilo, contribuindo para a divulgação da ciência brasileira, dos cientistas brasileiros e para ofortalecimento das instituições científicas brasileiras como um todo.

E, para tanto, contamos com o seu apoio.

COTAS DE PATROCÍNIO

TABELA DE CONTRAPARTIDAS




webTexto é um sistema online da Calepino