O Seminário Ciência na Amazônia, realizado em 22/9 no auditório do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em Manaus, precedeu a cerimônia de diplomação dos novos Membros Afiliados da ABC da Região Norte.

O diretor-presidente do INPA e vice-presidente Regional Norte da ABC, Adalberto Val, abriu a cerimônia, observando que a Academia Brasileira de Ciências era uma instituição totalmente distanciada do Norte do país até essa descentralização, promovida pela Diretoria no início da gestão do Prof. Jacob Palis, em 2007, e que esse processo tem demonstrado excelentes resultados. Deu as boas vindas a todos e passou a palavra ao presidente da ABC, Jacob Palis, que cumprimentou os Afiliados e lembrou a criação da categoria de Membros Afiliados da ABC, juntamente com as Vice-Presidências Regionais, em 2007. “A ideia é ter a Academia atuando em todos os pontos do país. A proposta de captar talentos com menos de 40 anos em todo o Brasil já provou ser muito boa, esses jovens estão injetando novo oxigênio na ABC.”

Palis confessou-se emocionado com a participação de 70 dos 112 Afiliados em evento recente – o Simpósio Ciência, Tecnologia e Inovação: Visões da Jovem Academia – organizado por eles e para eles, e relatou que foi procurado por um grupo para conversar sobre a situação dos Afiliados que, pelo Estatuto, depois de cinco anos tem seu mandato finalizado. “Para não frustrá-los, pois estão cheio de disposição e vigor, deixei claro que eles continuarão sendo convidados a participar dos eventos da ABC e que vou propor, na próxima reunião de Diretoria, a criação da categoria de Membro Afiliado Honorário”, informou o presidente.


Atrás, Marcelo Cohen, Eduardo Nakamura, Ana Carla Bruno, Rodrigo da Silva e
Carlos Gustavo Nunes; na frente, Jacob Palis, Adalberto Val e Horacio Schneider.

Os cinco talentosos pesquisadores eleitos em 2010 para o período de 2011 a 2015, então, iniciaram suas apresentações. A linguista do INPA Ana Carla dos Santos Bruno falou sobre “Interação entre língua, cultura e sociedade: multilinguismo no noroeste amazônico e politização das línguas no município de Lábrea”. Carlos Gustavo Nunes da Silva, professor de biotecnologia na Universidade Federal do Amazonas (UFAM), tratou da “Determinação sexual nas abelhas: ser masculino ou feminino, decisão de um único gene?”. O cientista da computação Eduardo Freire Nakamura apresentou sua pesquisa em “Redes de sensores sem fio com aplicações voltadas para a preservação da Amazônia”.

A seguir, Marcelo Cancela Lisboa Cohen, geoquímico da Universidade Federal do Pará (UFPA) e pós-doutorando no Laboratório de C14 do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da Universidade de São Paulo (Cena/USP), discorreu sobre “Os impactos das mudanças climáticas e o aumento do nível do mar sobre os manguezais do norte do Brasil durante os últimos dez mil anos”. Finalmente, o físico Rodrigo da Silva, professor da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e coordenador regional do Programa de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia (LBA), encerrou as apresentações falando sobre a “Biogeofísica da Amazônia: implicações frente às mudanças climáticas.”

Compondo a mesa da cerimônia de diplomação, iniciada a seguir, estavam a representante da reitora da UFAM, Selma Baçal, e a diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Amazonas (Fapeam), Maria Olivia de Albuquerque. O Acadêmico Horacio Schneider, vice-reitor da UFPA, fez a saudação aos novos Afiliados. Para falar em nome dos jovens Acadêmicos, o escolhido foi Rodrigo da Silva, que agradeceu à Academia pela confiança e pelo reconhecimento da capacidade e do talento dos jovens pesquisadores. “Que possamos contribuir para o uso ético e coerentemente sustentável da biodiversidade amazônica. Que possamos conjugar mentes e braços, unindo esforços na direção de um cenário de desenvolvimento digno para o povo da região. Que nós tenhamos lucidez, sejamos capazes e tenhamos a coragem para não sermos céticos nem crentes, mas apenas críticos a respeito da ciência que fazemos”, desejou Rodrigo. Ele concluiu com um poema do compositor gaúcho Gujo Teixeira: “Eu levo um sol no destino e a sombra por desafio. Um azul de céu imenso e duas margens de rio. Viva a Amazônia!”

Após a entrega dos diplomas aos novos Membros Afiliados da Academia Brasileira de Ciências, o vice-presidente regional Adalberto Val e o presidente Jacob Palis encerraram a cerimônia.

Conheça, a seguir, os novos Membros Afiliados da ABC/Região Norte.